Samsung Galaxy S21 vs. S20: vale a pena investir no upgrade?

Samsung Galaxy S21 vs. S20: vale a pena investir no upgrade?

Já na apresentação do Samsung Galaxy S21, uma pergunta não saia da minha cabeça: caso tivesse um Galaxy S20, investiria no upgrade ou as mudanças eram pequenas demais para isso? Em nossa comparação de smartphones, finalmente trazemos a resposta!

Quando os fabricantes de celulares ou desenvolvedores de games decidem lançar uma atualização anualmente, isso nem sempre acaba bem. No caso do FIFA (ou PES), você basicamente compra novas escalações de jogadores todos os anos, e com o Samsung Galaxy S21, as mudanças também parecem pequenas em comparação com seu predecessor.

Vocês, leitores do NextPit, já mostraram insatisfação com este fato quando a linha Galaxy S21 foi apresentada em janeiro e criticaram a falta de inovação da Samsung nos comentários. A seguir, você encontrará uma comparação das fichas técnicas de ambos os smartphones, seguida de 5 prós e contras, a favor ou contra a atualização.

Pegue um atalho

Galaxy S21 vs. Galaxy S20: fichas técnicas frente a frente

Vamos começar com as especificações e olhar para os fatos concretos. Estamos falando de atualizações técnicas como uma câmera melhorada ou uma tela melhor. Ao mesmo tempo, a tabela ajuda a esclarecer onde a Samsung investiu mais no novo modelo.

Galaxy S21 vs. Galaxy S20: na ponta do lápis

Aqui está um resumo dos dados mais importantes dos novos modelos Galaxy S21.
Modelo Galaxy S21 Galaxy S20
Processador Samsung Exynos 2100
64-bit, octa-core de 5 nm
Samsung Exynos 990
64-bit, octa-core de 7 nm
Memória (RAM / interna) 8 GB / 128 GB
8 GB / 256 GB
Memória expansível? Não Sim, microSD
Dual SIM Sim (SIM1 + SIM2 ou SIM1 + eSIM) Sim
Mostrar Visor Dynamic AMOLED de 6,2 polegadas com entalhe punch-hole / FHD+ (2.400 x 1.080 pixels) a até 120 hertz / máximo 1.300 nits / 421 ppi / sem visor curvo Visor Dynamic AMOLED de 6,2 polegadas / QHD (3.200 x 1.440 pixels) / 120 hz em FHD+ — 60 Hz em QHD
Tamanho 151,7 x 71,2 x 7,9 milímetros 151,7 x 69,1 x 7,9 mm
Peso aproximadamente 169 gramas 163 gramas
Conectividade 5G, LTE, WLAN 802.11 a/b/g, Wi-Fi 6, Bluetooth 5.0, USB Type-C, NFC, GPS LTE, WLAN, 802.11 a/b/g/n/ac/, Wi-Fi 6, Bluetooth 5.0, USB Type-C, NFC, GPS
Câmera principal 12 megapixels, com sensor 1/1,76" a f/2,2
Ultra grande-angular 12 megapixels, com sensor 1/2,55" a f/2,2
Teleobjetiva 64 megapixels (zoom 3x), com sensor 1/1,72" a f/2,0 12 megapixels, com sensor 1/ 2,55" a f/2,2
Segunda teleobjetiva n/d
Câmera frontal 10 megapixels em 1/3,24" a f/2,2
Vídeo máx. 8K a 24 fps máx. 4K a 60 fps
Capacidade da bateria 4.000 mAh
Tecnologias de carregamento Carga rápida a 25 watts, carga sem fio a 15 watts
Autenticação Sensor de digital sob a tela aprimorado, reconhecimento facial Sensor de impressão digital sob a tela
Áudio Alto-falantes estéreo
Materiais Gorilla Glass Victus na frente
Policarbonato na parte de trás
Gorilla Glass 6 na frente
Gorilla Glass 6 no verso
Sistema operacional Android 11 com Samsung One UI 3.1
Compatibilidade com a caneta S Não
Carregador incluído? Não Sim
Preço de estreia R$ 6.000 R$ 5.500
Lançamento 29 de janeiro de 2021 6 de março de 2020
Teste do smartphone Review do Galaxy S21 Review do Galaxy S20

Neste texto, não entrarei em detalhes sobre as especificações dos modelos Plus e Ultra. Mesmo assim, menciono os aparelhos sempre que houver diferenças significativas.

Um ponto para uma atualização: o novo design

Na minha opinião, a Samsung conseguiu uma coisa em particular com todos os três modelos Galaxy S em 2021: trazer uma nova linguagem de design e, acima de tudo, única. Isto se deve principalmente ao módulo de câmera, que se mescla à carcaça em duas das laterais do S21, do S21+ e do S21 Ultra. Isto faz com que o relevo pareça muito mais discreto.

