NextPit

Review do Quantum V: outro nível para sua sessão da tarde

20180215 112601
© NextPit

A brasileira Quantum está apostando suas fichas no V, smartphone intermediário que chega com ótima construção, tela de qualidade, hardware equilibrado e uma grande novidade: um projetor a laser embutido. É claro que essa não é exatamente uma novidade para os consumidores, mas, digamos que a empresa soube implementar bem essa característica no modelo. Saiba como foram meus dias com o Quantum V na análise a seguir.

NextPit Logo white on transparent Background
NEXTPITTV

Avaliação

Prós

  • Acabamento
  • Projetor

Contras

  • Câmera (HDR e noturno)

Quantum V – Desenho & Qualidade de Construção

Definitivamente, o Quantum V é o smartphone da Quantum com a melhor construção até agora, constatação que pode ser sentida no toque. O dispositivo é construído em peça única de alumínio aeronáutico, tem ótima aderência e ergonomia durante o manuseio. O único porém aqui é a cor disponível para compra, o azul, visto que a empresa não está comercializando outras opções de cores no momento. É um tom de azul muito bonito e que não encontramos com muita facilidade no varejo.

Levando em consideração o fato de termos uma bateria de 4.000 mAh e um projetor integrado, o Quantum V é um dispositivo relativamente fino e leve, com 203 gramas e pouco mais de um centímetro de espessura. O contorno arredondado do design confere maior conforto durante seu uso em diversas situações, assim como sua portabilidade no bolso.

  • Dimensões: 153 x 75,6 x 10,3mm
  • Peso: 203g
20180215 112601
Acabamento traseiro do Quantum V / © NextPit

Além do design, a Quantum foi bastante caprichosa na embalagem do V. Ela vem com um adesivo, fones de ouvido intra-auriculares, carregador de viagem, uma base que mantém o modelo deitado e inclinado verticalmente para auxiliar na projeção, capinha traseira e película. A parte frontal não reserva nenhuma supresa, além dos sensores na parte superior acompanhados por um alto-falante centralizado.

A única característica no design do Quantum V que eu reprovo é a posição do sensor biométrico, que é algo subjetivo. Pessoalmente, prefiro quando o mesmo está posicionado na parte frontal ou nas laterais, e aqui no caso está na traseira. 

Quantum V – Tela

O display do Quantum V entrega um qualidade dentro dos padrões para sua faixa de preço, apesar de contar com LCD no lugar do AMOLED, como temos no Quantum Go. Fora esse detalhe, temos uma tela com 5,5 polegadas e resolução Full HD de 1920 x 1080 pixels, com densidade de 401pixels por polegada. É um bom painel LCD com cores equilibradas, contraste intenso e brilho acentuado.

Usei bastante o Quantum V durante uma viagem que fiz para o litoral, ou seja, em ambientes com forte iluminação solar. Não tive muitos problemas com o nível do brilho e legibilidade, ou então com reflexos. As cores podem ser calibradas no assistente MiraVision nas configurações de tela do software, o que torna o painel mais chamativo.

20180215 112535
Tela Full HD do Quantum V / © NextPit

Quando configurado no modo vívido temos um resultado interessante, com cores mais fortes, mas não exatamente saturadas. Essa configuração reforça, sobretudo, os tons avermelhados, alaranjados e o preto. Para uso em apps é bastante interessante, bem como em vídeos, mas as imagens da câmera podem sair ligeiramente saturadas dependendo das cores presentes nas imagens. Também é possível calibrar o perfil de cores, nitidez e contraste manualmente.

Quantum V – Características Especiais

O ponto alto do Quantum V é seu projetor e, de fato, esse é um ponto no dispositivo que passa sem muitas ressalvas negativas ou observações nesse sentido. Com relação aos números, o projetor a laser tem resolução HD de 1280 x 720 pixels e consegue projetar até dois tamanhos diferentes de imagens: 40 polegadas a 1 metro de distância e 90 a 2 metros. O sistema de projeção é desenvolvido por uma empresa especializada, a MicroVision, e surpreende por sua facilidade de se ajustar a diferentes superfícies (correção trapezoidal, como o Moto Snap de projeção da Motorola).

