Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

Motorola: 5 curiosidades sobre a dona do Moto G

Motorola: 5 curiosidades sobre a dona do Moto G

Ela é a vovó das empresas de smartphone. Não que outras sejam tão antigas, mas enquanto a Motorola já fabricava produtos eletrônicos, empresas como a Nokia começaram vendendo papel. Conhecemos bem seus smartphones Moto G, Moto X e outros, mas a história da Motorola tem muito mais do que isso.

1. Motorola inventou e lançou o primeiro celular

Alguém tinha que fazer isso, e essa foi a Motorola. Foi ela quem lançou o primeiro dos aparelhos que, em 45 anos, tornou-se o que vemos hoje. Foi em 1973 que o Dr. Martin Cooper, da Motorola, mostrou o telefone celular, sua invenção, sob o nome de DynaTAC (diminutivo de DYNamic Adaptive Total Area Coverage, Cobertura Total Adaptável Dinâmica em tradução livre).

martin cooper
Dr. Martin Cooper, o inventor do celular, com um protótipo do DynaTAC de 1973 em 2003 / © Rico Shen

Como você pode ver pela foto, era um aparelho gigante, e foi o primeiro do tipo, portátil, a ser vendido para o grande público. Nesse PDF você pode ver o anúncio oficial da época, mas é interessante saber que ele não foi comercializado, pois órgãos governamentais norte-americanos (o famoso FCC) consideraram monopólio. O DynaTAC 8000x teve aprovação e vendeu 2 mil unidades de 1983 a 1984, quando foi descontinuado.

Vendido pelo valor de US$ 3.995 (e você achando o iPhone X caro), esse valor corrigido para os dias de hoje somaria a obscena quantia de R$ 30 mil. Ele pesava 794 gramas e sua bateria durava 8 horas em espera e uma hora em uso depois de ficar recarregando por 10 horas.

2. Motorola começou com eliminadores de baterias, e depois produzindo rádios de polícia

Em 1928 os irmãos Paul V. Galvin e Joseph E. Galvin fundaram a Galvin Manufacturing Corporation. A empresa trabalhava com eliminadores de bateria, que ao contrário do que você pensa, não são assassinos de aluguel de baterias más, e sim circuitos eletrônicos que fornecem potência a outro circuito sem precisar de uma bateria. Assim, os aparelhos que vendiam permitiam que rádios funcionassem com eletricidade doméstica.

neil armstrong
O sorridente Neil Armstrong (à esquerda) usou um rádio Motorola para anunciar sua famosa frase / © NASA

Logo passaram para o ramo de rádios automotivos, aqueles muito utilizados em carros de polícia e em táxis. Depois, ainda fabricaram diversos outros produtos como TVs, microprocessadores, semicondutores, produtos de rede e outros. Um destaque é que um de seus rádios compunha o Apolo 11, módulo lunar que foi o primeiro a pousar na Lua em 1969.

Foi através de um rádio Motorola que Neil Armstrong, o primeiro homem a pisar na Lua, disse a emblemática frase "um pequeno passo para um homem, um passo gigante para a humanidade". E é por histórias assim que ela foi tão desejada em suas compras por outras empresas, pois tinha um arquivo de patentes muito valioso.

3. Sim, Motorola quer dizer alguma coisa

Um dos modelos de rádio automotivo dos irmãos Galvin se chamou Motorola. A ideia do irmão Paul foi juntar a palavra "motor" (de automotor) com o sufixo "ola". Parece não ter sentido, mas muitas coisas tinham um nome parecido na época, e até quem é mais novo já ouviu sobre uma vitrola (não esquecendo de radiola, moviola, entre outros). O produto ficou tão conhecido que a empresa acabou se tornando Motorola, Inc. em 1947.

Motorola logo history
Evolução do logotipo da Motorola / © 1000logos.net

Já o logotipo não é aquela maravilha. Em 1947 o logo era manuscrito, tradicional para a época, mas em 1955 ganhou o M meio morcego que todos conhecemos. E se você espera grandes significados, decepcione-se, pois é uma conversa de vendedor. O "M" é formado por dois picos, demonstrando que a empresa está sempre desejando o topo, a sede da empresa, sempre atrás de perfeição e liderança. Pois é.

Quando foi vendida para o Google, a empresa se desmembrou. A Motorola Mobility é a que mais conhecemos e que trazia o logotipo em vermelho. O logotipo em azul era da empresa Motorola Solutions, uma empresa de infraestrutura que foi vendida para a Nokia Siemens no mesmo ano de 2011 (olha o monte de nomes de empresa juntos).

