4 dicas para melhorar a segurança de seu filho no celular

4 dicas para melhorar a segurança de seu filho no celular

A junção crianças + celular sempre foi um assunto polêmico. Afinal de contas, qual a melhor idade para deixar os pequenos terem acesso ao aparelho? Quais redes sociais eles devem ou não ter? Como proteger sua privacidade? 

Para as primeiras perguntas, as respostas variam bastante. Já, para garantir a privacidade de seus filhos, você pode seguir as dicas abaixo.

Como manter a privacidade e a segurança das crianças no celular

Use aplicativos e configurações específicas

Se o seu filho usa um iPhone, é possível ativar o controle parental nas próprias configurações do aparelho. Para isso, basta acessar as configurações de privacidade em "Ajustes" e, em "Tempo de uso", selecionar "Este iPhone é de uma criança"

A partir dessa configuração, você poderá impedir uma série de ações no smartphone, inclusive seu uso em determinadas horas.

Após concluir as configurações, selecione "Código dos pais" e insira uma senha de desbloqueio a qual somente você terá acesso. 

Você também pode impedir o download de certos aplicativos no iTunes em "Ajustes > tempo de uso > conteúdo e privacidade > compras no iTunes e App Store".

Já, caso a criança use um smartphone Android, você pode baixar o aplicativo Family Link. Ele permite monitorar o download de aplicativos, protegê-los com senha e controlar o tempo de uso do app. O processo de download é bem simples, além de gratuito. 

family link
Family Link / © Ariane Velasco | NextPIT

Desative a localização 

Caso a criança utilize redes sociais, não permita que os aplicativos tenham acesso à localização. Isso evita que os pequenos compartilhem o local onde estão nas fotos que postam, mantendo-os seguros.

O check-in no Facebook também é evitado dessa maneira. 

Além disso, evite a postagem de fotos que mostram placas ou qualquer outra característica que permita encontrar a localização.

s1 horzedited
Configurações de localização / © Ariane Velasco | NextPIT

Cuide das redes sociais

Embora as redes sociais tenham muitas informações pessoais sobre seus usuários, elas não precisam ser exibidas para o público. 

Sempre que possível, acesse as configurações de privacidade do Facebook, Twitter, TikTok, Instagram e outras redes para ocultar dados sensíveis, como e-mail, número de telefone, nome completo, endereço e até nome de outros familiares.

Redes sociais como o Facebook também permitem evitar que desconhecidos mandem mensagens para as crianças. A opção pode ser ativada em "Configurações > privacidade".

Por fim, você também pode controlar quem pode enviar solicitações de amizades e ver publicações - também no mesmo menu.

No Instagram, basta acessar "Configurações > privacidade > conta privada"

O TikTok também permite privar informações importantes: em configurações, acesse "Configurações > Privacidade > Conta privada"

s2 horz
Configurações de privacidade no Facebook / © Ariane Velasco | NextPIT

Atenção aos aplicativos de streaming

Aplicativos como Netflix, Globoplay e Amazon Prime podem exibir conteúdo inapropriado para crianças. No entanto, é sempre possível configurá-los para mostrar somente conteúdo livre para todos os públicos.

Na Netflix, basta selecionar a opção "Para crianças" e o conteúdo será automaticamente filtrado. 

No Globoplay, a opção pode ser encontrada em "Configurações > controle dos pais". É possível definir a classificação indicativa do conteúdo de cada conta.

Já, no Amazon Prime Video, basta acessar as configurações e, em seguida, "Controle dos pais e restrições de acesso"

s3 horz
Perfil infantil na Netflix / © Ariane Velasco | NextPIT

 

Fonte: Showmetech

ÚLTIMOS ARTIGOS no NextPit

Recomendado pelo NextPit

Sem comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.