20180215 112635
Projetor do Quantum V / © NextPit

O Quantum V é capaz de projetar qualquer coisa que esteja sendo exibida na tela do dispositivo, como vídeos, fotos e o próprio sistema por completo, como uma espécie de espelhamento de tela. A partir dessa possibilidade, inúmeras utilidades podem ser dadas ao dispositivo, como uso para trabalho e diversão. 

  • Projetor: PicoP Scanning Technology
  • Resolução: laser HD (1280 x 720 pixels)
  • Contraste: 5.000:1
  • Tamanho: 40 polegadas a 1 metro e 90 a 2 metros
quantum v lancamento projetor
Projeção do Quantum V / © NextPit

As cores, o brilho e o contraste do projetor são bastante equilibrados, assim como seu foco e, como disse anteriormente, sua facilidade de se adequar ao formato do ambiente de projeção. A única ressalva aqui é que o ambiente precisa estar completamente escuro, ou o mais escuro possível, para atingir um resultado excepcional. Se você seguir essa recomendação, certamente não irá se decepcionar com o projetor do V.

quantum v projetor settings
Configurações do projetor / © NextPit

A Quantum acionou um atalho na barra de acessos rápidos do sistema onde é possível ligar o projetor mais rapidamente. É claro que acessando suas configurações conseguimos fazer modificações pontuais, como desabilitar distrações na tela, como notificações, e também optar por manter a tela ligada durante as projeções, o que eu realmente não recomendo por uma questão de economia da bateria.

O som do Quantum V pode não ser interessante para acompanhar projeções em ambientes grandes, então recomendo que, se possível, sua experiência seja complementada por um speaker Bluetooth ou ligado na entrada P2 do dispositivo. 

58e2bb97 d356 4900 8122 024bae448485
Projeção do Quantum V / © NextPit

Quantum V – Software

A Quantum é bastante caprichosa com a aparência do Android para seus modelos, fazendo poucas intervenções visuais. As que estão presentes no sistema são bem positivas, como alguns atalhos na barra de acessos rápidos, como o do projetor, e o suporte para os pontos de notificações em ícones, que é algo presente apenas no Android Oreo. Sobre a versão presente, temos o Android 7.0 Nougat sem previsão oficial de atualização para versões mais recentes do sistema. 

quantum v system android nougat
Interface do Android do Quantum V / © NextPit

Quantum V – Performance

O Quantum V é um smartphone pensado para o entretimento, e isso não dá para contestar. Todas as tarefas voltadas para esse tipo de atividade são executadas tranquilamente no dispositivo, como reprodução de Netflix, YouTube, Amazon Prime, Spotify, jogos casuais, entre outros. Você pode aproveitar todas essas plataformas sem quaisquer problemas, mesmo quando o multitarefa está sobrecarregado.

Agora, para alta performance ou atividades que exijam mais recursos do processador, o V fica devendo um pouco em comparação com modelos concorrentes. Pessoalmente, acredito que a performance apenas satisfatória do Quantum V seja resultado da escolha do processador, que não é ruim, mas também não tão equilibrado quanto os chipsets que equipam os modelos concorrentes, como o Moto Z2 Play, com processador Snapdragon 626. Contudo, a Quantum foi bastante generosa com outras partes do hardware, como a quantidade de RAM e armazenamento:

  • Processador: MediaTek MT6750 Octa-Core de 1,5 GHz
  • RAM: 4GB
  • Armazenamento: 64GB com microSD de até 128GB
  • Sensores: giroscópio, acelerômetro, luminosidade, proximidade e leitor de digitais
  • Conectividade: WiFi 802.11 b/g/n dual-band 2.4GHz/5GHz
  • Extras: Bluetooth 4.1, GPS, A-GPS, Rádio FM, biometria

Notei algumas perdas de fluidez na troca de apps no multitarefa e também no scroll de páginas no Google Chrome. É claro que limpar o multitarefa e gerenciar melhor apps que consomem informações e processamento em segundo plano ajuda, mas esses não deveriam ser procedimentos comuns na rotina de quem compra um produto pelo preço do Quantum V.

