NextPit

O que dizem os primeiros reviews sobre o Galaxy Fold

AndroidPIT samsung galaxy fold front
© NextPit

Quase dois meses após o lançamento, a Samsung finalmente está deixando a imprensa experimentar o Galaxy Fold, seu smartphone dobrável que chega às lojas (no exterior) em 26 de Abril. Nas últimas horas dezenas de vídeos com “hands-on” do aparelho surgiram no YouTube, com profissionais de várias publicações, sites e blogs compartilhando suas impressões sobre o aparelho.

NextPit Logo white on transparent Background
NEXTPITTV

O consenso geral entre os jornalistas é que o aparelho não se parece com uma “prova de conceito”, e tem todo o cuidado com acabamento e detalhes que um legítimo topo de linha como o S10, por exemplo. O mecanismo da dobradiça é firme, e ao se fechar produz um som “muito satisfatório”. Quando aberto, dá sim pra ver o “vinco” no meio da tela, mas ele não incomoda.

Não é um smartphone compacto: Sam Rutheford, do Gizmodo, lembra que ele tem 17 mm de espessura, 3 mm a mais que o primeiro Galaxy S, e quase o dobro da espessura de um Galaxy S10. É “estreito” e comprido, e Dieter Bohn, do The Verge, frisa: não é um aparelho para colocar no bolso, a não ser que você tenha bolsos grandes.

Pra fazer tudo ao mesmo tempo

Marques Brownlee, do canal MKBHD, destaca a capacidade de multitarefa. Com uma tela 7,3 polegadas com proporção quase 4:3 (como nas TVs antigas), há muito espaço para conteúdo. Por isso a Samsung implementou um sistema que permite que até três apps dividam a tela ao mesmo tempo, e até outros 5 fiquem em janelas flutuantes, para um total de 8 apps em uso simultâneamente.

Uma crítica comum é relacionada ao sensor de impressões digitais, que fica na lateral direita do aparelho (como no Galaxy S10e). Ele também serve como botão para acionar o Bixby, e por causa da posição onde está é muito fácil chamar o assistente virtual sem querer ao abrir as telas.

Vale destacar os “mimos” que acompanham o aparelho: um par de Galaxy Buds, os fones de ouvido sem fio da Samsung, e dois “cases” (um para a frente, um para a traseira) em Kevlar para proteger o aparelho.

Uma experiência convincente

Mas o mais interessante é ver que ao final dos testes todos os jornalistas tiveram uma reação parecida. Cherlynn Low, do Engadget, se dizia “bastante cética” quanto ao aparelho, mas após usá-lo por cerca de meia hora chegou à conclusão de que “é realmente um produto refinado e durável”.

Já Marques Brownlee afirma que ficou “bastante impressionado”, e Sam Rutheford resume bem a reação geral ao produto: “A maior surpresa foi que, depois de usá-lo por um tempo, comecei a pensar em comprar um”.

Captura de Tela 2019 02 20 as 16.12.29
Modo celular / © Samsung

E no Brasil?

A Samsung irá realizar um evento em SP no dia 24 de Abril, dois dias antes do início global das vendas do Galaxy Fold, então é provável que esta seja a data de anúncio do produto por aqui. Ele até tem uma página em português no site da Samsung.

E o preço? É um mistério, mas não espere que seja apenas "muito caro". Talvez "caríssimo". Os Galaxy S10 chegaram ao Brasil custando 1,5x o seu preço no exterior. Considerando que o Galaxy Fold lá fora custa US$ 1.980, isso daria cerca de R$ 11,5 mil. Pode colocar R$ 12 mil, pra arredondar. 

AndroidPIT samsung galaxy fold back
O Galaxy Fold / © NextPit

O Hardware

O Galaxy Fold tem um painel frontal de 4,6 polegadas com resolução de 840 x 1.960 pixels em modo celular, e 7,3 polegadas com resolução de 1.532 x 2.152 pixels no modo tablet. O aparelho conta com processador Snapdragon 855, 12 GB de memória RAM e 1 TB de armazenamento interno. Em alguns países o processador será o Exynos 9820. Há ainda duas células de bateria que juntas somam 4.380 mAh.

