A Lenovo venceu o primeiro round contra a LG na “disputa dos módulos”

LGVSLENOVOAUDIO
© nextpit

No Mobile World Congress desse ano, a LG roubou a cena ao apresentar o G5, o primeiro smartphone com conceito modular a chegar ao grande público. Além dele, a empresa apresentou os primeiros módulos para o aparelho, como um auxiliar para fotos, um para música e uma bateria extra. Só que a Lenovo correu por fora e venceu o primeiro round dessa batalha. Entenda o porquê.  

Conheça os Moto Snaps

Nesta quinta-feira (09/6), a durante a Lenovo Tech World, a fabricante chinesa apresentou a linha Moto Z, que traz dois novos smartphones topos de linha da família Moto by Lenovo. Além das configurações robustas e do belo design, os aparelhos traziam uma característica a mais: assim como o LG G5, eles também aderiam ao conceito de módulos, permitindo que diversos acessórios do gênero fossem conectados a eles. 

Com isso, a Lenovo apresentou os Moto Snaps (ou Moto Mods, nos EUA), que são os módulos que podem ser conectados aos dois Moto Z. 

MOTOSNAPS
Moto Snaps: módulos compatíveis com o recém-lançado Moto Z / © Lenovo

São três periféricos: o Moto Insta-Share Projector, que traz um projetor embutido e que reproduz imagens de até 70 polegadas em qualquer parede ou superfície lisa; o JBL Soundboost, um pequeno mas – aparentemente – potente alto falante que leva a grife da JBL; e o Power Pack, uma bateria extra que promete uma boa carga extra ao aparelho, sem comprometer o seu design. 

E por que a Lenovo bateu a LG nesse “duelo modular”?

Por três motivos: o primeiro atende pelo nome de praticidade. Os módulos da LG – chamados de Friends – exigem que você tenha de desligar o LG G5, tirar a bateria, conectá-los e, finalmente, religar o aparelho. A exceção por conta da LG 360 Cam, a câmera que faz fotos e vídeos em 360 graus, que não exige esse procedimento. 

AndroidPIT lg g5 friends 0428
Os módulos LG Friends: a exigência de desligar o G5 para conectá-los/ © ANDROIDPIT

Já os Moto Snaps não exigem que os Moto Z sejam desligados ou que você precise retirar alguma parte do aparelho. A comunicação entre o módulo e o smartphone se dá por conta de conectores magnéticos, simples de encaixar. Basta plugar um ao outro e pronto! 

O segundo motivo é que os módulos da Lenovo têm mais utilidade prática que os da LG. Eu me vejo usando um projetor, um speaker e uma bateria extra no meu cotidiano, como é o caso dos Moto Snaps. 

Mas, honestamente, com exceção da bateria e da CAM Plus - para fotos - não me imagino produzindo conteúdo em 360 graus todo santo dia com a LG 360 Cam e não sou tão detalhista assim com áudio a ponto de exigir um módulo Hi-Fi da Bang & Olufsen para ouvir música, como é o caso do LG Hi-Fi Plus. E ele ainda exige um fone de ouvido com qualidade equivalente. 

LGVSLENOVOAUDIO
O que você acha mais prático na hora de escutar música? O speaker da Lenovo ou o módulo Hi-Fi da LG? / © ANDROIDPIT

E, por fim, o terceiro motivo está no planejamento: ao apresentar seus módulos, a LG pouco falou sobre o desenvolvimento de futuros acessórios do gênero ou parceria com outras empresas com esse objetivo.  A impressão que ficou é que os módulos que foram lançados se bastariam por si só. 

Já a Lenovo apresentou o Programa de Desenvolvedor Moto Snaps, que permite tanto às grandes empresas quanto aos pequenos desenvolvedores oferecer suas ideias para a criação de outros módulos que integrem a família Moto Snaps. Segundo a empresa, o plano é oferecer “um ecossistema de arquitetura aberta e todas as ferramentas necessárias para que a ideia de novos módulos ganhe vida”.

Qual empresa lançou os módulos mais legais para smartphone ?

Conclusão

Embora a LG tenha saído na frente, ao apresentar o LG G5 no começo do ano, a Lenovo mostrou nesta quinta-feira que se preparou melhor para explorar o nicho dos smartphones modulares. Mas, claro, tudo pode mudar nos próximos lançamentos. 

O que interessa, de fato, é que esse tipo de telefone ganhe escala, tenha seu preço reduzido e, tão importante, quanto, ganhe uma ampla variedade de módulos, para as mais diversas funções. Algo relacionado a games, por exemplo, seria muito bem-vindo nos próximos meses. 

