NextPit

Enquete da semana: os benchmarks são relevantes para você?

Atualizado: Resultados analisados
Enquete da semana: os benchmarks são relevantes para você?

Quando o assunto é review de celular, nada substitui o relato pessoal de quem testa o aparelho. Essa é a conclusão da última enquete da semana no NextPit. confira o resultado abaixo.

Na sexta-feira, perguntamos para a nossa comunidade sobre a relevância de testes de benchmark nos reviews de smartphone, bem como qual software é o favorito para uso nestas análises. De forma geral, o resultado não surpreende. Como de costume, a pesquisa foi feita nos quatro domínios do site: Brasil, Alemanha, França e Internacional

Benchmarks não são relevantes para a nossa comunidade 

Olhando não apenas para o resultado das enquetes rápidas, mas também para os comentários de algumas pessoas em cada domínio, a fama destes software de análise de desempenho está em declínio. O motivo disso nem é a credibilidade dos aplicativos de benchmarks, mas a otimização que as fabricantes fazem no sistema operacional dos celulares para que estes atinjam uma performance melhor neste tipo de teste.

Enquanto na comunidade brasileira do NextPit 45% das pessoas afirmaram ter um pouco de interesse no uso de aplicativos de benchmarks como referência em análises de celulares, no restante dos domínios a maioria diz que benchmarks não são realmente relevantes: Alemanha (43%), França (50%) e Internacional (49%).

Gostaria que as empresas não jogassem trapaceassem nos benchmarks para que estes fossem significativos novamente.

Storm, comunidade internacional

Enquete da semana benchmarks 01
Para a maioria da comunidade NextPit, benchmarks não são relevantes / © NextPit

Para além das polêmicas envolvendo trapaças de empresas em benchmarks, algumas pessoas relataram que por não entender os resultados apresentados de forma crua nos reviews, tais referências não fazem sentido, logo, não influenciam na opinião final destas sobre o celular.

Muitas vezes [os resultados de benchmark] são uma série de números que nem sempre entendo, e que nem tento entender, e acho que é o caso de muitos consumidores.

Pierre Aubry, comunidade francesa

AnTuTu ainda aparece como o benchmarks mais popular

Comunidade NextPit Ranking
Brasil
  1. AnTuTu (57%)
  2. Geekbench (23%)
  3. 3DMark (11%)
Alemanha
  1. AnTuTu (17%)
  2. Geekbench (6%)
  3. PC Mark Battery (6%)
França
  1. AnTuTu (32%)
  2. PC Mark Battery (30%)
  3. Geekbench (8%)
Internacional
  1. AnTuTu (38%)
  2. Geekbench (25%)
  3. PC Mark Battery (21%)

Do lado dos softwares de referência considerados os melhores — ou talvez os mais populares —poucas foram as variações de comunidade para comunidade, mas de forma geral, quem curte um benchmark prefere os resultados do AnTuTu.

Eu uso o Antutu para saber além do ranking, estudar qual smartphone adquirir, honestamente tem muita gente sendo enganado por não saber certas coisas sobre smartphone. Ruim ou não, o ranking dos app de análise continua sendo útil principalmente para quem quer um smart bom.

Douglas, comunidade brasileira

Contudo, seguindo a tendência vista na primeira enquete, a maioria das pessoas diz não considerar softwares de benchmarks relevantes, independentemente de quais sejam: Alemanha (60%), França (53%) e Internacional (46%). Essa opção aparece em segundo lugar na nossa comunidade no Brasil (37%).

Enquete da semana benchmarks 02
Apesar de benchmarks não serem relevantes para a maioria, o AnTuTu ainda é o mais popular da categoria / © NextPit

Conclusão

Como dito acima, nada substitui o relato pessoal de quem testa um celular! Porém, como visto em uma série de comentários na nossa comunidade alemã, apesar das polêmicas ou do uso deste tipo de ferramenta para campanhas de marketing, benchmarks ainda possuem uma finalidade relevante quando o assunto é comparativo de hardware.