O Fold roda interface One UI unida ao Android Pie, mas traz recursos diferenciados, como a possibilidade de rodar até três aplicativos lado a lado, em um modo multi-janela evoluído. Os detalhes sobre a One UI você encontra neste artigo:

Captura de Tela 2019 02 20 as 16.14.22
Modo tablet para até 3 apps ao mesmo tempo / © Samsung

O Galaxy Fold traz ainda três câmeras na parte interna que entregam recursos como o modo retrato, zoom e profundidade de campo. Há câmeras em outros ângulos para sempre haver uma disponível para selfies.

Há também alto falantes de ambos os lados do aparelho, para garantir que o som sempre chegue de frente ao usuário. Ao abrir o aparelho, o conteúdo que você estava visualizando no modo celular passa para o modo tablet, na função chamada de App Continuity.

  • Hands on do Royole FlexPai: o primeiro smartphone dobrável surpreende?
Captura de Tela 2019 02 20 as 16.10.28
Galaxy Fold tem duas baterias / © Samsung

E você, acha que o Galaxy Fold terá sucesso? Consideraria comprar um, se tivesse o dinheiro? Deixe sua opinião nos comentários abaixo.

Gostou do artigo? Então compartilhe!
Comentar agora

Artigos recomendados

13 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Lucas Vinícius 18/04/2019 Link para o comentário

    Realmente é um produto bem interessante e claramente foi lançado apenas depois de diversos testes e formas de fazer algo que valesse a pena. Que é caro isso é, é o custo de tanto tempo de projeto. Acho que daí em diante a Samsung vai aprimorar da mesma forma que o Note em seu inicio a ponto de um dia ser líder e referência em seu segmento de celulares dobráveis. Minha opinião é que nesse caso de produto não devemos olhar com maus olhos e sim bons olhos pelo o que conseguiram fazer. As outras empresas claramente só lançaram algo parecido e ao mesmo tempo a partir de vazamentos dos projetos do Galaxy Fold e mesmo assim nenhuma delas fez algo melhor pq só a Samsung sabia o que fazer e como fazer.


  • Giordano Santiago 17/04/2019 Link para o comentário

    Eu nao achei legal desde a idéia, que se confirmou nele pronto. Vai haver quem goste. Mas eu nao trocaria um note 9 nisso ai nem com volta em dinheiro.


  • José Luís Silva Martiniano 17/04/2019 Link para o comentário

    Acho que a bateria deveria ser maior, porém, trata-se de um dispositivo bem bacana.


  • Soterio Salles 16/04/2019 Link para o comentário

    Seria interessante pra mim se tivesse suporte pra S-Pen


  • Thiago Lee 16/04/2019 Link para o comentário

    Vou esperar a versão da Xiaomi, que vai vir 10x mais barata kkkk


    • Pedro 16/04/2019 Link para o comentário

      Resta saber se vai ter a mesma qualidade do Galaxy Fold e Mate X.


    • Rafael Rigues 17/04/2019 Link para o comentário

      Eu adoraria ver um dobrável por US$ 190, mas acho que ainda vai levar uns dois ou três anos pra isso acontecer.


      • Thiago Lee 17/04/2019 Link para o comentário

        Xiaomi faz ótimos celulares com qualidade impecável, jerryrigeverything e outros canais podem mostrar a qualidade que não deixa nada a desejar :)

        190 dólares é pedir muito kkkkk, só as telas amoled da samsung custam caro, imagina 2. só se for aquelas telas podres e dobrado daquele jeito meia boca.


  • Diego Pinzón 16/04/2019 Link para o comentário

    Se eu tivesse muito dinheiro, eu não compraria por causa dessa marca de dobra horrível que fica no meio da tela, e dessa tela minúscula na frente. Pra mim esses dois detalhes fazem o Galaxy Fold ficar com cara de protótipo mal acabado.


    • Rafael Rigues 17/04/2019 Link para o comentário

      Concordo, acho que a Samsung "pisou na bola" nesse ponto. Tanto tempo brigando pra reduzir as bordas ao redor da tela, e agora aparecem com bordas maiores que as do iPhone 4.


    • Geovane da Silva Coelho 17/04/2019 Link para o comentário

      Eu já acho que o aparelho é sensacional, pois o Fold é um tablet que dobra podendo usar como celular normal. Se eu tivesse dinheiro compraria fácil, como não tenho fico babando.


    • Chinês do Pastel de Flango 17/04/2019 Link para o comentário

      Sem falar nas dimensões dele fechado, aparenta ser um trambolho, sem chances de ser guardado no bolso.

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.