5G: estas são as primeiras cidades que irão receber a tecnologia DSS

5G: estas são as primeiras cidades que irão receber a tecnologia DSS

O 5G no Brasil pode estar mais próximo que você imagina, algumas operadoras começam nesta semana a primeira fase dos testes. 

A nova tecnologia ainda não conta com todo o potencial prometido pelo 5G. Esta é apenas uma fase inicial, na qual as operadoras ativam o novo sinal a partir de um recurso que permite compartilhar frequências utilizadas pela rede 4G. Este recurso é chamado de DSS (Dynamic Spectrum Sharing, ou Compartilhamento Dinâmico de Espectro).

Na largada à corrida pela liderança na cobertura da internet móvel de quinta geração, a Claro é a primeira a ativar o 5G, em seguida Vivo em 24 de julho, já a TIM promete o lançamento para setembro.

Oficialmente, há só um modelo no Brasil preparado para o 5G, que é o Motorola Edge, o aparelho custa R$ 5,5 mil. Lá fora, fabricantes como a Samsung e a Huawei já têm modelos 5G. Espera-se ainda que a Apple lance um iPhone com a tecnologia este ano.

Confira o cronograma por operadora, cidade e bairro:

CLARO

O sinal 5G da operadora foi ativado nesta semana e será disponibilizado, gradualmente, até o final de setembro, nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, nos seguintes pontos:

  • São Paulo: disponível na Avenida Paulista e região dos Jardins. Nos próximos dias, o sinal vai se estender pelos bairros de Campo Belo, Vila Madalena, Pinheiros, Itaim, Moema, Brooklin, Vila Olímpia, Cerqueira César, Paraíso, Ibirapuera e região da Avenida Berrini e de Santo Amaro;
  • Rio de Janeiro: disponíveis em Ipanema, Leblon e na Lagoa. Nos próximos dias, o sinal vai se estender por toda a orla, do Leme até a Barra da Tijuca, passando por Jardim Oceânico, Joá, São Conrado e Copacabana.

VIVO

O sinal 5G da operadora será ativado no dia 24 de julho e disponibilizado gradualmente, até o final deste mês, nas seguintes regiões:

  • São Paulo: regiões da Avenida Paulista, Vila Olímpia e Berrini;
  • Brasília: Eixo Monumental, Esplanada dos Ministérios e shoppings;
  • Belo Horizonte: regiões de Savassi e Afonso Pena;
  • Salvador: Pituba e Itaigara;
  • Rio de Janeiro: Copacabana, Ipanema e Leblon;
  • Goiânia: região central da cidade;
  • Curitiba: Centro Cívico, Alto da Glória, Batel e Água Verde;
  • Porto Alegre: Moinhos de Vento, Avenida Carlos Gomes e Shopping Iguatemi.

TIM

O sinal da operadora será ativado a partir de setembro, nas seguintes cidades:

  • Rio Grande do Sul: Bento Gonçalves;
  • Minas Gerais: Itajubá;
  • Mato Grosso do Sul: Três Lagoas.

A popularização do acesso à nova tecnologia ainda vai levar de dois a três anos. Para isso se tornar realidade, é necessário acontecer o leilão de frequências da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que está previsto para 2021.

O leilão é visto como essencial para dar escala à nova tecnologia, uma vez que determinará as frequências específicas para funcionamento do 5G. Depois disso vêm a disseminação das redes pelas operadoras e o barateamento de celulares e outros aparelhos. Um processo nada rápido.

Fonte: G1

5G

ÚLTIMOS ARTIGOS no NextPit

Recomendado pelo NextPit

2 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Olha... Se eu fosse comentar detalhadamente essa matéria como deveria, daria um livro. A banda 5G no Brasil irá virar um embróglio sem precedentes, pois para ela ser implantada terá que desligar ou mudar toda banda C de transmissão das antenas parabólicas, pois tanto o 5G como a banda C trafegam no mesmo espectro de frequência... E aí como ficam os milhares de municipios pelo Brasil, que ainda não pegam o sinal da TV Digital, como ficam os moradores que se veem obrigados a instalar antenas parabólicas; vocês perceberam que só estão liberando o sinal 5G só nos grandes centros, e em bairros nobres ? Para evitar problemas com as parabolicas ! Podem anotar, o 5G "não será" ativado nas periferias, e muito menos em cidades do interior, pelo motivo descrito no meu comentário; quem sobreviver a Covid verá !