NextPit

Vencedores e perdedores: iPhone 13 Pro é destaque no NextPit enquanto mercado de celulares encolhe

Vencedores e perdedores: iPhone 13 Pro é destaque no NextPit enquanto mercado de celulares encolhe

Em 2021, é a Apple que assina a fabricação do melhor smartphone para fotografia no ano. Como podemos afirmar isso? Simples, a  comunidade NextPit escolheu o iPhone 13 Pro como o celular com a melhor câmera do ano! Mas como nesta coluna dominical nem tudo são flores, os últimos dias revelaram aquilo que já estamos falando há algum tempo: o mercado de smartphones está encolhendo, e não é pela falta de interesse!

Como de costume, no entanto, antes de falarmos sobre os vencedores e perdedores da semana, compartilho abaixo cinco destaques da cobertura do NextPit nos últimos dias:

Vencedor da semana: iPhone 13 Pro é o melhor para fotos

Entre o lançamento do nosso teste de câmera às escuras e o anúncio do resultado final foram exatamente sete dias. Este também foi o tempo que a nossa comunidade teve para votar nas fotos que julgava serem as melhores dentre as cinco opções concorrendo pelo posto de "câmera topzera do ano".

E a competição foi acirrada. Como muito bem apontado pelo meu colega Stefan Möllenhoff, de um total de 16.575 votos, apenas 17 fizeram a diferença no final. Para se ter uma ideia, o iPhone 13 Pro ficou apenas 1 ponto à frente do Google Pixel 6 Pro, e ambos os modelos foram seguidos de longe pelos Samsung Galaxy S21 UltraOnePlus 9 Pro e Oppo Find X3 Pro.

NextPit Apple iPhone 13 Pro camera back
Essa é a melhor câmera montada em um smartphone em 2021 / © NextPit

O nosso teste é projetado para mostrar a opinião de quem curte e acompanha a evolução das câmeras em smartphones, portanto, queremos agradecer a todas as pessoas que dedicaram um tempo para analisar cada foto e escolher aquela que julgava ser a melhor. Muito obrigada, comunidade NextPit!

Perdedor da semana: mercado de smartphones encolhe

Na coluna da semana passada, a Apple foi consagrada a vencedora por ter fechado o ano fiscal com o melhor resultado da sua história. Já na última quinta-feira, a Samsung aparecer no relatório da Counterpoint Research como a fabricante líder do mercado de smartphones no continente Europeu durante o terceiro trimestre de 2021.

A Xiaomi também merece destaque aqui, pois abocanhou o segundo lugar na quota do mercado de celulares no velho continente, tendo um crescimento anual de 51%.

Europe Smartphone Market Q3 2021
Samsung mantem a liderança na Europa, mas mostra sinais de perde de espaço em 2021! / © Counterpoint Research

Contudo, apesar do grande sucesso de aparelhos como o iPhone 13 e o Galaxy Z Flip 3, a realidade é que o mercado de smartphones teve uma queda em volume de vendas em relação ao mesmo período do ano anterior. E isso necessariamente não está necessariamente conectado ao fato das pessoas perderem o interesse nos celulares.

De acordo com dados da Canalys, amplamente divulgados pela imprensa mundial, um número menor de aparelhos foram distribuídos em todo o mundo no terceiro trimestre de 2021 em comparação com o mesmo período do ano passado. Para ser mais precisa, a queda foi de 6% (325,5 milhões de unidades enviadas em 2020 contra 348 milhões em 2021).

O motivo disso: a uma escassez global de chips.

É claro que a desaceleração do mercado de smartphones é algo esperado e vem acontecendo pelo menos desde 2016. Isso é um reflexo do amadurecimento do consumidor que hoje troca de aparelhos em um intervalo de 2 a 3 anos. Os dispositivos também tiveram a vida útil prolongada depois que as fabricantes otimizaram o suporte de atualizações do sistema operacional e tecnologias de recarga de bateria.

Contudo, a pandemia da Covid-19 provocou o fechamento de fábricas entre 2020 e 2021, causando uma escassez grave de peças e semicondutores para a indústria de celulares.

Logo, mesmo que empresas como a Apple comemorem resultados financeiros históricos alavancados especialmente pela venda de smartphones, os números não mentem: o mercado de smartphones está encolhendo e não é pela falta de interesse!

E é nesse espírito de "quero, mas não tenho" que encerro a coluna deste domingo! E aí, o que você achou das escolhas desta semana? Compartilhe a sua opinião nos comentários deste artigo.

Gostou do artigo? Então compartilhe!
Comentar agora

ÚLTIMOS ARTIGOS

Artigos recomendados

3 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Penskemen há 3 semanas Link para o comentário

    O mais estranho, inexplicável, incompreensível e inusitado nesse relatório da Counterpoint Research é a ausência total do nome da Google (leia-se Pixel 5, visto que o Pixel 6 acabou de ser lançado). Se o Pixel 6 tiver o mesmo desempenho de vendas da geração anterior, acho que isso vai se traduzir em um tremendo prejuízo para as vendas da Google, e principalmente para quem adquiriu esse modelo, afinal possuir um modelo de aparelho com pouca penetração no mercado, é sinal de depreciação futura do aparelho. Será interessante acompanhar esse assunto nos próximos meses...🤔


  • Alexandre há 3 semanas Link para o comentário

    Triste ver a Huawei/Honor simplesmente evaporando do graphshares


  • Jairo rios há 3 semanas Link para o comentário

    O mercado de PCs e smartphones está saturado , para o de PCs talvez de uma pequena aquecida devido ao lançamento do W11 o qual necessita de specs de hardware mais atuais para rodar , mas “problema” facilmente contornável instalado alguma distro Linux ou instalando o Chrome OS , o que eu fiz . Quanto aos smartphones os fabricantes e desenvolvedores terão que desenvolver algo realmente impactante , super resoluções de câmera já não atraem mais os consumidores.

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.