WWDC21: Apple Mail bloqueará pixels de rastreamento em e-mails

WWDC21: Apple Mail bloqueará pixels de rastreamento em e-mails

A Apple anunciou durante a apresentação principal da WWDC21 uma nova opção para seu aplicativo de e-mail que bloqueia o rastreamento do usuário com pixels invisíveis. O novo recurso melhora a privacidade das caixas de entrada, impedindo que anunciantes e coletores de dados rastreiem hábitos pessoais, como abrir e ler a mensagem e as interações do usuário, como clicar nos links.

  • Os pixels invisíveis podem rastrear os hábitos dos usuários;
  • O Apple Mail irá bloquear o recurso, melhorando a privacidade.

Pixels invisíveis, também conhecidos como pixels de rastreamento, são adicionados às mensagens de e-mail para verificar se o destinatário leu a mensagem, por exemplo. Na maioria dos casos, a imagem não pode ser vista na mensagem recebida, e pode ser adicionada não só pelo remetente, mas também por um terceiro — como uma rede de publicidade ou um coletor de dados.

Como a abertura da imagem envia uma mensagem de solicitação pela Internet para "baixar" a imagem embutida, o rastreador pode identificar o endereço IP do usuário. Para impedir isso, a Apple apresentou "Proteção de Privacidade do Correio Eletrônico".

A Apple anunciou que o endereço IP real do dispositivo pode ser escondido do host da imagem, tornando mais difícil para os anunciantes rastrear os usuários — que em tese podem cruzar os dados de IP com o histórico de navegação e outros dados coletados de forma anônima.

O novo recurso de privacidade deverá ser lançado em uma futura atualização para o aplicativo Mail, esperada junto com a atualização dos sistemas iOS, iPadOS e macOS, esperada para a primavera.

Gostou do artigo? Então compartilhe!
Comentar agora

1 comentário

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.