NextPit

Anunciados os novos celulares super poderosos do Google

Anunciados os novos celulares super poderosos do Google

Sim, o Pixel 6 e o Pixel 6 Pro são espetaculares. Mas o Google não apresentou apenas os novos smartphones nesta terça-feira (19), mas algo ainda mais importante: a própria plataforma de hardware. O Tensor é o nome do SoC customizado do Google, que deve trazer uma brisa de ar fresco para o mercado de celulares. Além do puro poder computacional, o foco aqui são particularmente nas características de Inteligência Artificial (AI).

Até o momento, a Apple reinava sozinha quando o assunto era a união de hardware e software. Agora o Google está seguindo o exemplo - em um evento impressionante, o gigante da internet apresentou seus novos smartphones Pixel junto com a própria plataforma de hardware. Depois da apresentação ficou claro: a batalha entre Mountain View e Cupertino acabou de começar.

Pegue um atalho:

SoC: Pixel 6 (Pro) com os chip Tensor

"A IA é a tecnologia fundamental para todos os nossos serviços", anunciou Rick Osterloh no evento de hoje. De acordo com ele, até agora os SoCs disponíveis não eram poderosos o suficiente para realizar os cálculos necessários no smartphone. Após anos de desenvolvimento, o Google afirma ter criado a plataforma perfeita com o Tensor.

Screenshot 2021 10 19 at 19.21.19
Os novos smartphones Pixel 6 colocam grande ênfase na segurança / © Google

Em resultados de benchmark, o processador Tensor não parecer ir muito mais além do que os rivais Apple A15 Bionic ou Qualcomm Snapdragon 888+. Entretanto, não se trata mais de puro poder de computação: especialmente para características como processamento inteligente de imagens, é essencial uma combinação perfeita de software e hardware - a disciplina da política da Apple.

SoC Apple A15 Bionic Google Tensore Qualcomm Snapdragon 888+
CPU

6 núcleos

2x desempenho

4x Eficiência

8 núcleos

2x desempenho

2x médios-cores

4x eficiência

8 núcleos

1x Cortex X1

3x Cortex A78

4x Cortex A55

Fiel ao lema de que o Pixel 6 e o Pixel 6 Pro devem ser os smartphones "mais pessoais mais úteis", o Google investiu no reconhecimento da fala. Por exemplo, o sistema de pontuação está funcionando melhor, e os nomes são escritos à medida que são armazenados na lista de endereços. Se houver mais de uma opção, a entrada de voz sugere várias opções que poderiam caber.

Screenshot 2021 10 19 at 19.50.04
Aqui você pode ver os novos recursos de entrada de voz em apenas um lugar / © Google

Além disso, a entrada de voz reconhece, por exemplo, ao ditar uma mensagem, o que realmente deve ser enviado - e com que palavras a pessoa em questão queria corrigir certas palavras ou com que um certo emoji fosse descrito. Pelo menos durante a apresentação, isto pareceu impressionante - e nós já estamos ansiosos para testá-la.

Há até mesmo um novo recurso para as chamadas telefônicas à moda antiga. O Pixel 6 (Pro) reconhece se você está em espera. Você pode então colocar o smartphone de lado e receber uma mensagem assim que alguém pegar na outra ponta da linha.

E o novo Google Translate deve quebrar ainda mais as barreiras linguísticas - ele funciona muito mais rápido e também funcionará em aplicativos no futuro, tais como WhatsApp, Snapchat, no aplicativo da câmera ou via "Live Translate" como um tradutor simultâneo.

Screenshot 2021 10 19 at 19.51.12
Este aqui provoca alegria: Durante a apresentação, a comunicação rolou através do Tradutor / © Google

Mas, é claro, para o Google Pixel 6 e Pixel 6 Pro, a câmera é novamente um ponto central.

