Vencedores e perdedores da semana: WhatsApp arrependido e Apple vacilona

Vencedores e perdedores da semana: WhatsApp arrependido e Apple vacilona

Nos vencedores e perdedores dessa semana, a Apple vacila quando o assunto é segurança infantil na App Store e está oficialmente elevada à Loser of the Week. Enquanto isso, o WhatsApp parece voltar atrás em relação aos controversos termos de uso da plataforma recentemente atualizados, por isso, quem usa o mensageiro é quem vence neste domingo!

Como de costume, antes de falarmos das nossas escolhas, vamos dar uma pincelada no que aconteceu de mais interessante no universo tech nos últimos dias.

WhatsApp terá app nativo para tablets

Entre os destaques da semana no NextPit, tivemos um vazamento revelando que, em breve, o mensageiro mais utilizado no mundo terá um aplicativo nativo para tablets Android e iPads. Segundo a análise do código da versão beta do WhatsApp, o site WABetainfo publicou screenshots mostrando um iPad sendo vinculado à conta principal do WhatsApp.

Com isso, em vez de usar o WhatsApp Web no navegador, o recurso multi-dispositivo irá oferecer suporte para uso do app de forma nativa no iPad. Isso vale também para tablets rodando o sistema operacional Android. Você encontra mais detalhes sobre o assunto no link abaixo: 

WhatsApp TabletWhatsApp pode ter em breve um app nativo para iPad / © NextPit

Estamos próximos do lançamento oficial do Android 12

Isso mesmo, a nova versão do sistema operacional do Google está prestes a ser anunciada oficialmente. Isso porque aquele que deve ser o último update da versão beta do Android 12 foi disponibilizado na quarta-feira (25). O Android 12 Beta 4.1 fez as últimas correções de erros do sistema nos smartphones Pixel e, como de costume, não adicionou novidades. Veja os detalhes aqui.

Com isso, estamos muito próximos do anúncio oficial do Android 12, já que o sistema atinge com este update a estabilidade final da plataforma. É claro que ainda podemos ver o Google fazendo melhorias no SO antes do lançamento, mas considerando o que aconteceu com o Android 11 e Android 10, o próximo mês pode nos reservar boas surpresas!

Google vai descontinuar o app Android Auto

E já que estamos falando do Android 12, o novo SO já parece ter feito uma nova vítima. Após confirmar que não termos mais a atual personalização de temas na próxima versão do Android, o Google veio a público para dizer que o aplicativo Android Auto será descontinuado com o update do sistema operacional para a versão mais recente.

O motivo: focar no desenvolvimento de apenas uma experiência global do Android para automóveis, que é o Modo Direção do Google Assistente.

De um lado, evitar a redundância de recursos é um ponto válido aqui, pois deixa o sistema do Google muito mais consistente. Contudo, como relatei mais cedo essa semana, é um pouco preocupante ver o Assistente recebendo cada vez mais atenção por parte do Google, fazendo com que mais pessoas renunciem a serviços alternativos e tenham que passar a utilizar o assistente virtual da gigante das buscas ainda mais.

YouTube no iPhone agora tem modo Picture-in-Picture

Se você possui um iPhone e é fã do YouTube, talvez essa tenha sido a melhor novidade dos últimos dias: o modo Picture-in-Picture (PiP) está disponível - ainda em fase de testes - para o aplicativo YouTube no iOS.

A parte não tão agradável dessa novidade, no entanto, é que a opção está reservada apenas para assinantes do plano premium do serviço de streaming de vídeo. Com o modo PiP você pode assistir a um vídeo do YouTube em uma janela flutuante na tela do seu iPhone enquanto estiver usando o WhatsApp, por exemplo, ou navegando na Internet.

E é claro que nós temos um tutorial mostrando como ativar o modo Picture-in-Picture no YouTube!

ios 15 pip mode youtube app
Assista a um vídeo do YouTube no iPhone enquanto navega pelo sistema / © NextPit

Vencedor da semana: quem utiliza o WhatsApp

Há quase três meses, o debate em torno das mudanças nos termos de uso do WhatsApp estampava a capa da maioria dos sites de tecnologia. Embora não tenhamos visto nenhuma consequência referente a aceitação ou não das novas regras de utilização do mensageiro até o momento, essa semana algumas novidades surgiram no horizonte.

De acordo com o que foi levantado pelo time do WABetaInfo, no futuro, os novos termos e condições do WhatsApp terão que ser aceitos apenas por quem quiser se comunicar com algumas contas comerciais — que usam os recursos do WhatsApp Business. Assim, se você ainda não aceitou os novos termos e condições do aplicativo de mensagens, aparentemente não terá que fazê-lo e, logo, não terá nenhum tipo de limitação de uso do WhatsApp.

