Mais um? Nova política de dados do Tinder assusta usuários

Mais um? Nova política de dados do Tinder assusta usuários

Usuários do Tinder no Brasil podem ter se deparado, nos últimos dias, com uma mudança nos termos de privacidade do Tinder, que incluem o envio de dados para filiadas internacionais do aplicativo. 

O aviso que aparece na tela é bem claro: "Antes de usar o Tinder novamente, precisamos rever nossos Termos e Condições. É obrigatório revê-los para que você possa continuar a deslizar." 

A partir de agora, quem quiser continuar usando o aplicativo deve, além de concordar com todos os Termos e Condições, autorizar a transferência de suas informações pessoais a terceiros - e também internacionalmente. 

A mudança pode ter causado confusão em algumas pessoas: afinal, quais dados são compartilhados? Se você tem essa mesma dúvida, continue lendo. 

Tinder: dados de usuários são compartilhados com terceiros

O grupo responsável pelos dados de usuários do Tinder que não vivem na União Europeia nem no Japão é o Match Group, composto pelos aplicativos Tinder, OkCupid, Plenty of Fish, Match, Meetic, Hinge e Pairs.

É essencial que saibamos disso, uma vez que as informações no aplicativo são compartilhadas com todas essas empresas - também de apps de relacionamento -, para atividades que incluem "operações de processamento técnico, atendimento ao cliente, marketing e publicidade direcionada, apoio financeiro e de contabilidade". 

Assim, a partir do momento que o usuário acerta os Termos de Uso do Tinder, o aplicativo tem total autorização para transitar esses dados entre empresas - e entre suas parceiras, inclusive para direcionar anúncios com base em seu perfil. Quanto a isso, a Política de Privacidade é bem clara:

"Podemos também compartilhar essas informações com outras empresas do Match Group e terceiros (especialmente anunciantes) para desenvolver e fornecer publicidade orientada sobre os nossos serviços e sites e sobre aplicativos de terceiros, e para analisar e criar relatórios em relação à publicidade que você vê. Podemos combinar essas informações com informações não pessoais adicionais ou com informações pessoais em formato não lido por seres humanos sob a forma de hashes, coletadas a partir de outras fontes."

Quando minhas informações são enviadas para outros países?

O Tinder também prevê que algumas de suas informações sejam enviadas para outros países, mas somente em casos específicos. São eles:

  • Resposta a spam;
  • Abuso;
  • Fraude;
  • Condutas impróprias.

Os dados compartilhados são: endereço de IP e e-mail, número de telefone, nome, sobrenome, país de residência, idade e outros.

Como impedir que o Tinder colete meus dados

Uma vez que os Termos de Uso tenham sido aceitos, seus dados são compartilhados com a empresa. No entanto, é sempre possível deletar a sua conta e enviar uma solicitação ao Tinder para que a plataforma elimine suas informações do banco de dados.

Caso nenhuma solicitação de exclusão seja feita, seus dados serão mantidos no app por até 3 meses.

Agora que você já sabe como suas informações são usadas no Tinder, já pode optar por aceitar os Termos de Uso e continuar com os matches, ou excluir a sua conta. O que você acha do app? Não deixe de contar pra gente nos comentários.

ÚLTIMOS ARTIGOS

Artigos recomendados

1 comentário

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.