Review do iPad Pro 2021: vale a pena o upgrade?

Review do iPad Pro 2021: vale a pena o upgrade?

Se você colocar os iPads das últimas três gerações um ao lado do outro e olhar para eles de frente, você provavelmente esfregará seus olhos: eles são muito parecidos entre si. No final, este review se tornou uma mistura de comparação entre velho e novo, conselhos de compra e teste, com a pergunta: O que torna o iPad Pro 2021 ainda melhor e para quem vale a pena a atualização?

Avaliação

Prós

  • Desempenho graças ao chip M1 e à porta Thunderbolt
  • 5G a bordo torna o iPad mais rápido em qualquer lugar
  • Ótimo som
  • Muito boa duração da bateria, especialmente em modo de espera
  • O Palco Central é absolutamente fantástico!
  • A 1ª geração do Magic Keyboard é compatível com o novo modelo

Contras

  • O iPadOS precisa urgentemente de uma atualização para que o desempenho valha a pena
  • A pequena versão de 11'' infelizmente não tem a tela XDR
  • A câmera frontal ainda está no mesmo lugar e, portanto, não está posicionada de maneira ideal

Apple iPad Pro 11" (2021) – Data de lançamento e preço

O iPad Pro 2021 já está disponível em duas versões de tela. A opção de 11 polegadas começa com um preço de R$ 9.719,10 (à vista), com um armazenamento de 128 GBytes e conexão Wi-Fi. Se você quiser a versão com um slot para cartão SIM, o iPad Pro custa R$ 12.799 (R$ 11.519,10 à vista).

O modelo de 12,9'' está disponível a partir de um preço de R$ 14.799 (R$ 13.319,10 à vista), com um armazenamento de 128 GByte e também na versão Wi-Fi. Com 5G, a versão grande custa a partir de R$ 16.799 (R$ 15.119,10 à vista) - dependendo de quanta memória você deseja adicionar.

Ambos os iPads Pro podem ser atualizados com até 2TB.

Como bem lembrado pela comunidade NextPit, o iPad Pro não é um aparelho de massa e seu preço deixa isso bem claro. O valor sugerido no Brasil não esconde que o segmento alvo do tablet está longe de ser o grande público, com um preço equivalente (ou superior) ao dos notebooks voltados ao mercado empresarial — leia-se ThinkPad, Latitude, EliteBook ou mesmo os MacBook Pro.

O design do iPad Pro continua o mesmo - em parte infelizmente

Embora nos primórdios dos smartphones, cada aparelho de nova geração trazia também uma nova linguagem de design, nos últimos anos houve um afastamento significativo em relação a isso. Desde sua versão 2018, o iPad Pro não mudou (muito) em termos de design.  Como nas últimas gerações, há uma versão de 12,9'' e outra de 11'' neste ano.

As bordas ainda são arredondadas e o botão de energia, assim como os controles de volume estão no mesmo lugar — ou seja, na parte superior e no lado direito, respectivamente. Pelo menos quando você segura o iPad de pé —  como eu estou fazendo agora.

NextPit Apple iPad Pro 2021 display
O Magic Keyboard branco é definitivamente um acessório que agrada aos olhos / © NextPit

Infelizmente, neste momento estou olhando também para a câmera frontal. Durante as videochamadas, assim como na identificação facial, é comum que eu coloque meus dedos sobre a câmera, turvando o campo de visão. Isso costuma incomodar bastante. No entanto, provavelmente compensa a parte dos usuários do iPad Pro que seguram o dispositivo deitado - e depois podem ficar incomodados com o posicionamento "errado" da câmera.

NextPit Apple iPad Pro 2021 front camera
A câmera frontal fica no lado estreito novamente. Quando posiciono o iPad na horizontal (paisagem), eu a cubro com meu dedo / © NextPit

A câmera em si é nova e agora também tem um modo grande angular de 122 graus. A câmera frontal também é responsável por um novo recurso chamado "Palco Central", que eu pessoalmente adoro. Falo mais sobre ele abaixo.

Infelizmente nada de novo na tela de 11 polegadas

Ao contrário da versão de 12,9 polegadas, a tela da versão de 11 polegadas não foi alterada. A Apple usa um painel LCD com resolução de 2.388 x 1.668 pixels. O iPad usa diferentes taxas de atualização dependendo do conteúdo, que podem variar de 24 Hz a 120 Hz. Desta forma, o conteúdo é sempre exibido de forma suave e otimizada.