4. Dois de seus aparelhos estão entre os mais vendidos da história

Em uma lista cheia de Nokias e alguns iPhones e Samsungs, a Motorola figura com dois celulares entre os 20 mais vendidos da história. E se você pensa que tratam-se se modelos da linha Moto G, é melhor voltar um pouco no tempo. Na 19ª posição está o StarTAC, o aparelho mais antigo da lista que, lançado em 1996, vendeu mais de 60 milhões de unidades.

motorolastartac2
O Motorola StarTAC e seus calombos / © Motorola

Na metade da seleção em 10º lugar, está a lenda Motorola RAZR V3, celular sensação que vendeu mais de 130 milhões de unidades desde que foi lançado, em 2004. Na época, se tornou símbolo de design devido ao acabamento em metal, fino e com traços retilíneos. Depois desse aparelho, a Motorola nunca mais conseguiu obter um feito tão grande em vendas, mas se manteve com o V3 sendo o celular no estilo clamshell mais vendido da história.

razrv3
RAZR V3, o aparelho mais vendido da Motorola até hoje / © Motorola

5. O atual CEO global da empresa é brasileiro

A partir do momento de sua história em que foi comprada pelo Google, a Motorola passou a olhar os brasileiros com outros olhos. É verdade que os aparelhos da empresa sempre venderam bem por aqui, mas o lançamento da icônica linha Moto G pela gigante de Mountain View foi muito importante, pois os aparelhos comercializados foram sucesso de vendas no país.

sergio buniac
Sergio Buniac, o atual CEO da Motorla / © Motorola (divulgação)

Com bom hardware e ótimo custo benefício, não só a linha Moto G como a linha Moto X ganharam o gosto dos brasileiros, e ainda hoje há quem seja saudoso dessa época. E como atualmente o Brasil figura entre os três maiores mercados da empresa que hoje é da Lenovo, nosso compatriota Sergio Buniac, ex-gerente geral da empresa no Brasil e um dos responsáveis por elevar a Motorola ao segundo lugar em market share na América Latina, se tornou CEO da Motorola em 2018.

Você já conhecia estas curiosidades dessa tradicional empresa?

ÚLTIMOS ARTIGOS

Artigos recomendados

6 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • 6. A Motorola era muito melhor quando estava sob os cuidados da Google.


  • Muito boa e legal a história da Motorola! Eu já sabia que o primeiro celular era da Motorola. 👏🏻👏🏻👏🏻


  • A ideia do irmão Paul foi juntar a palavra "motor" (de automotor) com o sufixo "ola". Nenhuma empresa compra a outra, para que a marca de sua holding fique em segundo plano


  • Quero aqui dar uma opinião sensata e com alguns embasamentos. A Motorola Mobility hoje figura como uma "marca incomoda" de propriedade da Lenovo, que desde a sua compra, tentou incorporá-la a sua própria marca, completando a fusão das duas, e posteriormente ir aos poucos diminuindo a participação da marca Motorola, pois a Lenovo tentou a todo custo impor a sua marca própria aqui no Brasil, mas percebeu que não iria conseguir, pois é mais fácil a "marca Motorola" incorporar a "marca Lenovo" do que o inverso. Isso para os donos da Lenovo foi uma pedra no seu sapato. Nenhuma empresa compra a outra, para que a marca de sua holding fique em segundo plano. Resultado... A Lenovo não consegue entrar no mercado de smartphones no Brasil. Mas creio que isso logo logo terá um revez, pois a Lenovo está forçando "de forma dissimulada" a marca Motorola perder força, pois depois de anunciar o fim da linha "Z", os modelos que sucederam foram aparelhos inferiores, e sinto nisso uma tramoia da Lenovo para tornar a marca Motorola uma linha de produtos de entrada, e assim tentarem enfiar goela abaixo os smartphones da Lenovo num patamar acima. Mas se isso ocorrer será um tiro no pé da Lenovo, pois a Motorola tem uma legião de admiradores aqui no Brasil. Vamos aguardar o desenrolar dos acontecimentos.


  • Eu gosto da Motorola, mas não gosto do que a Lenovo faz com ela. Acho o design dos aparelhos ruim, se bem que os novos One tem um design mais agradável... Mas o que eu mais desprezo é a politica de atualização adotada por eles.


  • Interessante, assim como outras teve seus dias de glórias , lamentável que tenha chegado ao atual nível de ser controlada por outra , mas que mesmo assim tenha vida longa.

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.