WhatsApp AGB Optional NextPit
Apareceu no código do WhatsApp beta: no futuro, os novos termos e condições do WhatsApp terão que ser aceitos apenas por quem quiser se comunicar com contas comerciais  / © Wabetainfo

Em resumo, você que usa o WhatsApp é o vencedor dessa semana, pois irá se ver livre de qualquer consequência mais drástica por parte do Facebook — proprietário do serviço — por não ter aceitado a imposição das novas regras do mensageiro. Afinal de contas: a voz do povo é a voz de Deus... Bem, ainda não...

Acontece que tal informação ainda não foi oficialmente confirmada pelo Facebook. Porém, como relatamos o trabalho do WABetaInfo aqui no canal com frequência, as chances deste rumor se tornar realidade são realmente grandes. Então, bora comemorar!

Para saber mais detalhes sobre o tema, leia: WhatsApp prepara uma boa notícia para quem não aceitou as novas regras.

Perdedora da semana: Apple por permitir que menores tenham fácil acesso à pornografia na App Store

A Apple afirma que mantém um controle rígido sobre os criadores da App Store para proteger os consumidores de conteúdo prejudicial, mas nem mesmo colocou a proteção mais óbvia para manter usuários menores de idade seguros. Se a Apple já sabe que um usuário tem menos de 18 anos, como pode permitir que o usuário baixe apps adultos?

A afirmação acima foi feita por Michelle Kuppersmith, diretora-executiva da Campaign for Accountability (CfA), que promove o Projeto de Transparência Tecnológica (TTP na sigla em inglês). De acordo com ela, a Apple não limita propriamente o acesso de menores de idade a material adulto na loja. Mais do que isso, as medidas básicas relacionados à segurança infantil estão sendo ignoradas.

Na quarta-feira, o jornal The Guardian publicou os resultados de um estudo da CfA, que identificam a loja de aplicativos da Apple como uma plataforma insegura para crianças.

Para tanto, a organização usou um ID da Apple para se passar por uma pessoa de 14 anos, e examinou cerca de 80 aplicativos disponíveis na App Store que apareciam como conteúdo limitado para maiores de 17 anos. Fazendo isso, foi possível comprovar que, na maioria dos serviços, foi muito fácil burlar as restrições de idade e, assim, acessar tais conteúdos "proibidos".

Alguns dos serviços usados no estudo eram apps de encontro e bate-papo para adultos, muitos dos quais ofereciam acesso a imagens explícitas e, em pelo menos um destes, foi possível acessar conteúdos pornográficos sem restrição de idade.

Em 37 destes aplicativos, tivemos outra falha crítica de segurança: era possível se registrar como novo usuário utilizando o ID da Apple mesmo que a conta fosse vinculada a um perfil de menor de idade.

Em resumo, o resultado do estudo é que a Apple possui um ecossistema perigoso para menores de idade. E, convenhamos, não é bem isso que a companhia anda anunciando por aí. Aliás, a Apple sempre utilizou suas políticas de segurança e privacidade como carro-chefe das suas campanhas publicitárias, em especial, quando se tratava do público infantil.  

E é com essa pulga atrás da orelha de muitas mães e pais que dou por encerrada a coluna deste domingo! Você concorda com as nossas escolhas nessa semana? O que você considerou positivo ou negativo na semana e gostaria de compartilhar com a comunidade NextPit? Nós apreciamos demais a sua opinião, então, escreve pra gente!

Gostou do artigo? Então compartilhe!
Comentar agora

2 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Jairo rios há 3 semanas Link para o comentário

    Finalmente um app oficial do WhatsApp para tablets , quanto a Apple e sua falta de proteção para kids........mesmo se tivesse ,em pouco tempo apareceriam no YT e na net centenas de “dicas” para burlar esta proteção, cabe aos pais educar seus filhos.


  • Penskemen há 3 semanas Link para o comentário

    Tenhamos em mente que a atual cultura dos pais e mães são presentear seus filhos com smartphones, como se fossem "mais um brinquedo" para que as crianças se entretenham com joguinhos na maioria das vezes nada infantis. Aí com um aparelho nas mãos e acesso irrestrito a Internet, o estrago virá mais adiante nos desvios de personalidade, comportamento e atitudes. Então eu diria que "desta vez" a culpa e responsabilidade não é da Apple, e sim dos pais que deveriam ocupar o tempo dos filhos com atividades lúdicas, e não com smartphones🤔