Apesar dessa queda no dinamismo de animações ou na exibição do conteúdo, não tive problemas sérios ou pontuais de travamentos no V, nem mesmo aquecimentos ou desligamentos repentinos. E-mails, redes sociais, editores de imagens e mensageiros podem ser usados com frequência ao longo do dia inteiro sem o menor problema.

Quantum V – Câmera

O software de câmera do V não é dos mais rápidos, apesar de ser possível conseguir resultados bons com ambos os sensores do dispositivo. É preciso focar a cena para evitar ruídos ou tremores na imagem, principalmente quando o HDR é usado. Ainda sobre o HDR, confesso que os resultados obtidos a partir dessa função não ficaram bons. Existe uma leve distorção nas cores e a compensação de luz é feita de uma forma exagerada em alguns casos, como os exemplos abaixo:

quantum v side hdr
Sem vs. com HDR / © NextPit
  • Câmera traseira: 13MP
  • Câmera frontal: 8MP

É claro que essa parte do processamento de imagem pode ser completamente ou parcialmente melhorada com futuras atualizações. Para selfies, o Quantum V atende bem e entrega uma coloração de pele bem realista e interessante. Aliás, para resultados mais agradáveis a partir da tela do dispositivo recomendo que o modo vívido de tela esteja desabilitado ou melhor calibrado.

Acesse aqui o ensaio de fotos feitas com a câmera do Quantum V

quantum v hands
Tom de pele em modo automático / © NextPit

De fato, o Quantum V não é um dispositivo com software de câmera ágil ao ponto de você poder tirá-lo do bolso e sair clicando inúmeras fotos sem quaisquer preocupações. É preciso certa destreza, principalmente com o modo HDR e noturno ativados. Caso contrário, as fotos tendem a sair com tremores que removem a nitidez, com exposição e cores comprometidas.

Quantum V – Bateria

A bateria do V tem 4.000mAh e atende bem quem não tem pretensão de usar o projetor com muita frequência. Atividades rotineiras no dispositivos rendem um dia e meio de carga, que pode ser facilmente reduzido pela metade quando o projetor é usado com mais frequência ou mais recursos do hardware e do sistema são consumidos. O projetor aquece o dispositivo após um tempo de projeções, portanto, evite carregá-lo nesses momentos.

O tempo de projeção contínuo é bastante relativo, pois depende também dos recursos que você está consumindo durante a projeção (internet e armazenamento, por exemplo), o tempo de tela, navegação pelo sistema e entre outros. O maior tempo que consegui sem interrupções foi de 2 horas e meia por carga, deixando o dispositivo de lado com Wi-Fi ligado, projetando uma playlist do YouTube e multitarefa vazio.

Quantum V – Especificações Técnicas

Dimensões: 153 x 75,6 x 10,3 mm
Peso: 203 g
Tamanho da bateria: 4000 mAh
Tamanho da tela: 5,5 polegadas
Tecnologia da tela: LCD
Tela: 1920 x 1080 pixels (494 ppi)
Câmera frontal 8 megapixels
Câmera traseira 13 megapixels
Flash: LED
Versão do Android: 7.0 - Nougat
RAM: 4 GB
Memória interna: 64 GB
Memória removível: microSD
Chipset: MediaTek MT6750
Número de núcleos: 8
Velocidade máx. 1,5 GHz
Conectividade HSPA, LTE, NFC, Dual-SIM , Bluetooth 4.0

Veredito Final

O Quantum V é ideal para aqueles que buscam um smartphone diferenciado em recursos e não com hardware surpreendente. O propósito do modelo é ser um aliado no entretenimento do usuário, pois é bastante prático sacar um projetor portátil do bolso e exibir jogos, vídeos e qualquer outra coisa para os amigos ou para a família. Nesse aspecto, o V cumpre seu papel sem muitas ressalvas.

