NextPit

Smartphones Android podem ser chave para login em serviços do Google

oppo r17 press oppo 02
© Oppo

Novo recurso reforça a segurança do sistema de autenticação em 2 fatores, exigindo acesso físico a um dispositivo para completar o login.

NextPit Logo white on transparent Background
NEXTPITTV

No mundo da segurança online, ter apenas uma senha forte não é o bastante. Afinal, se a senha for descoberta um malfeitor terá acesso à sua conta. Por isso é cada vez mais popular o uso de sistemas de autenticação em 2 fatores: com este método além da senha é necessária uma “chave” secundária enviada para um outro dispositivo para que você tenha acesso à sua conta.

Tal chave pode ser enviada por e-mail, SMS ou em uma ligação telefônica, mas malfeitores podem burlar estes métodos, fazendo com que o usuário revele a chave e ganhando acesso à conta. Para evitar este problema, a Google está habilitando em seus serviços um novo recurso: a possibilidade de usar seu smartphone como chave.

Funciona assim: ao fazer login em uma conta com autenticação em 2 fatores habilitada, o usuário receberá um alerta em seu smartphone Android. A partir daí basta usar a senha, padrão de desbloqueio ou leitor de impressões digitais do smartphone para confirmar a tentativa de login. Como a confirmação depende de acesso físico ao smartphone, fica muito mais difícil para um malfeitor ganhar acesso à conta.

2fa Google
A tela que aparece quando a autenticação está habilitada / © Google

O recurso funciona em qualquer smartphone com Android 7.0 ou superior. Também é necessário estar usando um computador com ChromeOS, Mac OS ou Windows 10 com Bluetooth habilitado e um navegador compatível, como o Google Chrome.

Para ativá-lo, o usuário deve acessar  myaccount.google.com/security usando seu smartphone Android e ativar a verificação em duas etapas, se ainda não tiver feito isso (vá em Segurança > Verificação em duas etapas > Primeiros passos). Toque em Adicionar chave de segurança, escolha um dispositivo compatível na lista e toque em Adicionar. Note que é necessário ter Bluetooth e acesso à localização ativados em seu smartphone antes de usar este recurso.

A Google postou em seu site de suporte instruções mostrando como administradores e usuários podem tirar proveito de seu recurso.

E você, como protege o acesso às suas informações online?


 

Gostou do artigo? Então compartilhe!
Comentar agora

Artigos recomendados

5 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Leonardo M. Tavares 12/04/2019 Link para o comentário

    Eu habilitei no meu e-mail e não preciso do Bluetooth, apenas tenho que estar conectado no 4G ou no wifi para o serviço funcionar.


  • José Luís Silva Martiniano 12/04/2019 Link para o comentário

    Muito legal essa iniciativa do Big G, para reforçar na segurança.


  • Lucas Goulart F. 11/04/2019 Link para o comentário

    Só é ruim ter que usar o Bluetooth pra isso (que eu quase nunca uso). Seria melhor se não precisasse disso.


  • Rodrigo Calile 11/04/2019 Link para o comentário

    Sempre usei esse recurso quando começou... hj tbm pelo Facebook, Instagram, Microsoft e etc...


  • Luiz Gustavo lgubarbosa 11/04/2019 Link para o comentário

    Acho muito bom essa forma de 2 etapas. Está ativo em meu sistema desde quando eu o comprei.

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.