De fato, trabalhar tanto no antigo quanto no novo iPad é um prazer, o que não é menos importante devido à tela. As cores são exibidas maravilhosamente mesmo sem o display XDR e com a chamada tecnologia True Tone, a Apple ajusta o equilíbrio de branco com base na luz ambiente. Isto cria uma melhor experiência de leitura e trabalho.

NextPit Apple iPad Pro 2021 pencil magnet
Lindas cores para lazer e até mesmo no trabalho. Mesmo com uma caneta / © NextPit

Qualquer pessoa que já trabalhou com um iPad sabe do que estou falando.

É uma pena que o iPad menor também não tenha conseguido a tela XDR. Eu escolhi deliberadamente o modelo com 11 polegadas, pois o formato menor se ajusta melhor ao meu gosto e aos meus hábitos. Entretanto, se você trabalha muito com vídeo ou imagens, você deve definitivamente conferir a versão maior do iPad Pro. A reprodução de cores deve ser um pouco melhor no display XDR.

Apple iPad Pro 11" (2021) – Software

O iPad Pro 2021 é atualmente distribuído com o iPadOS 14.6.

Já se passaram mais de 10 anos desde que Steve Jobs lançou o primeiro iPad. Ainda me lembro de pensar que era um iPhone grande demais na época. O software que rodava no primeiro iPad era efetivamente o iOS — apenas redimensionado para uma tela maior. O chip muitas vezes "suava" quando você usava alguns dos apps. A única coisa que você não podia fazer com o iPad naquela época era fazer ligações telefônicas. Caso contrário, teria sido um iPhone realmente não muito eficiente.

Hoje, o iPadOS é um sistema operacional separado do antigo iOS e a Apple trabalha para moldá-lo gradualmente em um verdadeiro sistema operacional de tablet. Este processo começou na WWDC19 com o anúncio de seu próprio sistema operacional — mas ainda não está terminado, na minha opinião. Para mim, o sistema operacional do iPhone parece mais avançado em muitos pontos. Afinal, o telefone permite que você coloque widgets em qualquer lugar na tela inicial e configure o dispositivo da maneira que você gosta.

Os widgets também existem no iPad. Mas eles só podem ser encontrados na visualização "Hoje". O novo desempenho obtido com o chip M1 parece, portanto, como caçar borboletas usando balas de canhão.

Minha esperança é que a Apple faça uma grande — ou gigante — atualização do iPadOS no segundo semestre, permitindo que o iPad realmente cresça.

Apple iPad Pro 11" (2021) – Performance

Se você tivesse que dar um nome à atualização de 2021 do iPad Pro, ele seria definitivamente "monstro do desempenho". A Apple se certificou em todas as áreas que seus tablets podem proporcionar velocidade máxima, não importa o que aconteça.

Desempenho na potência de computação com o chip M1.

Muito tem sido escrito sobre o chip M1 e como ele funciona bem aqui, assim como em outros lugares. O primeiro system-on-a-chip da Apple tem 8 núcleos de CPU, 8 núcleos para a GPU e 16 núcleos para o Motor Neural da Apple. A Apple diz que a M1 traz um aumento de 50% no desempenho e 40% melhor desempenho gráfico.

Mantendo o iPad Pro 2020 e o iPad Pro deste ano lado a lado em um teste de benchmark do Geekbench, você pode definitivamente ver os saltos de desempenho anunciados pela Apple.

Comparação Geekbench 5

Dispositivo Um núcleo Multi-Core
iPad Pro 2021 (M1) 1.721 7.192
iPad Pro 2020 (A12Z Bionic) 1.581 4.644

Os apps funcionam de forma incrivelmente suave ao usar ou alternar entre eles. Não há engasgos ou atrasos. Naturalmente, isto também se deve aos 8 GBytes de RAM, 2 GB a mais que o modelo de 2020. A propósito, o iPad Pro com armazenamento de 1 TB ou superior tem 16 GB de RAM.

Sim, há também uma porta Thunderbolt

A porta USB-C está presente no iPad Pro desde o final de 2018, mas a novidade aqui é que ela também pode ser usada como uma porta Thunderbolt. Qualquer pessoa que já tentou transferir dados do ou para o iPad com um disco rígido externo sabe o que isso pode significar. Os dados podem ser transportados em até 10 gigabits desta forma.