O Moto Z2 Play é a opção concorrente neste quesito, mas o Moto Snap Insta-Share Projector é vendido como um acessório, e não como um elemento presente no hardware, adicionado um valor a mais de aproximadamente R$ 1.400 nessa conta. Fora que, no momento, o Snap está em falta no site da Motorola. Para quem busca o projetor como diferencial, obviamente, o V acaba oferecendo maior mobilidade e um custo/benefício melhor. Somado a isso, o projetor da Quantum entrega um resultado melhor em termos de qualidade na prática e também nas especificações:

  • Moto Snap Insta-Share Projector
    • Definição: DLP 854 x 480 pixels
    • Constraste: 400:1
    • Alcance de razão da projeção: até 1,2 metros, 80 polegadas diagonal
  • Quantum V
    • Definição: Laser 1280 x 768 pixels
    • Constraste: 5.000:1
    • Alcance de razão da projeção: até 2 metros, 70 polegadas diagonal

Isso, claro, levando o projetor em consideração, visto que em hardware o Quantum V fica atrás do moto Z2 Play que tem um processador melhor e outros diferencias. Mas é válido lembrar aqui que a experiência de uso, embora seja semelhante em ambos, é diferente na prática. O projetor no Z2 Play é um acessório, portanto, o usuário pode comprá-lo levando em conta somente seu hardware caso sua intenção não seja adquirir o Moto Snap.

O projetor é o maior e melhor recurso do Quantum V

A proposta de uso da Quantum com o V e seu projetor é diferente, pois ele está embutido no produto e é sua maior e melhor feature. Separando dessa forma, quem busca por um celular bem construído, com tela de qualidade e, acima de tudo, quer um projetor acoplado ao hardware, estará bem servido com o V. Ele é o que melhor atende os usuários nesse sentido hoje no mercado.

O que você achou do produto?

Artigos recomendados

Os comentários favoritos dos leitores

  • Agnaldo 20/02/2018

    Até tava gostando...4000 mAh, design aceitável pra usuário menos exigente, mas daí li: MediaTek , fim.

  •   54
    Conta desativada 20/02/2018

    Uma empresa brasileira que não tem nenhum apoio dos nossos governantes. Poderia ser melhor ainda em tudo, se houvesse uma parceira para alavancar empresas brasileiras que fabricam celulares e outros produtos de tecnologia, eletrônicos, carros, etc. Apoio tanto para as empresas produzirem mais e venderem muito, tendo impostos mais baixos para incentivar a fabricação e as vendas.

  • Bruno Salutes 20/02/2018

    Franco, ele não é vendido como top. Onde você viu isso? Agora sobre o projetor, não dá pra ser um Sony 4K, mas ele está bem melhor que o Moto Snap.

  • Bruno Salutes 21/02/2018

    Franco, acho que você está confundindo o V com o Fly. O Fly sim é posicionado como topo da Quantum.

59 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Rodrigo Barbosa 07/06/2018 Link para o comentário

    Em review de site brasileiro sem existe essa esquisitice nos comentários de ficar criticando processadores da Mediatek. Como sempre são apenas boatos, mentiras, desinformação. Virou um tipo de folclore moderno criticar CPUs da Mediatek.


  • CAV 26/02/2018 Link para o comentário

    É muito importante ter em mente que ele, na verdade, é o Ragentek Voga V:
    https://www.tudocelular.com/android/noticias/n99277/quantum-sky-v-china.html
    E que na CES 2018, uma outra fabricante utilizou exatamente o mesmo projeto:
    https://www.tudocelular.com/android/noticias/n117729/ces-2018-smartphone-intermediario-projetor.html

    E que quem já teve o Samsung Galaxy Beam vai achar familiar a proposta do Quantum V, além de entender porque o modelo da Samsung não ultrapassou três gerações (até que foi bem longe, se for ver bem).


