Banco Central anuncia o Pix Cobrança, sua nova ferramenta para pagamento

Banco Central anuncia o Pix Cobrança, sua nova ferramenta para pagamento

Na última quinta-feira (29), o Banco Central apresentou mais uma novidade: o Pix Cobrança, sistema de pagamento instantâneo que pretende substituir os conhecidos boletos. 

O recurso permite gerar um código QR para receber valores através do aplicativo, sem a necessidade de gerar e imprimir boletos de cobrança. É possível escolher uma data de vencimento para o código ou aplicar descontos e multas.

As empresas que tiverem interesse em usar o Pix deverão incluir em seu sistema uma interface específica, a API Pix, que oferece opções para pagamentos, gestão de cobrança, suporte para devolução, entre outras. 

"Isso significa mais facilidade para os empreendedores escolherem onde manter sua conta e mais eficiência para que as software houses promovam a integração do Pix aos seus sistemas", afirma, em nota, o Banco Central. "A API Pix contempla funcionalidades de criação e gestão de cobranças, verificação de liquidação, conciliação e suporte a processos de devolução." 

É claro que, para usar o Pix, existem algumas regras: o Pix é totalmente gratuito para pessoas físicas, mas não para pessoas jurídicas, que devem pagar o valor definido pelo banco onde irão efetuar as transações.

Além disso, pessoas físicas podem receber até 30 pagamentos por mês usando o Pix. Caso as transações ultrapassem esta quantidade, o banco poderá cobrar tarifas. Isso porque a prática, juntamente com o uso do QR Code, configura uso comercial, o que pode gerar taxas.

Para mais informações, acesse o site do Banco Central.

Fonte: InfoMoney

Gostou do artigo? Então compartilhe!
Comentar agora

7 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Vinicius Guerra há 10 meses Link para o comentário

    O PIX visa democratizar e agilizar a forma de pagamento. Eu já utilizo o PicPay a 2 anos e facilita muito a minha vida, não perco mais meu tempo nem no banco, loterias, nada.

    Só o fato de você pagar um boleto, pagar qualquer pessoa ou receber um pagamento, o dinheiro cair na conta em 10 segundos, será ótimo. Não precisa fazer nem TED e nem DOC, onde leva até 2 dias.


  • Phelipe B. há 10 meses Link para o comentário

    Queria saber a real intenção do governo com isso.


    • Douglas Charles Cunha há 10 meses Link para o comentário

      Agilidade, simplicidade e diminuição de desvios irregulares. Mas, acima de tudo, evolução.


    • Zuqq Zardo há 10 meses Link para o comentário

      Pelo mesmo motivo esdrúxulo de terem lançado a cédula de R$ 200,00. Facilitar a corrupção! Papo furado esse de que dificultará a sonegação, pelo contrário, vai facilitar e muito.


  • Rafael Nunes há 10 meses Link para o comentário

    O Pix é bom, é uma boa iniciativa para não ficarmos pagando taxas. Mas no fundo, eu sei que bem lá no fundo, tem alguma coisa por trás. É muita facilidade sem ter alguma picuinha por trás. E no final ainda acho que mais pra frente algum valor vai ser repassado para nós.


  • Jairo rios há 10 meses Link para o comentário

    BC e receita agradecem, ficará mais difícil sonegar.

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.