NextPit

Snapdragon 215 será o processador que dará sobrevida ao Android Go

Snapdragon 8cx Chip Front
© Qualcomm

Nem só de aparelhos topos de linha vive o mercado. Os Android Go estão aí para provar que o segmento dos modelos de entrada ainda requer atenção, embora os updates sejam mais suaves do que o ciclo dos intermediários. A Qualcomm, aparentemente, está fazendo sua parte ao desenvolver um chipset especial para os básicos.

NextPit Logo white on transparent Background
NEXTPITTV

O Android Go não é uma versão do Android que salta aos olhos, mas devo dizer que a experiência em aparelhos que rodam esse sistema é digna. Ao invés de resgatar processadores antigos, como o Snapdragon 425 presente no Moto E5 Play, as fabricantes poderão contar em breve com uma opção mais atual da Qualcomm, o Snapdragon 215.

A fabricante ainda não confirmou o nome do processador e suas características técnicas, mas alguns testes já apontam que os testes internos já estão bem avançados. Espera-se que o QM215 seja um upgrade do 410, lançado em 2015, ganhando suporte ao Wi-Fi de 5GHz, Bluetooth 5 e velocidades otimizadas, como CPU quad-core de 1.3 GHz (o 410 tinha Clock máximo de 1.2 GHz).

O Snapdragon 215 deve aparecer na conferência da Qualcomm em Barcelona, durante o MWC, mas nano é esperado que a empresa trabalhe sua divulgação comercialmente. O foco deve se manter em torno do Snapdragon 855 para este ano, bem como opções mais recentes voltadas para classe de modelos intermediários como o Snapdragon 675.

Em breve, a Qualcomm lançará algum smartphone em parceria com a Asus, em 15 de março, visto que a marca taiwanesa está convidando a imprensa para uma coletiva misteriosa em parceria com a fabricante de chipsets:

Você já usou um Android Go?

Gostou do artigo? Então compartilhe!
Comentar agora

Artigos recomendados

13 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Leandro Alves 23/02/2019 Link para o comentário

    Mas no caso do Brasil onde um smartphone decente custa mais do que um salário mínimo o povo prefere paga barato mesmo


  • CAV 22/02/2019 Link para o comentário

    Embora vários outros sites não estão garantindo que esse 215 seja da família Snapdragon (o que não faz sentido, mas depois dos últimos lançamentos, eu não ficaria surpreso), se for, o mais interessante vai ser a série 200 receber um novo membro decente (ou mais ou menos isso) depois de 4 anos (o 205 de 2017 nem deve ser considerado, porque o foco nem é em smartphones, e sim feature phones).


  • Guilherme 20/02/2019 Link para o comentário

    Smartphones descartáveis agora? Hahahahah!
    Não acredito que nem o Android GO tenha otimização pra uma linha 2xx. Lembro a época de glória dos Snapdragon 4xx, e um mês depois tava tudo lento.


  • romulano400 20/02/2019 Link para o comentário

    Ainda prefiro pegar um defasado com 2gb de RAM e marshmallow, do quê esses GOzando da sua cara, como diz o Dr.Reclama rsrsrs


  •   16
    Conta desativada 20/02/2019 Link para o comentário

    Não vai dar certo. Pra rodar Android GO, deve ser pelo menos Snapdragon 425.


  • Paulo Ricardo 20/02/2019 Link para o comentário

    Snap 215 e 1gb de RAM? Desculpa, mas dessa vez faço coro aos críticos do Android GO. Não dá, simplesmente não dá pra engolir isso. Aposto que pelo preço de um aparelho desses, mesmo lá fora, dá pra comprar um aparelho usado com hardware melhor.


  • José Luís Silva Martiniano 20/02/2019 Link para o comentário

    Não sei se é uma boa opção, visto que, os preços inflaram muito.


  • Leonardo Silveira Ciardullo 19/02/2019 Link para o comentário

    Nem todo mundo tem papai e mamãe pra comprar celular pra eles, principalmente em mercados emergentes onde as pessoas necessitam de celular e não compram um pra ficar nos joguinhos do facebook, é uma boa jogada da qualcomm, parabéns continuem assim.


    • Paulo Ricardo 20/02/2019 Link para o comentário

      A questão não é essa. Aposto que pelo preço de um aparelho desse, mesmo lá fora onde é barato, dá pra comprar um aparelho do ano anterior novo ou usado com hardware melhor.
      Você não precisa ter pai ou mãe, basta apenas ter cérebro para analisar o que é melhor ou não pra gastar seu suado dinheiro.


  • Ricardo 19/02/2019 Link para o comentário

    Que lixo...


  • Ivan Baptista 19/02/2019 Link para o comentário

    É o quê?


  • Carlos Felipe Araújo 19/02/2019 Link para o comentário

    eu fico me pergutando se o planeta aguenta tanto lixo sendo criado, um smartphone de entrada e de entradinha logo logo ficará obsoleto e irá para uma gaveta ou pro lixo, enquanto os tops de linha e intermediários conseguem ficar na mão do usuário por 3, 4 até 6 seis ou mais anos como meu Moto X 2013.. Ah, mas e as pessoas humildes? Meu caro, os intermediários do ano passado e retrasado ainda são melhores que esses lançamentos desses fraquinhos.. E o mercado de smartphones usados ainda precisa ser muito explorado..


    • Eduardo Urbaneja 19/02/2019 Link para o comentário

      Com certeza cara, o barata no longo prazo sai caro. Mas infelizmente muitas pessoas tem visão a curto prazo e preferem comprar um "baratinho" e trocar todo ano do que comprar um celular melhor e segurar por mais tempo. Enquanto isso as marcas aproveitam a demanda e vendem esses android go com configuração de 2013 por preço que eles não valem

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.