Você também pode usar a porta para conectar outros dispositivos Thunderbolt ou mesmo displays com resoluções de até 6K.

5G é uma verdadeira vantagem. O Wi-Fi 6 o torna à prova de futuro.

A opção 5G é um pouco mais cara em comparação com o modelo Wi-Fi. No entanto, eu pessoalmente não poderia ficar sem a conectividade celular. É a independência de um ponto de acesso sem fio que torna o iPad Pro tão indispensável para mim.

Finalmente, o iPad Pro agora também tem a opção 5G. Pelo menos aqui em Berlim, o 5G está disponível praticamente em toda a cidade. A velocidade extra é claramente perceptível.

O iPad Pro também inclui conexão Wi-Fi 6. Isto só deve trazer uma vantagem real em poucos casos, uma vez que seu uso pleno requer um roteador Wi-Fi 6. Entretanto, o novo padrão deve se popularizar gradualmente — e o iPad Pro pelo menos está preparado para ele.

Como no modelo anterior: o som do iPad Pro é sensacional

O iPad Pro 2021 tem novamente quatro alto-falantes que oferecem um som excelente.  É realmente incrível o que pode sair de coisas tão planas. Em comparação com o iPad do ano passado, no entanto, não houve muita mudança aqui. Por que deveria?

Apple iPad Pro 11" (2021) – Câmera

A câmera principal do iPad Pro consiste em uma lente grande angular de 12 MP, uma câmera ultra grande angular de 10 MP e um flash True Tone. O iPad pode gravar vídeos em 4K. Assim, comparado ao iPad Pro do ano passado, quase tudo é igual neste ponto.

NextPit Apple iPad Pro 2021 camera
O sistema de câmera do iPad Pro com scanner LiDAR / © NextPit

Mas algo mudou na frente. Aqui há uma novíssima câmera ultra-angular que pode fotografar a 122 graus com resolução de 12 MP. Além de boas selfies e um desbloqueio melhorado com o Face ID, a nova câmera pode fazer uma coisa acima de tudo: Palco Central!

Palco central: Mais do que apenas uma boa ideia

Usando a aprendizagem da máquina, a câmera frontal pode me rastrear e centralizar durante as videoconferências. Isto é especialmente útil quando você está no meio da apresentação de algo e se movendo em frente a um quadro branco, por exemplo. Se mais pessoas entrarem em cena, a câmera se afasta e tenta capturar a todos.

O Palco Central funciona incrivelmente bem e de forma confiável. E é muito mais prático do que você possa pensar à primeira vista. É difícil de descrever, mas provavelmente é melhor comparado a ter um operador de câmera parado atrás do iPad para ter certeza de que você está sempre enquadrado na imagem para os outros.

Se você não gostar, você pode desligar o Center Stage (Ajustes > FaceTime > Palco Central).

Em comparação com o iPad do ano passado, o Palco Central é a diferença mais visual para mim — e algo que eu realmente aprecio.

Apple iPad Pro 11" (2021) – Bateria

A bateria dos novos modelos de iPad Pro se tornou ligeiramente maior. Assim, ambos os modelos são também um pouco mais espessos e pesados. Isto é pouco perceptível e não tem outras consequências. Os donos do antigo Magic Keyboard ainda podem utilizá-lo com o modelo 2021.

A maior potência da bateria é devida ao maior desempenho. A Apple provavelmente queria ter certeza de que os novos iPads não ficariam atrás dos modelos mais antigos em termos de autonomia de uso.

Na minha semana de testes do novo iPad Pro de 11 polegadas, parece que o objetivo foi atingido. Eu posso passar o dia normalmente com uma carga de bateria com uso normal (5G e Wi-Fi, e-mails, navegador, apps de texto) — cerca de 8-9 horas. O novo iPad Pro é significativamente melhor no consumo de bateria em modo de espera. Entretanto, a bateria do novo Pro começa a suar durante tarefas mais pesadas — gastando carga visivelmente.

Assim, pessoas que trabalham muito com modelos 3D ou gostam de jogar games mais avançados devem ter seu carregador sempre à mão.