Que a disputa continue! 
 

Ir para o comentário (117)
Rui Maciel

Rui Maciel
Editor Sênior

Jornalista especializado em Tecnologia há mais de 10 anos, é fanático por Cinema e já "zerou" o Netflix. Mora em São Paulo e se apaixonou pela plataforma Android quando comprou seu primeiro smartphone com o sistema operacional - o Nexus S - em 2011. Mas sabe que cobrir o tema não teria a mesma graça se não fosse a rivalidade com a Apple.

Para o perfil do autor
Gostou do artigo? Então compartilhe!
Artigos recomendados
Artigo seguinte
117 Comentários
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Nícolas Kim 27
    Nícolas Kim 17/06/2016 Link para o comentário

    Que os módulos da Lenovo são mais práticos, e deverão atingir um maior público, não se pode negar. Mas é tudo muito subjetivo, dependendo do usuário. No meu caso, por exemplo, seria mais útil o módulo Hi-Fi da Bang & Olufsen que a caixa da JBL, pois curto mais qualidade de áudio nos fones (não que eu fosse comprar um celular com um módulo exclusivo apenas para isso).


  • 22
    airton 15/06/2016 Link para o comentário

    Concordo com você, Rui!
    Que a disputa continue para que possamos ter esses acessórios (ou pelo menos um desses) fenomenais a preços mais acessíveis.


  • 10
    Daniel Rios 13/06/2016 Link para o comentário

    Aquele do audio jbl é melhor do que qualquer sistema de som estério frontal, nessa a lenovo me supreendeu... Só falta vir com o aparelho, kk.


  • Muraque O. 37
    Muraque O. 13/06/2016 Link para o comentário

    M.JMaya J.TravelDr. Oliveira OAB


  • Thalles Henrique 24
    Thalles Henrique 12/06/2016 Link para o comentário

    'A Lenovo venceu o primeiro round contra a LG na “disputa dos módulos”'... mas tá apanhando feio no quesito design. Esperava que depois de muitos feedbacks negativos com o botão home placebo, o pessoal da Motorola tivesse mais bom-senso e movesse o leitor de digitais para a parte traseira, onde não seria confundido com a tecla home e onde não "enfeiaria" o design. Pelo visto, o comando da Google está começando a fazer falta.

    Muraque O.


  • Ricardo Araujo 13
    Ricardo Araujo 12/06/2016 Link para o comentário

    As duas propostas são boa, as a da Lenovo é realmente melhor só pela proposta de desenvolvimento e alguns protótipos. Os da LG não são tão práticos e são caros.


  • Giovani C. 10
    Giovani C. 11/06/2016 Link para o comentário

    bom, no momento não me vejo precisando dessas coisas em smartphones, mas a proposta da Lenovo sem dúvidas parece ser bem mais interessante que a da LG, e que venha com um preço não muito exagerado, por favor... o smartphone em si eu achei muito bonito...


  • Rafael Penquis 1
    Rafael Penquis 11/06/2016 Link para o comentário

    Sobre a LG este ano: Kuririn é você?


  • Junior007 5
    Junior007 11/06/2016 Link para o comentário

    show de bola esse projetor mim eles acertaram em cheio muito mais praticidade na hora de assistir filmes baixados do YouTube ou gravados pelo meu celular fotos e tudo mais assistir em imagens até com mais de meio metro de tamanho muito top


  • 11
    João Victor 11/06/2016 Link para o comentário

    Duas bostas,.... não tem o q enventar de novo nos Smartphone aí essas duas marcas coco, enventa esses mods kkk aff verdadeiro mata design, Motorola e lg já não tem, .... porq não inventam um mod de design pra esses celular feio da porra??!


  • 7
    Falcão - DF 10/06/2016 Link para o comentário

    Na minha opinião quem venceu foi a SAMSUNG! E olha que odeio a Samsung e a TouchWiz!

    Para mim esses MODs são um retrocesso e não um avanço.

    O grande trunfo dos smartphones sempre foi ter TUDO o que você precisa em um único aparelho.

    Aí lançam essas palhaçadas de MODs. Agora além do smartphone você tem que levar uma BOLSA DAQUELAS DE CINTURA para carregar esses MODs todos.

    Em vez de melhorar a qualidade da câmera, cria-se um MOD de câmera. Em vez de uma bateria decente, cria-se um MOD de bateria. Em vez de auto-falantes stereos, cria-se um MOD de som.

    Daqui a pouco vão criar um MOD GPS, pra poder usar o Waze e o MAPS. Um MOD de memória RAM extra, pra rodar jogos pesados. Um MOD de NFC pra poder usar o NFC...

