Allugator: plataforma permite alugar iPhone 12 a partir de R$ 3.000

Allugator: plataforma permite alugar iPhone 12 a partir de R$ 3.000

O aluguel de aparelhos eletrônicos é um mercado que passou a receber mais atenção nos últimos anos. Aqui no Brasil, a startup Allugator tem feito um bom trabalho, uma vez que permite alugar smartphones, videogames, câmeras, notebooks e outros eletrônicos de maneira prática e confiável. O aluguel é realizado através de uma assinatura - que pode durar pelo período de três meses até um ano. 

Criada em 2016, a plataforma também permite que, ao final do período de aluguel, o cliente escolha entre devolver o aparelho, renovar o contrato por mais tempo, trocar por um novo ou até mesmo comprá-lo por R$ 1, ao final do terceiro ano. A opção é ideal para quem não quer ficar muito tempo com o mesmo smartphone ou muda anualmente, por exemplo.

Allugator: como funciona a plataforma

Assinatura

A assinatura do serviço é realizada através do site da Allugator, onde você encontra vários modelos de smartphones - incluindo os lançamentos mais recentes - e outros eletrônicos.

Após escolher o item que você deseja alugar, basta clicar em "Assinar". Uma tela com o preço do aparelho nas lojas tradicionais e o valor do aluguel por 1 ano será exibida. Você pode escolher entre assinar por 3, 6 ou 12 meses. 

O aluguel por 6 meses, atualmente, oferece um desconto de 25%. Já, caso a escolha seja de manter o eletrônico por um ano, é possível economizar até 50%. 

allue
Tela de assinatura da Allugator / © Ariane Velasco / NextPIT

Para concluir a assinatura, o cliente deve criar um rápido cadastro no site. O restante do processo é concluído como uma compra online - e os dados informados são nome completo, endereço, CPF, e-mail e telefone para contato. 

Por fim, é necessário que o cliente confirme a sua identidade enviando a cópia de um documento com foto, do CPF, uma selfie segurando o documento e um comprovante de residência em seu nome. 

Formas de pagamento 

O pagamento pelo aluguel dos eletrônicos pode ser realizado via cartão de crédito em 3x sem juros e 12x com juros, ou boleto bancário. 

Caso necessário, a Allugator também permite que o pagamento seja parcelado em dois cartões de crédito ou dividido em duas partes, sendo uma paga no boleto e a outra parcelada no cartão - o que torna todo o processo muito mais fácil para quem não dispõe do valor integral à vista.

Seguro 

A confiabilidade da Allugator está, em parte, na possibilidade de contar com seguro em caso de dano, furto ou roubo. 

Caso o eletrônico sofra algum dano, a cobertura é de 100% - desde que o reparo não ultrapasse 70% do valor do aparelho. 

Já, se o cliente sofrer furto ou roubo, a cobertura é de 60%. A seguradora responsável é a 88i.

Prazo de entrega

A entrega dos eletrônicos pela Allugator é efetuada no período de 22 a 60 dias úteis após a aprovação do cadastro de cada cliente. Nos últimos meses, devido a pandemia e a um grande numero de assinaturas, as entregas têm atrasado relativamente. Há relatos por meio de um grupo de WhatsApp criado por clientes, que iPhones comprados em agosto de 2020, devem chegar em janeiro de 2021.

Tanto o envio quanto a devolução dos aparelhos é realizada pelos Correios, via SEDEX, para todo o território nacional. 

allu2
Variedade de produtos disponíveis na Allugator / © Ariane Velasco / NextPIT

A Allugator compensa? 

A plataforma é um ótimo meio de garantir a troca frequente de aparelhos eletrônicos por um valor consideravelmente abaixo do mercado. 

A assinatura de um iPhone 12, por exemplo, custa R$ 3.840 ao ano. O mesmo aparelho, nas lojas tradicionais, custa R$ 7.469. Isso quer dizer que, caso você queira devolver o aparelho ao fim da assinatura de um ano, terá economizado cerca de R$ 3.628. 

Além disso, você também pode optar por alugar outro modelo de smartphone ao final do contrato. Suponhamos que o próximo aparelho seja um iPhone 12 Pro Max de 512 GB: ao invés de pagar R$ 13.299 por ele - preço de mercado -, você pagaria somente R$ 4.958,20 por 12 meses de uso (e aí, novamente, é você quem decidirá se quer manter o aparelho ao final do período ou não).

Colocando os valores na ponta do lápis, a Allugator compensa bastante para usuários que não estão com urgência em receber o aparelho, apesar da ansiedade. Além do exemplo ilustrado acima, você também pode renovar a assinatura de um mesmo aparelho com 15% de desconto - taxa de desvalorização no mercado. 

Os preços no site oscilam bastante, até a data deste artigo eram estas as condições.

Fonte: Allugator

ÚLTIMOS ARTIGOS

1 comentário

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Eu já aluguei um carro quando precisei e até dependendo das condições, oferta, diária por exemplo vale a pena dependendo da sua necessidade, agora, aluguel de iPhone, é isso mesmo?

    Qual a necessidade de se alugar um iPhone? Seria o que, exibir para os amigos que você tem um, realmente não entendo isso.

    Qualquer intermediário hoje, até um Moto G 5G Plus é melhor que iPhone, A71, sem a tela verde claro, ou M51 com bastante bateria, mas nesse caso teria que comprar.

    Alugar iPhone, acho totalmente desnecessário, seja ele para qualquer finalidade, agora carro, como mencionei, ai sim, é uma necessidade, visto o preço de um carro, por ser um produto infinitamente mais caro e de valor agregado.