As câmeras: fotografia computacional de alto nível

Os dois smartphones Pixel 6 receberam câmeras melhores que seus predecessores. Em vez dos usuais 12 MP, os sensores principais agora têm 50 MP - e aumentaram consideravelmente. Aqui, o Google conta com os sensores GN1 da Samsung com um tamanho de 1/1,31 polegadas.

Screenshot 2021 10 19 at 19.26.49
A nova câmera de 50 megapixels tem um sensor significativamente maior / © Google

Assim como o motor neural da Apple cuida de todos os tipos de recursos AI da câmera como, por exemplo, o modo cinema, o Google Tensor faz o mesmo com a linha Pixel 6. A qualidade da imagem do sistema de câmera em torno do novo sensor de câmera de 50 megapixels deve se beneficiar disso em particular.

O vídeo HDR agora tem resolução de 4K com 60 fps - o Google chama o recurso de "HDRnet". Mas o modo HDR normal também é suposto fornecer melhores fotos.

Screenshot 2021 10 19 at 19.34.27
Objetos em movimento podem receber borrão adicional graças à Computação Fotográfica / © Google

Com a ajuda do novo Tensor SoC, o Pixel 6 e o Pixel 6 Pro oferecem uma gama de recursos inteligentes de câmera. O Face Unblur foi projetado para combinar várias fotos para que os rostos pareçam nítidos - mesmo quando a pessoa acaba de se mover. O Modo Movimento funciona ao contrário e transforma os objetos em movimento em longas pistas, tais como carros que passam à noite.

Screenshot 2021 10 19 at 19.32.24
Se o recurso funcionar de forma eficaz, será realmente impressionante / © Google

Com o Apagador Mágico, o Google está declarando guerra aos profissionais de edição. No futuro, deve ser possível remover pessoas e objetos das fotos no Google Photos, mesmo depois de terem sido captadas. Durante a apresentação, certamente pareceu impressionante a profundidade com que os objetos podem ser removidos das fotos.

Por último, mas não menos importante, o Google fez uma grande trabalho na câmera para reproduzir com precisão os tons de pele, especialmente, para as pessoas negras. O Google ainda não disse nada sobre se e quais recursos também chegarão a outros smartphones Android com a atualização do Android 12.

O Android 12 transforma o Pixel 6 (Pro) em um iPhone com Android

Além de todas as características de hardware, o sistema operacional também desempenha um papel relevante para os smartphones Pixel. O Pixel 6 e o Pixel 6 Pro rodam Android 12 direto de fábrica, e a característica mais espetacular aqui é certamente o novo Material You que entrega um design de sistema mais unificado em todos os aplicativos, novos widgets e muito mais.

Screenshot 2021 10 19 at 19.05.45
"Uniquely Yours: o Google busca design aliado a software / © Google

Como vimos recentemente com a Apple, no entanto, o foco também está na segurança. Com o Núcleo de Segurança Tensor e o núcleo Titan M2, os dados sensíveis devem ser alojados em um núcleo separado do Google Pixel 6 e 6 Pro - exatamente como nos iPhones atuais.

Mas o próprio sistema operacional também será mais transparente no futuro quando se tratar de permissões e agora revelará, por exemplo, se a câmera ou o microfone está sendo tocado no momento. Você pode encontrar todos os outros detalhes sobre o Android 12 no artigo abaixo:

Descubra também se e quando seu smartphone Android receberá a atualização para o Android 12.

Diferenças: Google Pixel 6 vs. Pixel 6 Pro

"Nosso primeiro e verdadeiro flagship" - foi assim que Rick Osterloh anunciou o Google Pixel 6 Pro na apresentação. Já escrevemos sobre o software e a plataforma Tensor em detalhes, porém, o que os dois smartphones realmente oferecem, além do Tensor e do Android 12?