Apple iPad Pro 11" (2021) – Especificações Técnicas

Especificações iPad Pro 2021

Recurso Apple iPad Pro 2021 11" Apple iPad Pro 2021 12.9"

Tamanho da tela

11 polegadas

12,9 polegadas

Resolução

2338 x 1668 pixels (261 ppi)

2732 x 2048 pixels (265 ppi)

Tecnologia de tela

LCD

Processador

Apple M1

Número de núcleos

8 (CPU/GPU), 16 (Motor Neural)

RAM

8 GB

8 GByte

16 GByte (modelo 1TB e superior)

Câmera traseira

12 megapixels (grande angular), 10 megapixels (ultra grande angular), sensor LiDAR

Flash

LED

Câmera frontal

12 megapixels (ângulo ultra amplo)

12 megapixels (ângulo ultra amplo)

Armazenamento interno

128 GB ou mais

Armazenamento removível

Não disponível

Vida útil da bateria

Até 10 horas (WLAN),

até 9 horas (4G/5G)

Dimensões

24,76 x 17,85 x 5,9 mm

28,06 x 21,49 x 6,4 mm

Peso

471 g

682 g

Preço

R$ 10.799 (Wi-Fi, 128 GB)
(R$ 9.719,10 à vista)
R$ 12.799,00 (5G, 128 GB)
(R$ 11.519,10 à vista)

R$ 14.799 (Wi-Fi, 128 GB)
(R$ 13.319,10 à vista)
R$ 16.799,00 (5G, 128 GB)
(R$ 15.119,10 à vista)

Veredito Final

Para mim, o iPad Pro continua sendo o melhor tablet do mercado. A Apple trabalhou em alguns pontos de seu modelo 2021 — especialmente em termos de desempenho. Com o chip M1, o iPad se torna efetivamente um verdadeiro Mac, mas (ainda) sem um sistema operacional à altura.

Eu já posso adivinhar o que alguns podem dizer: Por que não apenas instalar o MacOS no iPad Pro? Afinal, você não precisaria de outro computador. Infelizmente, não é tão simples assim. O iPad Pro é uma classe à parte de dispositivo, e — pelo menos da minha perspectiva — é superior a um laptop comum de várias maneiras.

Há, por exemplo, a portabilidade e o fato de eu estar "sempre ligado" com o iPad. Você tem a identificação facial no iPad e o Apple Pencil, o que me ajuda a ser mais produtivo com muitas coisas.

Por outro lado, com um iPad, você está frequentemente muito mais limitado em termos de multitarefa e gerenciamento de arquivos. Infelizmente, não existe uma solução perfeita. Entretanto, se você não tiver que saltar constantemente entre muitas janelas, você já pode usar o iPad Pro como um PC pleno.

Para quem o iPad Pro 2021 é adequado?

Para aqueles que estão pensando em adquirir um tablet há algum tempo e o alto custo do tablet não intimida, o novo iPad Pro é altamente recomendado. Isso é especialmente verdadeiro para aqueles que já usam dispositivos Apple. Desde o ano passado, por exemplo, o iPad Pro pode ser usado como uma segunda tela com o recurso Side Car.

Se você usa o tablet para ganhar dinheiro — editando fotos em qualquer lugar para vendê-las ou uso profissional, vídeos capturados remotamente para upload no YouTube ou ainda fechar negócios dentro do seu próprio jatinho — o custo do iPad Pro pode se justificar rapidamente. Mas se o valor parece alto, talvez as suas necessidades de uso sejam melhor atendidas pelos demais modelos da linha iPad, ou um bom notebook. 

Vale a pena mudar do iPad Pro 2019 ou 2020 para o iPad Pro 2021?

Os verdadeiros fãs da Apple provavelmente já responderam esta pergunta sozinhos e não precisam ler a análise sóbria abaixo.

Mas se você olhar as coisas friamente, você provavelmente não encontrará tantos motivos para o upgrade, a menos que esteja precisando muito de desempenho bruto. A nova câmera frontal e especialmente o Palco Central são muito úteis para videoconferência, e o suporte ao 5G traz um notável aumento na velocidade de navegação fora das redes Wi-Fi.

Se isso for suficiente para justificar o alto investimento, você ficará muito satisfeito com o novo iPad Pro.

ÚLTIMOS ARTIGOS

1 comentário

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Lamentável que os preços da Apple praticados por aqui afastem a maioria dos consumidores interessados, concordo que o M1 seja um " monstro" , mas em um Tablet com este OS atual pouco acrescenta.