  •   85
    Conta desativada 22/02/2018 Link para o comentário

    Eu já tava pensando até em elogiar, mas quando li mediatek 😰
    Agora essa função do projetor é até legal, mas é tipo aquele recurso que tem graça no inicio e depois nem se usa mais.


  • Bruna Girkoski 21/02/2018 Link para o comentário

    Bruno Salutes a sua comparação referente ao moto snap está errado... Moto snap projeta até 70 polegadas e o Quantum V projeta até 80 polegadas!!! Esta trocado!!


  • KARALBPIN 21/02/2018 Link para o comentário

    Aparelho bem bonito. Esse azul é bem legal. Mas achei esse negócio de projetor um tanto esquisito. Mas deve ter quem goste e use.

    CAV


    • CAV 26/02/2018 Link para o comentário

      Não deve ser muita gente, pelo jeito.
      Senão, estaríamos vendo a Samsung lançar diversas gerações do Galaxy Beam, o que não é o caso.


  •   41
    Conta desativada 21/02/2018 Link para o comentário

    Realmente, o Quantum V é aquele tipo de smartphone visado pra mim, que consome muitas mídias digitais e sente repulsa de notebook's e tablets. Se o design dele fosse mais refinado, adquiria um modelo sem sombra de dúvidas.


  • Bruno 21/02/2018 Link para o comentário

    Faltou um processador mais potente, um Hélio p25 ou 23 que é mais recente e tem desempenho parecido com snap 630.


    •   85
      Conta desativada 22/02/2018 Link para o comentário

      Seria melhor com um snapdragon básico. Um 450 ia ser ótimo ou até um 435 mesmo....


      • Jonscravit 23/02/2018 Link para o comentário

        snapdragon 450 contra um Helio P25?
        o 450 gasta mais bateria e é mais fraco que o P25.. pesquisa no youtube os comparativos...
        do P25/23 para cima, estão otimos


  • Victor Lima 21/02/2018 Link para o comentário

    ave mediatek vei...


    •   85
      Conta desativada 22/02/2018 Link para o comentário

      Parte mais triste kkkk


  • Soterio Salles 21/02/2018 Link para o comentário

    O aparelho é ok, mas o preço...

    O projetor me faz lembrar dos já defasados Galaxy Beam e Beam 2 da Samsung... Alguém chegou a ter um? Nunca vi um pessoalmente...


    • Bruno Batista 21/02/2018 Link para o comentário

      Tava pensando na mesma coisa, eu sinceramente acho furada, pra que investir num tipo de smartphone pra um grupo muito nichado, quem compra isso é porque realmente precisa, não é chamariz de cliente isso não muito pelo contrario.


    • Jonscravit 22/02/2018 Link para o comentário

      mas o preço? vai comprar um projetor a laser com resolução HD...


      • Soterio Salles 22/02/2018 Link para o comentário

        Mas o preço sim... Porque não estamos comprando só um projetor e sim um smartphone como configurações não muito condizentes com o preço. A própria Quantum tem aparelhos com configurações semelhantes por um preço melhor mesmo que sem o projetor, afinal todos sabemos que quem busca mesmo projetor vai sim pagar caro num equipamento mais capaz.


      • Jonscravit 23/02/2018 Link para o comentário

        Esse Aparelho é para nicho especifico que faria bom uso do projetor.. vai comprar um projetor a Laser com resolução nativa em HD...

        CAV


    •   85
      Conta desativada 22/02/2018 Link para o comentário

      Uma amiga teve o 1°, um amarelo e preto. Resolução da projeção não era muito boa e a bateria ia rapidinho...

Mostrar todos os comentários
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.