Há três grandes diferenças entre o Google Pixel 6 e o Google Pixel 6 Pro:

  1. O preço: o Pixel 6 deve custar a partir de US$ 599 dólares, enquanto a variante Pro a partir de US$ 899. Infelizmente, nenhum dos modelos está disponível no Brasil; 
  2. As câmeras: o Google Pixel 6 Pro oferece uma câmera teleobjetiva adicional de 48 MP com zoom óptico quádruplo;
  3. O tamanho: o Google Pixel 6 Pro é significativamente maior do que o Pixel 6 normal, medindo 6,71 polegadas em comparação com 6,40 polegadas.

Caso contrário, os dois modelos compartilham a mesma plataforma de hardware com o SoC Google Tensor. O Pixel 6 Pro oferece um pouco mais de RAM (12 GB) e também um opcional de 256 GB de armazenamento.

Produto Google Pixel 6 Google Pixel 6 Pro

Imagem

Google Pixel 6 Google Pixel 6 Pro
Tela 6,4 polegadas, AMOLED, 90 Hz (adaptável), Full-HD+ (1080x2400 pixels). 6,71 in. AMOLED, 120 Hz (adaptável), QHD (3120x1440 pixels)
SoC Tensor Google Tensor Google
Memória 8 GB de RAM | 128 GB armazenamento 12 GB de RAM | 128 GB ou 256 GB armazenamento
Micro SD Não Não
Câmera principal 50 megapixel 50 megapixel
Ultra grande-angular 12 megapixel 12 megapixel
Teleobjetiva - 48 Megapixel, 4x Zoom
Vídeo Máximo: 4K a 60 fps Máximo: 4K a 60 fps
Selfies 8 megapixels 8 megapixel
Bateria 4614 mAh 5003 mAh
Carregamento Máx. 30 watts (com fio)
Máx. 21 watts (sem fio)
Máx. 30 watts (com fio)
Máx. 23 watts (sem fio)
Segurança Leitor de impressão digital em display
Reconhecimento facial
Leitor de impressão digital no display
Reconhecimento facial
Preços A partir de US$ 599 A partir de US$ 899

Conclusão:

Os smartphones Pixel são melhores que os iPhones? Até mesmo os maiores fãs da Apple em nossa equipe editorial ficaram surpresos durante a apresentação. Estamos esperando nossos dispositivos de teste nos próximos dias e forneceremos informações mais detalhadas assim que possível.

Se você tiver alguma pergunta, desejo ou sugestão sobre o que devemos experimentar, por favor, informe-nos nos comentários!

Gostou do artigo? Então compartilhe!
Comentar agora

ÚLTIMOS ARTIGOS

Artigos recomendados

3 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Penskemen há 1 mês Link para o comentário

    Bem... Segundo sites internacionais que tiveram acesso ao aparelho, mas por questões do NDA (Non Disclosure Agreement), não podiam postar nenhuma informação técnica antes da data de lançamento, agora vazaram que esse processador (Tensor) a nível de desempenho é inferior ao Snapdragon 888. Já para a câmera principal de 50mp, e a selfie com seus modestos 8mp, será interessante acompanhar uma comparação com as fotos tiradas pelo iPhone 13. Mas para piorar a Google seguiu o péssimo exemplo de outros fabricantes, ao não incluir o carregador na caixa. Resumindo... Muito barulho para pouca coisa, e se fosse escolher (fora do Brasil) um aparelho com Android Puro, aguardaria o novo modelo top de linha da Nokia que será lançado no mês que vem, que certamente agradará mais que o Pixel 6.


  • Soterio Salles há 1 mês Link para o comentário

    Sem condições de comprar como sempre... Mas ainda quero ver o desempenho em fotografia deles afinal era algo que os primeiros modelos tinham destaque.


  • Marcio S. há 1 mês Link para o comentário

    bom mesmo seria ver esses aparelhos no mercado brasileiro. Infelizmente o monopólio de algumas marcas e os impostos descontrolados do governo não ajudam em nada, ficamos apenas com o mesmo de sempre.

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.