Os melhores celulares dobráveis para comprar em 2021

Os melhores celulares dobráveis para comprar em 2021

Que celulares dobráveis você deve comprar em 2021 e quais modelos estão disponíveis? Em nossa comparação dos melhores smartphones com tela dobrável, apresentamos aparelhos da Samsung, Huawei, Motorola & cia. Aproveitando, também citamos as vantagens e desvantagens dos novos smartphones dobráveis.

Pegue um atalho

  1. Samsung Galaxy Z Fold 2: O melhor dobrável.
  2. Motorola Razr 5G: Frio e bem... simplesmente legal
  3. Samsung Galaxy Z Flip 5G: Mini coisa sem charme
  4. Xiaomi Mi Mix Fold: sonho distante para o Brasil
  5. Microsoft Surface Duo: Conjunto com X
  6. LG V60 ThinQ 5G: Adeus, LG

Para onde aponta o futuro dos celulares? Esta pergunta se tornou muito mais importante há alguns meses, com o lançamento dos primeiros modelos com tela dobrável. É claro que os telefones dobráveis já existem há algum tempo, mas modelos como o Galaxy Fold ou o Motorola Razr têm uma característica especial: eles têm telas flexíveis.

Depois do lançamento surpresa do desconhecido Royole FlexPai, a Samsung não perdeu tempo e apressou a chegada ao mercado do Galaxy Fold — com resultados desastrosos nos protótipos distribuídos à imprensa —, assumindo a liderança do segmento, apoiado no domínio do mercado de telas OLED da subsidiária Samsung Display.

Mas a verdade é que o mercado de dobráveis é extremamente pequeno, e estamos apenas mostrando os produtos dobráveis que você pode comprar atualmente. Com isso, analisaremos o mercado de celulares em junho de 2021 e apresentaremos alguns prós e contras para os modelos dobráveis a seguir.

Samsung Galaxy Z Fold 2: O melhor celular dobrável

NextPit Samsung Galaxy Z Fold 2 camera fold
O Samsung Galaxy Z Fold 2 não é apenas um gadget, é também um poderoso celular / © NextPit

O Samsung Galaxy Z Fold 2 não é apenas o melhor dobrável, é também um dos melhores celulares que o dinheiro pode comprar no momento. No entanto, atualmente em torno de R$ 10.000, o Galaxy Z Fold 2 não é nem mesmo o modelo mais caro nesta comparação — mas é de longe o melhor.

Depois dos problemas iniciais com o primeiro Galaxy Fold, a Samsung aprendeu muito e construiu um grande smartphone. O review do Antoine tem o subtítulo: "Este conto de fadas pode nunca mais acabar", e ele ficou empolgado com a enorme tela interna, quase sem bordas, a tela externa ampliada e o uso intuitivo, bem como com a sólida construção.

É claro que também há pontos negativos: é possível encontrar câmeras melhores nesta faixa de preço, e como em quase todos os celulares dobráveis, a autonomia da bateria não é a ideal. E sim: os produtos dobráveis ainda são caros no momento.

Motorola Razr: bacana e bem... legal

AndroidPIT motorola razr 2019 handson 09
O Motorola Razr é um aparelho elegante / © NextPit

O Razr da Motorola é meio que a turminha popular do colegial: 15 anos atrás, todos tinham ciúmes e não conseguiam ficar longe deles. O fator "cool" pode até estar intacto hoje, mas por algum outro motivo o resto não amadureceu junto. Infelizmente, a Motorola Razr tem um hardware medíocre, especialmente para o preço de lançamento.

Atualmente por cerca de R$ 4.000, o Motorola Razr 5G infelizmente tem apenas o processador Snapdragon 710 intermediário, uma única câmera bastante medíocre e uma bateria que é apenas 2.510 mAh. Você está comprando um celular de R$ 1.500 com um display de R$ 8.000.

Samsung Galaxy Z Flip: mini sem charme

AndroidPIT Samsung Galaxy Z Flip screen
Em comparação com o Motorola Razr, o Galaxy Z Flip parece não ter alma / © NextPit

Para ficar com a metáfora da escola: O Samsung Galaxy Z Flip é o colega nerd do Motorola Razr: menos bacana, mas de alguma forma melhor adaptado à vida real. Por pouco menos de R$ 8.000, você recebe um poderoso Qualcomm Snapdragon 855+ (865 no modelo 5G), três câmeras (selfie, grande angular, ultra grande angular) e uma bateria de 3.300 mAh um pouco mais forte.

Por outro lado, o Samsung Galaxy Z Flip simplesmente não tem o charme do Razr. Desculpe, Samsung, isso não é algo que dá para comprar.

