NextPit

Como comprar o Google Pixel 6 (Pro) no Brasil

Como comprar o Google Pixel 6 (Pro) no Brasil

Mais uma geração de celulares Pixel, mais um smartphone do Google que não será vendido oficialmente no Brasil. Mesmo assim, é possível comprar os novos Pixel 6 e Pixel 6 Pro usando métodos como redirecionadores de compras no exterior. Saiba como no guia a seguir.

O método não é novo e também não é exclusivo para os celulares da linha Pixel, e serve para a compra de outros tipos de produtos como roupas, calçados, equipamentos fotográficos e muito mais. Alguns membros da comunidade NextPit inclusive já têm experiência com este tipo de serviço.

Como funciona o redirecionamento internacional

O sistema de redirecionamento funciona com a criação de uma conta em um serviço do tipo, que disponibiliza um endereço ou caixa postal em outro país — normalmente os Estados Unidos — para o recebimento da compra. Depois, realizar a compra no site desejado indicando o endereço fornecido pelo redirecionador, que acomoda a encomenda e, dependendo do serviço, pode consolidar outras compras em uma única remessa para depois enviá-la ao Brasil.

Algumas empresas, caso da Shipito, oferecem serviços adicionais, como compra assistida, que faz a compra do produto indicado pelo cliente. A opção pode ser útil, por exemplo, caso a loja online tenha alguma restrição de venda para o Brasil — por exemplo formas de pagamento.

Outra opção é a de um cartão virtual de compras, que pode ajudar a adquirir produtos em lojas que não aceitam cartões de crédito ou débito emitidos no Brasil.

NextPit Google Pixel 6 camera
Pixel 6 é vendido em poucos países, e nem todos receberam as mesmas opções de cores e memória / © NextPit

Como comprar o Pixel 6 (Pro) nos Estados Unidos

Depois de se cadastrar em um serviço de redirecionamento, pesquise a disponibilidade do dispositivo desejado e siga o processo normal de compras — desmarque coberturas adicionais de garantia e suporte —, e ao final, informe o endereço fornecido pela empresa de redirecionamento.

Dependendo da loja, cartões de pagamento do Brasil podem não ser aceitos, neste caso é preciso usar o serviço de compra assistida ou obter um cartão de débito virtual nos EUA. As principais empresas de redirecionamento oferecem ambos os serviços à parte, mas é importante verificar as taxas adicionais de uso.

Informações importantes ao redirecionar compras

Apesar de relativamente simples, o redirecionamento de encomendas do exterior tem alguns detalhes importantes que vale a pena destacar:

  • Lembre-se que a garantia do aparelho geralmente só é válida no país em que ele foi vendido;
  • Antes de comprar o produto, procure calcular o valor do redirecionamento e os impostos de importação;
    • A maioria dos serviços de redirecionamento oferecem ferramentas para estimar os custos;
    • Outra opção é usar um serviço à parte, como o Tributado;
  • Consulte a estimativa de prazo para recebimento;
  • O envio de determinados produtos é proibido (celulares em geral são permitidos);
  • Como bem destacou o leitor Penskemen nos comentários é preciso considerar também:

Alternativas ao Google Pixel 6 (Pro)

Para quem não está disposto a esperar pelo celular, ou não achou vantajosa a opção de redirecionamento, a opção é pedir para algum conhecido adquirir o aparelho no exterior — a linha Pixel 6 está disponível nos Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Irlanda, Austrália, Alemanha, França, Japão e Taiwan.

Fora isso, o jeito é se contentar com as opções no mercado nacional.

Já usou algum serviço de redirecionamento? Pensando em importar outro modelo de celular? Conte como foi sua experiência com empresas do tipo nos comentários abaixo.

Os links compartilhados neste artigo são links de afiliados. Isso significa que o NextPit obtém uma pequena participação nos lucros se você comprar produtos através deles. Isso não gera custos adicionais para você e não tem nenhuma influência sobre o conteúdo editorial do site. Saiba mais sobre como monetizamos o site na nossa página de transparência.
Gostou do artigo? Então compartilhe!
Comentar agora

ÚLTIMOS ARTIGOS

Artigos recomendados

6 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Eduardo Moreira há 4 semanas Link para o comentário

    Telefone "tarja preta"....🤭


  • Rubens Eishima
    • Equipe
    há 1 mês Link para o comentário

    Texto atualizado com os pontos levantados pelo Penskemen abaixo.


  • Jairo rios há 1 mês Link para o comentário

    Nunca tive experiência em usar serviços de redirecionamento, compras no exterior utilizo bastante o aliexpress, tanto para compras de vestuário, óculos de grau ,lâmpadas inteligentes e os que são normalmente taxados como smartphones e lap top a mais de 6 anos, nunca tive dor de cabeça, a diferença de preço é absurda, com certeza vale a pena adquirir produtos sem garantia nacional , talvez este ano ainda teste o serviço de redirecionamento em alguma compra nos EUA.


  • Penskemen há 1 mês Link para o comentário

    Achei importante que a matéria citou que o aparelho não terá nenhuma cobertura da garantia legal, bem como existe o risco real do aparelho ficar com seu EMEI bloqueado, pois aparelhos comprados no exterior estão sendo bloqueados pela Anatel, devido o novo regulamento chamado "celular legal", que regulamentam aparelhos não certificados no Brasil.


    • Rubens Eishima
      • Equipe
      há 1 mês Link para o comentário

      A Anatel esclareceu que modelos contra... importados do exterior podem ser regularizados no Brasil. É preciso que o modelo tenha sido certificado por alguma agência reconhecida pela Anatel.
      E ao que tudo indica pode passar pela boa e velha burocracia:
      https://www.gov.br/anatel/pt-br/regulado/certificacao/importacao-para-uso-proprio


      • Penskemen há 1 mês Link para o comentário

        Parabéns Rubens, essa informação é super recente e foi atualizada a poucos dias no site da Anatel (em 25/10/2021 22h42), mas pelo que lí na regulamentação que consta no link existe algumas condicionantes:

        - Assim, considerando as circunstâncias do viajante que regressa ao país e do acesso às compras online de produtos no exterior em expansão, essa situação tem se tornado bem comum. Mas fique atento às condições para uso do produto:

        "Sem direito à comercialização ou à prestação de serviço de telecomunicações" (isso dá entender que o aparelho não funcionará nas operadoras do Brasil)

        Pessoa física ou jurídica; necessária a homologação prévia à utilização por Declaração de Conformidade da unidade importada (isso dará uma baita dor de cabeça para o proprietário).

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.