NextPit

Gostosuras ou travessuras? Apple tem lucro recorde e Facebook muda de nome

Gostosuras ou travessuras? Apple tem lucro recorde e Facebook muda de nome

Feliz dia das bruxas! Em homenagem ao dia de hoje, peço licença poética para celebrar o Halloween nesta coluna: Apple acumula recorde de gostosuras em 2021 e Facebook muda de nome depois de anos de travessuras.

Porém, antes de falarmos sobre os perdedores e vencedores deste domingo, compartilho abaixo cinco destaques da cobertura do NextPit na semana que passou:

Vencedora da semana: Apple tem o melhor ano da sua história

A Apple deixou de faturar US$ 6 bilhões de dólares por conta da escassez de chips entre os meses de julho e setembro de 2021, mas isso não impediu a empresa de ter o melhor ano da sua história, com lucro líquido de US$ 20,55 bilhões no último trimestre do ano fiscal, que terminou em setembro.

Em comunicado à imprensa, a Apple informou que a receita da companhia no período foi recorde, chegando a US$ 83,36 bilhões, alta de 28,8% na comparação com o mesmo período de 2020. De acordo com a empresa, o resultado foi puxado pela receita de produtos como o iPhone, que geraram receitas de US$ 38,86 bilhões, acima dos US$ 26,44 bilhões registrados na comparação anual.

A Apple não não divulga vendas de unidades do dispositivo, mas segundo o jornal The Wall Street Journal, analistas estimam que a Apple tenha entregue um recorde de 238 milhões de iPhones no último ano fiscal. Para o ano fiscal de 2021 (que termina em setembro de 2022), este número deverá ser de 233 milhões.

NextPit Apple iPhone 13 display
Será que o iPhone 13 terá o mesmo destino do iPhone 12? Ser um sucesso! / © NextPit

Perdedor da Semana: Facebook Inc. agora atende por Meta

Frequentadora habitual desta coluna, a empresa controladora de serviços como Facebook, Instagram e WhatsApp mudou de nome essa semana. A companhia agora atende pelo nome Meta.

Depois de vermos o Facebook envolvido em mais um escândalo revelando o quanto a rede social facilita a propagação de fake news e coloca em risco a saúde mental de adolescentes, o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg anunciou a novidade na última quinta-feira (28), durante o Facebook Connect 2021. Com isso, a matriz Facebook Inc. foi rebatizada de Meta, fazendo uma clara distinção com a rede social Facebook.

"Meta" é oriunda de "Metaverso", um conceito de universo virtual (3D) com diversos níveis de imersão no qual conexões sociais são possíveis. Essa é a aposta da empresa para o futuro da Internet. E, segundo Zuckerberg, o nome Facebook estaria limitando o entendimento deste universo virtual à rede social Facebook.

Contudo, apesar da justificativa um tanto quanto complexa, o objetivo por trás dessa decisão é um pouco mais simples: mudar a imagem de empresa, constantemente associada à escândalos nos últimos anos. A questão é que o problema não está no nome da companhia, mas nas decisões baseadas no lucro e não na segurança de quem usa os serviços da agora intitulada Meta.

Mark Zuckerberg e demais acionistas da Meta podem até querer direcionar a nossa atenção para um universo virtual baseado em produtos e software de Realidade Virtual e Aumentada como o Oculus Quest, mas não será tão simples assim apagar as consequências da Cambridge Analytica ou dos algoritmos que impulsionam informações falsas no Facebook. O estrago já foi feito!

Feliz dia das Bruxas! E aí, o que você achou das escolhas desta semana? Compartilhe a sua opinião nos comentários deste artigo. Até o próximo domingo!

Gostou do artigo? Então compartilhe!
Comentar agora

ÚLTIMOS ARTIGOS

Artigos recomendados

8 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Soterio Salles há 1 mês Link para o comentário

    Apple lucrando mais por causa do paninho que tá esgotado em todo canto kkkkkkkkkkkkkkkkkk


  • Jairo rios há 1 mês Link para o comentário

    Esqueceram de informar que a MS ultrapassou a Apple , e agora é a empresa mais valiosa do planeta.


    • Camila Rinaldi
      • Admin
      • Equipe
      há 1 mês Link para o comentário

      Não foi esquecimento, na realidade focamos no tema que cobrimos no site: smartphones. Como não temos um editorial grande no NextPit, infelizmente não conseguimos cobrir a área de PCs, o que deixa a MS e afins normalmente de fora. Mas obrigada por lembrar a nossa comunidade sobre o caso. Provavelmente no próximo trimestre a Apple retome o posto. É basicamente o que vem acontecendo nos últimos anos, uma sobe e a outra desce! :)


  • Penskemen há 1 mês Link para o comentário

    Pois ééé... O Sr. Mark Zuckerberg com apresentação de provas testemunhais e documentais tanto nos EUA quanto na Europa, está sendo formalmente acusado de disseminação de discursos de ódio e notícias falsas para aumentar suas margens de lucro. E tem gente hoje em dia que começa a sentir falta da finada 1ª rede social de sucesso, chamada de Orkut (comprada pelo Google e fechada logo em seguida para dar espaço ao Google+ ou Plus como queiram, que também foi descontinuada). Eu amava o Orkut e perdia noites conversando nas comunidades de assuntos de tecnologia. Mas acabou, e o Facebook deu no que deu... O dinheiro e a ganância estragam tudo "infelizmente". Já em relação a Apple e seu carro chefe iPhone só uma palavra, uma máquina de fazer dinheiro com sucesso inabalável, mas como dizem... O luxo, e a tecnologia de ponta tem seu preço😉👍


    • Camila Rinaldi
      • Admin
      • Equipe
      há 1 mês Link para o comentário

      Olha, quando o Facebook ficou popular, o Orkut já não tinha mais para onde ir, os donos da rede social foram conservadores e a plataforma morreu. O Facebook está fadado a morrer também, pelo menos da forma como é hoje. O público jovem já não tem interesse em usar a plataforma, que está cada vez mais inútil a meu ver.

      O que me parece realmente interessante nessa mudança de nome, no entanto, é o fato da maior marca do mundo ter mudado de nome. Esse foi um movimento dramático e as consequências ainda estão por ser vistas. Pessoalmente, não gostaria de ver essa idea de espaço virtual para interação social como pintada pela Meta ter sucesso. Sou fã da realidade mista, mas ainda prefiro uma caminhada no parque ou ida ao Museo no mundo físico em vez do virtual!


      • Penskemen há 1 mês Link para o comentário

        Olá Camila satisfação por receber sua réplica. Em relação aos aplicativos de redes sociais que surgiram posteriormente ao Orkut, lamentavelmente tiveram seus usos "por conveniências condenáveis", desvirtuados com advento do uso de algoritmos que maliciosamente manipulava os posts dos usuários. E isso perigosamente trouxe prejuízos, pois já existem estudos que demonstram que o jovem está trocando a vida real pela virtual, com uso desenfreado (horas a fio) nessas redes sociais. Isso já está acarretando desvios nos seus comportamentos, pois estão trocando o convívio pessoal pelo virtual. Existem relatos de Psicólogos em que pais e mães não conseguem mais afastar os filhos dessas redes sociais "nem para dormir", ocasionando prejuízos nos seus estudos. Os desdobramentos disso Camila e as consequências do que está sendo revelado nessa questão do Facebook, como você mencionou (com muita capacidade):
        - Esse foi um movimento dramático e as consequências ainda estão por ser vistas.

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.