Minha sensação é de que o volume da câmera é um pouco menos perceptível em comparação com a do Galaxy S20. Claro, o módulo de câmera do S21 Ultra ainda é bem grande, mas não dá para fugir disso ao usar lentes periscópicas. Mas mesmo no caso dele, a transição do módulo para o acabamento traseiro foi feito de uma maneira bem resolvida.

NextPit Samsung Galaxy S21 Plus back
A opção de cor roxa e dourada, em particular, parece bem elegante / © NextPit

A série S21 também consegue se destacar de outros smartphones com novas cores. Ainda em janeiro, o Samsung Galaxy S21+ garantiu o posto de flagship Android mais bonito do ano, já que o padrão de pintura roxa e dourada é realmente muito atraente. O modelo padrão também está disponível nas cores Phantom Violet, Phantom Gray, Phantom White e Phantom Pink. No Galaxy S20, exceto na versão FE, você só podia escolher entre um acabamento rosa, um azul e um preto.

AndroidPIT samsung s20 back
O design do Galaxy S20 segue uma estética tradicional, com um módulo "em ilha" / © NextPit

Preciso citar mais uma coisa, já que é relevante para algumas pessoas: o Samsung Galaxy S21 padrão tem uma traseira feita de policarbonato. No entanto, como o acabamento ainda é de alta qualidade, isto não me incomodou.

Ponto contra a atualização: sem suporte a micro SD

Uma falha que muitos flagships têm neste ano: em comparação com o S20, a Samsung eliminou o suporte para cartões micro SD e, portanto, a possibilidade de expansão de memória nos modelos S21. Assim, no máximo, você encontrará 512 gigabytes de armazenamento em um modelo da série S21 — e isso é apenas no Galaxy S21 Ultra.

NextPit Samsung galaxy S21 Ultra hands on back
Infelizmente, você não pode salvar as imagens de alta resolução e os vídeos 8K em um cartão micro SD / © NextPit

O Galaxy S21 e o Galaxy S21+, por outro lado, vêm com "apenas" 256 gigabytes de armazenamento interno máximo, e isso pode se esgotar rapidamente, especialmente quando se grava um vídeo em resolução 8K. Os três predecessores da linha ofereceram a opção de expandir o armazenamento com cartões micro SD. Se esta característica for importante para você, uma atualização para a série S21 pode não ser a melhor opção.

Argumento para uma atualização: Exynos 2100 é mais eficiente

Antes do lançamento da série Galaxy S21, a Samsung surpreendentemente deu ao novo chip seu próprio evento de apresentação. O novo "cérebro" é chamado de Exynos 2100 e convenceu no teste especialmente com uma coisa: um melhor gerenciamento de energia do que o chip Exynos 990 da série anterior. Assim como a Qualcomm com o seu Snapdragon 888, a Samsung adotou uma arquitetura tripla, com um melhor equilíbrio de núcleos.

02
Exynos 2100 traz oito núcleos, dispostos em uma arquitetura tripla / © Samsung

Isto resulta em uma melhor duração da bateria, especialmente no S21 Ultra e no S21+. No entanto, o Galaxy S20 tem uma bateria menor, e com ele alcancei frequentemente um nível crítico de bateria por volta das 21h durante o uso intensivo ao longo do dia. A autonomia de uso não é excepcional, mas em comparação com o Galaxy S20, que também está equipado com uma bateria de 4.000 mAh, você certamente deverá ser capaz de obter dois dias de uso com o modo de economia de energia e a redução da taxa de atualização da tela.

Não bastasse a melhor eficiência, o Exynos 2100 traz ainda um belo salto em desempenho, o que significa que a série S21 global finalmente não fica tão atrás da opção norte-americana, equipada com o chip Snapdragon. O novo SoC também integra um modem 5G, portanto você não precisa mais se preocupar em distinguir entre uma versão 4G e 5G do smartphone.

Argumentos contra o upgrade: as atualizações de câmeras concentram-se no S21 Ultra

Não é novidade para a Samsung deixar suas tecnologias de câmera mais avançadas para os modelos Ultra. Foi assim com o Galaxy S20 Ultra e o mesmo acontece com o Galaxy S21 Ultra, que agora ostenta uma câmera teleobjetiva dupla. Como o Antoine mostrou muito bem em sua avaliação, o S21 Ultra é o smartphone com o melhor zoom óptico no primeiro trimestre de 2021. Isso porque não há apenas uma teleobjetiva óptica com zoom de 3x, como também uma segunda lente com zoom de 10x. A Samsung adotou ainda um sensor de 108 megapixels no S21 Ultra.