    É uma idéia tão idiot@ que dá vontade de rir!!!

    A Samsung nesse quesito vai nadar de braçada! Traz uma câmera boa, uma bateria boa sem precisar de idiotices de MODs. E se precisar de um SOM de qualidade, melhor comprar uma caixa de SOM JBL (bluetooth) do que carregar um MOD.

    E a ASUS também vai arrebentar este ano, trazendo o que as pessoas realmente precisam (smartphones potentes, baratos e sem "revoluções".)

    LG e Lenovo (MOTO) pelo jeito vão pro buraco! As vendas vão confirmar isso...

    CAVMuraque O.André LuizConta desativada


    • Pedro Nunes 15
      Pedro Nunes 10/06/2016 Link para o comentário

      Não concordo com o seu ponto. Como disse alguém mais abaixo, os módulos expandem as experiências proporcionadas pelos aparelhos. Quem comprar um Moto Z vai ter um bom telefone por si só, mas se quiser ter mais coisas, compra os modulos. Um powerbank que adiciona 22h de bateria ao meu celular sendo anexado na traseira, pra mim, parece excelente. Poder carregar um "mini system" do tamanho de uma carteira e que vai ser acoplado facilmente ao meu celular me parece MUITO melhor do que uma caixa de som bluetooth do tamanho de uma garrafa pet.

      Quanto a bateria, ainda não existe um telefone que tenha a solução definitiva para isso.

      Helio FilhoJoão Paulothiago araujo S.Mateus Savez


      • 7
        Falcão - DF 10/06/2016 Link para o comentário

        Boa compra então! LG e MOTO estarão fora dos meus planos por muitoooo tempo...


    • Muraque O. 37
      Muraque O. 13/06/2016 Link para o comentário

      Olá, mandou bem, isso mesmo o desgner dos dispositivos da SAMSUNG estão de parabéns, criei uma matéria sobre o S7, de uma olhada.
      http://www.androidpit.com.br/forum/712923/galaxy-s7-aventura-de-uma-vida

      M.JMaya J.Travel


  • 19
    Vinicius Coelho 10/06/2016 Link para o comentário

    Pena que ambas fizeram a mesma coisa... Diminuíram a bateria padrão pra vender mais os módulos de bateria... :/.


  • 13
    Jonathas Queiroz 10/06/2016 Link para o comentário

    Com certeza a Lenovo desbancou a LG, todos os motivos citados na matéria já mostram isso. Além desses módulos serem melhor pensados! Tudo bem que os da LG podem ter a bateria removível, mas, prefiro que a bateria não seja removível do que ter que desligar o aparelho toda vez que eu quiser usar um módulo especifico.


  • Leonardo Alves 56
    Leonardo Alves 10/06/2016 Link para o comentário

    Controverso, se parar pra pensar.
    "Eu me vejo usando um projetor, um speaker e uma bateria extra no meu cotidiano, como é o caso dos Moto Snaps".
    Exceto o projetor, temos módulos equivalentes pela LG. E, a não ser que você trabalhe com isso, muito dificilmente fará uso de um projetor. No lugar do projetor, a LG trouxe o módulo para a câmera, que, entretanto, é mais atraente na bateria do que nas próprias (faltas) de funções de câmera.

    Quanto à "praticidade": de fato, nos novos Moto Z's, não é preciso desligar o aparelho. Entretanto, você fica com um tijolo nas mãos (ao menos olhando pelas imagens divulgadas). Na LG você tem o incômodo de ter que desligar o aparelho, mas o aumento na espessura não é tamanho.

    Ainda assim, acho que a Motorola/Lenovo trabalhou melhor na grande maioria dos quesitos para implementar os "módulos" em seus novos aparelhos. Entretanto, é uma tecnologia ainda estagnada.
    Nem LG nem Motorola me chamaram a atenção em nada com esses "módulos".

    Falcão - DFVinicius Coelho


  • fabiano s. 23
    fabiano s. 10/06/2016 Link para o comentário

    O apressado come cru #LG kkkkkk. Planeja melhor na próxima modinha viu kkkkkk


  • Flavio Rampazzo 26
    Flavio Rampazzo 10/06/2016 Link para o comentário

    Só vou confiar em investir em um módulo se eu tiver segurança que ele pode funcionar em um próximo aparelho, nesse sentido seria uma forma de uma marca fidelizar seu público, não é?

    Diogo Paulo


    • 13
      Jonathas Queiroz 10/06/2016 Link para o comentário

      Parece que já foi confirmado pela Lenovo que os módulos serão compatíveis com futuros lançamentos da linha Z.

Mostrar todos os comentários
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.