NextPit

Na próxima semana: Xiaomi confirma lançamento da Mi Band 4 em 11 de junho

xiaomi mi band 4 lancamento na china
© Xiaomi/Weibo

A famosa smartband da Xiaomi terá uma sucessora que será lançada nos próximos dias. Veja o que você pode esperar do Xiaomi Mi Band 4.

NextPit Logo white on transparent Background
NEXTPITTV

Mi Band 4 será lançada em 11 de junho

A Xiaomi resolveu oficializar a data de lançamento da Mi Band 4, que acontecerá no dia 11 de junho na China. A publicação da marca foi seguida da imagem abaixo, que deixa bastante óbvio a presença do display OLED colorido:

mibandlaunchchinaofficial
Imagem de divulgação do lançamento da Mi Band 4 / © Xiaomi/Weibo

A atual pulseira fitness da Xiaomi, a Mi Band 3, pode ser considerada inigualável no mercado. Sim, existem outras e até com melhores recursos, mas não há uma que ofereça tanto por menos de R$ 150. O fator preço levou a um grande sucesso para a Xiaomi, incluindo aqui no Brasil, onde não é vendida oficialmente, e a Mi Band se tornou uma das mais vendidas no mercado.

Veja o review da Mi Band 3 completo:

Mi Band 4 com OLED colorido

Diferente da geração atual, que carrega uma tela OLED monocromática de 0,78 polegadas sensível a toques, resolução 128x80 pixels, a quarta geração da pulseira inteligente da Xiaomi deve trazer um painel colorido. O botão físico característico de gerações anteriores será virtual na Mi Band 4, que trará ainda a Xiao AI, versão simplificada do Google Assistente criada pela fabricante chinesa para fazer pequenas consultas, como previsão do tempo.

395343 side
Mi Band 4 vaza novamente com tela colorida / © OnLeaks

Recursos da Xiaomi Mi Band 4

Os últimos rumores indicam ainda que esta nova smartband terá um GPS integrado e um altímetro barométrico, tornando a sua localização muito mais precisa. Esta é uma das fraquezas das gerações anteriores, já que o pedômetro nunca foi muito preciso (ao menos, não como os concorrentes). Também há previsão de uma versão com NFC dedicada ao mercado chinês.

Mi Band 3 tile
Mi Band 4 com tela colorida / © SlashLeaks

Mas aí fica a pergunta mais importante para os brasileiros: a Xiaomi vai manter um preço ótimo como temos hoje ou terá que mexer nesse delicado quesito?

Fonte: SlashLeaks

Gostou do artigo? Então compartilhe!
Comentar agora

Artigos recomendados

9 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Léo Walk 06/06/2019 Link para o comentário

    Dependendo do valor lá hora se for alto, vou continuar com a Mi Band 3 mesmo. Agora se for um valor convidativo, com certeza vou importar um pra mim e a antiga repassar pra esposa...rsrsrsrs...


  • Rafael Nunes 05/06/2019 Link para o comentário

    Poxa, fiquei desanimando com o valor da Mi band 3 aqui, 199 reais. Eles poderiam pelo menos vender esse item no preço que os outros comércios estão vendendo. Hoje você chega pagar 130 em uma. Se eles trouxerem a Mi band 4, quanto vai custar aqui? Eu já fico com pé atrás de querer comprar na loja oficial.


  • José Luís Silva Martiniano 05/06/2019 Link para o comentário

    Parece bem bacana.


  • Jean Braga 04/06/2019 Link para o comentário

    Será que esse modelo será compatível com as pulseiras da mi band 3?


    • Tharcyzo 05/06/2019 Link para o comentário

      Acho bem difícil, eles mudaram até o modo de carregar.


  • Uendly Marques 04/06/2019 Link para o comentário

    A mi Band 4 vocês tem alguma noção de quando chegará no Brasil mais ou menos ?


    • Marcos Cerimarco 04/06/2019 Link para o comentário

      Com certeza mais rápido do que imaginamos....


  • Jairo rios 04/06/2019 Link para o comentário

    Interessante , e em 12 de Junho lançarão mais um modelo de smartphone, até a Samsung já está com inveja.


    • Felipe de Carvalho 04/06/2019 Link para o comentário

      Há uma grande quantidade de lançamentos, mas nem todos produtos estão disponíveis em todos mercados regionais. Se formos contabilizar todos aparelhos lançados pelas fabricantes em escala mundial, não me parece que a Xiaomi se destacaria.

      Mas em todo caso, ainda que fossem lançados 4 aparelhos por mês, desde que mantidas as atualizações (da MIUI, do Android e de segurança) como vem sendo feito, não vejo problema.

      Afinal, qual o prejuízo em dar mais opções ao consumidor?

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.