Mas é errado achar que o Galaxy S21 e Galaxy S21+ perderam apenas o zoom de 10x. Porque esses modelos não contam com a mesma câmera telefoto 3x, mas sim oferecem um zoom aproximado de 1,1x, seguido por um zoom digital, receita já adotada pela Samsung no S20.

samsung galaxy s21 ultra vs galaxy s21 plus
Câmera do S21 Ultra (esq.) traz um conjunto muito mais completo que a do S21+ / © NextPit

Em comparação com a geração anterior, o S21+ e o S21 Ultra também não incluem o sensor ToF encontrado no S20+. Embora sua utilidade seja certamente discutível, a falta do sensor ainda é um ponto fraco na comparação das duas versões mais caras do S21 e, por isso, precisa ser mencionada.

Para o Galaxy S21 básico, podemos afirmar que não se podem esperar mudanças em termos de qualidade de câmera. Mas isto não significa que a câmera do smartphone não tire boas fotos: o software da Samsung e os recursos no aplicativo de câmera da linha S21 são um ponto positivo da série atual.

Bola fora: aumento de preço mesmo com a remoção do carregador

Do ponto de vista puramente econômico, uma atualização para um dos modelos S21 poderia se justificar caso os aparelhos tivessem chegado por um preço inferior. Infelizmente isso não aconteceu no Brasil, apesar da redução de preços no exterior.

Lá fora, a Samsung conseguiu reduzir o valor dos três dispositivos, o que ajuda a perdoar a remoção do carregador. Já no Brasil, o preço de tabela do modelo básico aumentou cerca de R$ 500, isso sem levar em conta que talvez seja necessário comprar um adaptador de energia com uma porta USB-C.

Mas sempre vale lembrar que a linha Galaxy S da Samsung é extra-oficialmente a campeã em queda dos preços! Apenas três meses após o lançamento global da série S21, os preços já caíram da seguinte forma:

Desvalorização em pouco mais de um mês no Brasil

Modelo Preço de tabela Preço de mercado
Galaxy S21 R$ 6.000 R$ 4.600
Galaxy S21+ R$ 7.000 R$ 5.400
Galaxy S21 Ultra R$ 9.500 R$ 8.000

Claro que isto vale para outros modelos da marca: você não apenas economiza dinheiro ao esperar um pouco mais pelo Galaxy S21, como também pelo Galaxy S20, que fica cada vez mais atraente e já pode ser encontrado por menos de R$ 3.000 no Brasil.

Conclusão: atualização para o S21 é mais para fãs ou donos do S10

No geral, não acredito que a atualização do Galaxy S20 para o Galaxy S21 valha a pena. As inovações técnicas são muito pequenas e o processador mais potente talvez seja o melhor argumento a favor do novo modelo. Mas como os flagships sempre trazem desempenho de sobra, acho difícil que algum usuário fique insatisfeito com a performance do modelo anterior.

Para você, vale a pena trocar o S20 pelo S21?

No final das contas, sobra o novo design como um bom motivo para mudar para um dos modelos S21. Mas isso é uma questão de gosto e, na prática, não se reflete em um salto de qualidade ou experiência de uso.

Acredito que o S21 seja mais interessante para donos de smartphones mais antigos — não importando se são fãs da Samsung. Se você se encaixa neste grupo e está procurando por um celular Android elegante e, mais importante, de qualidade em 2021, você deve considerar a série S21.

ÚLTIMOS ARTIGOS

2 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Corro de Exynos, seja qual for , mil vezes mediatek ou snapdragon.


  • Vou ser bastante sincero, o S20 com Exynos 990 foi o pior processador lançado da Samsung. Tive o S10e e bebia bem quando usava os dados móveis. Até vendi, a linha S20, consegue ser pior aquecendo muito o aparelho em tarefas pesadas e ainda leves quando a câmera é acionada.

    O S21 com Exynos 2100, houve uma melhora, mas de no máximo 30% o qual ainda é insuficiente. Basta vermos muitas pessoas reclamando no YouTube, mostrando esses relatos. Com o Snapdragon, a coisa muda de figura, com uma eficiência energética bem superior.

    Atualmente não recomendo nenhum deles, a não ser que a Samsung lance uma atualização para otimizar esse aquecimento. Mas acho difícil, visto que até o S20 FE sofre e muito com aquecimento.

    Não é à toa que estou aguardando o A52 5G com Snapdragon 750G, sendo bem mais eficiente para quem procura essas opções citadas.