Apple A15 Bionic, Google Tensor, Samsung Exynos, Qualcomm Snapdragon, MediaTek Dimensity & Cia oferecem desempenhos distintos e a curiosidade sobre qual é o processador (SoC) mais potente faz parte do jogo. No entanto, a diferença de performance nas ações do dia a dia acaba sendo muito pequena, o que não afeta de fato a experiência global com os diferentes hardwares. E isso claramente acabou diminuindo o interesse nos resultados de benchmark.

Eu não me importo com benchmarks porque eles não dizem muito sobre o desempenho real na prática.

KuestenGlueck13, comunidade alemã

Pessoalmente, dou muito mais atenção à descrição de experiência com um produto do que aos resultados de benchmark oferecidos em um teste. E isso acontece porque é muito mais fácil para mim relacionar o tempo de uso de um dispositivo em horas ou dias, do que a uma pontuação especificada em uma tabela.

Como sempre, muito obrigada por participar da nossa enquete da semana. Um agradecimento especial às pessoas que dividiram suas opiniões com a nossa comunidade! O que você achou do resultado? Estou curiosa para saber a sua opinião nos comentários abaixo.


Texto original da enquete:

Na enquete desta semana trazemos à comunidade NextPit mais um debate interno da equipe editorial. Qual a relevância dos benchmarks para o público que acompanha o site? Será que as ferramentas servem para medir diferenças na prática entre os aparelhos ou apenas para ter uma noção relativa dos diferentes celulares no mercado?

Polêmicas envolvendo benchmarks não faltam, desde fabricantes de componentes trapaceando em testes, até modelos que desligam seus controles internos para ajustar o consumo de energia e temperatura quando detectam aplicativos de benchmarks — o que ajuda a entender porque alguns celulares simplesmente superaquecem e travam durante os testes.

A prática não é nova, e um dos casos mais simbólicos — o infame "quack3.exe" — completou recentemente 20 anos. Mesmo assim, ferramentas de benchmarks são presença constante em testes e comparativos de processadores, placas de vídeo e, claro, celulares e tablets.

O que nos leva à primeira pergunta:

Benchmarks são relevantes para você?

Parte da popularidade dos benchmarks, inclusive entre os consumidores finais, se dá pela facilidade de instalação e execução, sem a necessidade de definir scripts para rodar apps e cronometrar o seu uso, além da geração de uma pontuação fácil de comparar, com diversas ferramentas publicando até mesmo rankings com testes feitos pelo público.

Quais benchmarks realmente importam

Mas, para quem se importa com os números revelados pelos aplicativos, quais deles realmente são relevantes? Com tantas opções no mercado, você dá maior valor a algum benchmark específico na hora de escolher um novo celular ou tablet?

Quais benchmarks você considera relevantes?

É claro que os benchmarks são apenas uma parte pequena das avaliações aqui no NextPit, mas gostaríamos de saber se devemos reduzir (ou aumentar) o tempo gasto realizando os testes e analisando as pontuações — ainda mais considerando que muitos aparelhos basicamente usam os mesmos componentes, com variações dentro da margem de erro nos testes de desempenho.

Fique à vontade para opinar, criticar e desenvolver suas respostas para a enquete desta semana. Você gostaria de ver um artigo com uma explicação geral de como cada teste que usamos reflete no uso dos aparelhos? Aproveite o campo dos comentários.


A enquete foi originalmente escrita por Rubens Eishima.

Gostou do artigo? Então compartilhe!
Comentar agora

ÚLTIMOS ARTIGOS

Artigos recomendados

10 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Douglas Charles Cunha há 2 semanas Link para o comentário

    Tem que ser meio sem noção para levar em consideração os testes de benchmark antes de comprar um aparelho.
    Eu tenho um aparelho de 2019 que me ser magnificamente até hoje, sem problema algum. Era top de linha quando comprei e ainda é top comparando com vários lançamentos posteriores.
    Apesar de top de linha quando comprei, ele não era o topo de benchmark algum.
    O que determina minhas compras, são avaliações e experiência de usuários que são divulgadas na internet.


