Banco Central anuncia o Pix Cobrança, sua nova ferramenta para pagamento

Banco Central anuncia o Pix Cobrança, sua nova ferramenta para pagamento

Na última quinta-feira (29), o Banco Central apresentou mais uma novidade: o Pix Cobrança, sistema de pagamento instantâneo que pretende substituir os conhecidos boletos. 

O recurso permite gerar um código QR para receber valores através do aplicativo, sem a necessidade de gerar e imprimir boletos de cobrança. É possível escolher uma data de vencimento para o código ou aplicar descontos e multas.

As empresas que tiverem interesse em usar o Pix deverão incluir em seu sistema uma interface específica, a API Pix, que oferece opções para pagamentos, gestão de cobrança, suporte para devolução, entre outras. 

"Isso significa mais facilidade para os empreendedores escolherem onde manter sua conta e mais eficiência para que as software houses promovam a integração do Pix aos seus sistemas", afirma, em nota, o Banco Central. "A API Pix contempla funcionalidades de criação e gestão de cobranças, verificação de liquidação, conciliação e suporte a processos de devolução." 

É claro que, para usar o Pix, existem algumas regras: o Pix é totalmente gratuito para pessoas físicas, mas não para pessoas jurídicas, que devem pagar o valor definido pelo banco onde irão efetuar as transações.

Além disso, pessoas físicas podem receber até 30 pagamentos por mês usando o Pix. Caso as transações ultrapassem esta quantidade, o banco poderá cobrar tarifas. Isso porque a prática, juntamente com o uso do QR Code, configura uso comercial, o que pode gerar taxas.

Para mais informações, acesse o site do Banco Central.

Fonte: InfoMoney

ÚLTIMOS ARTIGOS no NextPit

Recomendado pelo NextPit

7 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.