Xiaomi Mi Mix Fold: sonho distante para os brasileiros

xiaomi mi mix fold event nextpit 10
Chique, mas fora do alcance: o Xiaomi Mi Mix Fold / © Xiaomi

A Xiaomi apresentou seu primeiro celular dobrável em março, o Mi Mix Fold. A tela é maior que a do iPad Mini quando aberto, o sistema de câmera traz 108 megapixels e lentes líquidas inovadoras, e graças ao Snapdragon 888, promete desempenho de sobra. A má notícia é que o modelo ainda deu sinais de quando deixará as fronteiras chinesas.

Até agora, a Xiaomi anunciou o Mi Mix Fold somente para o mercado chinês. Convertido, o celular custa mais de R$ 11.000 sob importação, o que pode ser até competitivo em vista do que é oferecido e em comparação direta com a concorrência, porém é preciso lembrar que a versão chinesa geralmente traz diferenças de apps em relação ao modelo global.

Independentemente da chegada do Mi Mix Fold ao Brasil, de acordo com rumores, porém, a Xiaomi já prepara o próximo dobrável. Assim, é possível que o primeiro Mi Mix Fold tenha o mesmo destino que o dobrável Royole Flexpai 2, que nunca chegou ao ocidente após seu anúncio há cerca de nove meses.

Microsoft Surface Duo: conjunto com X

AndroidPIT microsoft surface duo closeup
Microsoft Surface Duo foi anunciado quase um ano antes de chegar às lojas / © NextPit

A Microsoft e os celulares — uma longa e triste história que continua com o Microsoft Surface Duo. Desde o anúncio em outubro de 2019 até o lançamento no mercado norte-americano passaram-se quase um ano, e nem sinal do modelo chegar ao Brasil — na Alemanha, por exemplo, o Duo só foi lançado em fevereiro de 2021...

Para piorar, equipado com o já ultrapassado Snapdragon 855 (topo de linha em 2019), ele não tem suporte 5G, trouxe um software imaturo e câmeras não muito atualizadas. O fracasso foi praticamente inevitável. O desempenho ficou devendo em relação aos rivais, e o smartphone com a grande borda entre os dois displays simplesmente não conseguiu acompanhar Samsung, Huawei e companhia.

LG Velvet (com Dual Screen): adeus, LG

AndroidPIT LG Velvet dual screen front
Belo design do Velvet chegou tarde demais para salvar a LG / © NextPit

 

LG foi muito boa em um ponto antes de jogar a toalha: mostrar que ser "diferente" não significa necessariamente ser "bom". Um exemplo brilhante disso é o Velvet com sua peculiar tela adicional chamada "Dual Screen". Embora os vários truques com a tela adicional sejam definitivamente divertidos — não passam de artifícios que perdem o charme rapidamente.

Apesar disso, o LG Velvet é um bom celular Android, que recebeu 3,5 de 5 estrelas em nosso teste. Entretanto, a concorrência chinesa foi simplesmente melhor nesse meio tempo — e especialmente mais barata, tendo em vista o desempenho oferecido.

Um modelo que não é realmente um dobrável, mas um modelo interessante é a LG Wing, que permite girar o display para o modo paisagem e assim expor uma segunda tela. O que dá fazer com uma tela em forma de T no dia a dia? Testamos o LG Wing e ainda não temos certeza.

Resumindo, e isto talvez seja uma boa conclusão para este texto, ainda não temos certeza sobre a utilidade dos celulares dobráveis. Mas, o recurso — às vezes futurista, às vezes apenas estranho — continua ótimo para impressionar outras pessoas. E como no caso da LG, provavelmente lamentaríamos se eles não estivessem mais entre nós. Que venham mais gerações!

À proposito: a próxima tendência entre celulares já está a caminho. os dobráveis devem dar lugar aos "enroláveis" (ou retráteis), inclusive com um modelo prometido pela própria LG antes da empresa abandonar o mercado. Os próximos meses prometem muitos protótipos, aparelhos conceituais e mais ideias mirabolantes.

ÚLTIMOS ARTIGOS

1 comentário

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Penskemen há 1 mês Link para o comentário

    Vamos fazer uma analogia desse tipo de aparelho. Quem compra um smartphone dobrável tem como objetivo primordial demonstrar que tem um aparelho diferenciado, em outras palavras ostentar certo ? Daí vem a observação; pessoas desse nível da sociedade compram um aparelho dobrável, ou um iPhone 12 Pro Max ? Agora podem apostar, quando a Apple lançar um iPhone dobrável, imagina o que vai ocorrer😂