  • Douglas há 3 semanas Link para o comentário

    Não sei porque não respondem no meu comentário, vamos lá:
    E válido toda informação que vc tiver de algo que e novo para uma pessoa, vc não compra carro no boca boca hj em dia?
    Vai a uma concessionária só para ouvir que o veículo e "o melhor da face do universo"?
    Lógico que não, como qualquer pessoa"normal" procura na internet, e e daí que estão os sites de análises, e o lugar ideal para ver comparações, nada contra vc ir a uma loja Samsung, para testar e comprar ali mesmo, mas está não e a realidade do Brasil, a maioria esmagadora procura por ranking, testes, reviews qualquer informação..
    Ranking de aplicativo para teste serve assim como serve qualquer informação valida mesmo que seja patrocinado, TODO usuário de smartphone, tem hj acesso a informação assim ele pode muito bem COMPARAR, e buscar aquele que seja bonito, rápido ,que tenha bastante bateria..Enfim a escolha acaba sendo mais emocional do que por a frieza de dados e mais dados..
    E ranking ajuda sim, meu smartphone pensei e comparei mês a após mês, ranking, tabelas, análises , análises de video, comparativos, relatos de usuários que adquiriram..Enfim ranking e válido, só não deve ser a ÚNICA opção..
    Quer responder?
    Clica aí embaixo e me diz o que vc quer falar, pois falar bonito e achar que está em nicho parece ser fácil..


    • Douglas Charles Cunha há 2 semanas Link para o comentário

      Ranking não define nada, o que define é o uso. dispenso completamente benchmarks e fico de olho apenas no uso e nas avaliações de usuários feitas em redes sociais e no YouTube.


  • Vinicius Guerra há 3 semanas Link para o comentário

    Eu já cansei de ler que testes de benchmarks eram tudo maquiado, então, não vejo o motivo de tanto alvoroço. Até porque, nada se compara a utilização que cada pessoa faz com o seu aparelho. Além do mais, os testes devem ser feitos com o aparelho frio, pois o mesmo quente, perde desempenho, mas para mim nunca foi decisivo na escolha de um modelo. Quando escolho um, vejo sempre o conjunto da obra e aproveito a oportunidade para comprar.

    A escolha de um determinado produto deve ser pela sua necessidade mesmo, naquilo o qual você busca em recursos mais importantes no uso no dia dia, o resto, é perfumaria mesmo.


  • Penskemen há 3 semanas Link para o comentário

    Se você se deixar levar unicamente pelos dados dos benchmarks, bem como pelas opiniões da grande maioria dos sites de tecnologia (que podem ser monetizados por marcas parceiras); certamente você será induzido a adquirir um aparelho que "pode não te atender e frustrar suas expectativas". A melhor dica é (se não tiver muita experiência), procure ler opiniões de usuários que adquiriram determinadas marcas/modelos, pois nada melhor que aferir a opinião do usuário, para que ele possa opinar sobre o produto. Afinal ninguém gosta de gastar grandes cifras e não se sentir satisfeito com sua aquisição. Para finalizar eu diria:
    - Gaste seu tempo e "pesquise muito" antes de bater o martelo ao adquirir um novo aparelho, pois depois que comprou (se não gostar), ao tentar revender o aparelho, você sempre perderá dinheiro, ou poderá ficar com um mico nas suas mãos 🤔


  • Douglas há 3 semanas Link para o comentário

    Eu uso o Antutu para saber além do ranking, estudar qual smartphone adquirir, honestamente tem muita gente sendo enganado por não saber certas coisas sobre Smartphone.. Ruim ou não os ranking dos app de análise continua sendo útil principalmente para quem quer um smart bom e não comprar coisa errada e defasada..


  • wagner v há 3 semanas Link para o comentário

    Nem leio os testes eu me importo com o conjunto todo do hardware e o mais importante é quantas atualizações irão fazer do Android e os patch de segurança, que hoje em dia está bem complicado.


  • Soterio Salles há 3 semanas Link para o comentário

    Eu ignoro totalmente esses testes. Sabemos que os melhores resultados são oriundos de trapaça. Tem até marcas sendo banidas por isso.
    Só considero análises de câmera e olhe lá também.


  • Alexandre há 3 semanas Link para o comentário

    Achei que faltou uma pergunta básica e essencial: “porque?”


  • Jairo rios há 3 semanas Link para o comentário

    Nada supera a experiência em uso , considero benchmarks ferramenta de marketing .

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.