NextPit

O que é mAh? Entenda a influência disso na bateria do seu Android

lg g4 samsung galaxy s5 battery
© NextPit

A capacidade da bateria de um dispositivo é um item que sempre observamos atentamente em uma análise ou durante a compra de um novo smartphone. No entanto, essa numeração nem sempre representará a autonomia real de um dispositivo. Neste artigo, iremos explicar o que significa a especificação "miliampere-hora" e qual é a influência disso na bateria do seu Android. Confira a seguir.

O que é mAh?

A especificação mAh significa miliampere-hora que, resumidamente, é do que uma unidade para medidas de capacidade de baterias. Logo, quanto maior for a numeração antes de "mAh", maior serão as chances de o dispositivo atingir uma boa autonomia com uma única carga. Essa unidade representa o nível de corrente elétrica que pode ser transmitida em uma hora, por isso, ampère-hora ou Ah. 

Entretanto, esse nível de transferência elétrica pode sofrer alterações que variam de acordo com cada dispositivo. No caso de tablets e smartphones, essa frequência é determinada de acordo com elementos que estão ativos no dispositivo, como sensores, condições de brilho da tela, sinal da operadora e aplicativos em segundo plano. 

IMGS8948
O que são mAh de bateria?  / © ANDROIDPIT

Existe um método de cálculo para saber o consumo médio de um dispositivo em miliampere-hora. Para isso, é necessário saber qual é a capacidade do mesmo em modo stand-by, geralmente divulgado pelo fabricante na caixa ou entre os manuais do aparelho. Como exemplo vou utilizar o Sony Xperia C que, segundo o fabricante, aguenta até 588 horas em modo stand-by. O stand-by (ou modo de repouso) representa o estado de consumo mínimo de energia. No caso do Xperia C, com bateria de 2.390 mAh, seu consumo médio será de 4,07 mA de corrente elétrica (divide-se a capacidade total da bateria pelo tempo em stand-by). 

Fatores que afetam o consumo da bateria 

O tipo de bateria presente no dispositivo também indica sua velocidade de consumo. Atualmente, a maioria dos smartphones acompanham baterias de Lítio (alguns de íons de Lítio e outros de polímero de lítio). A freqüência de consumo é diferente para cada tipo de bateria.

Naturalmente, quanto mais recursos ativos no dispositivo mais rápido sua bateria será descarregada. Um dispositivo com configurações superiores requer muito mais energia do que um modelo com especificações mais modestas. Antigamente, os dispositivos da Nokia com 1250 mAh duravam até uma semana com uma única carga, enquanto o Nexus 6, por exemplo, dura até 12 horas com uma bateria de 3220mAh.

A tela é o item que mais afeta o desempenho energético do dispositivo, algo em torno de 40% na maioria dos casos. A tecnologia presente também interfere nessa autonomia, como os painéis LCD IPS, que utilizam mais retroiluminação e exigem mais energia do que painéis com tecnologia AMOLED. O brilho da tela também deve ser ajustado pelo usuário. Você pode entender a diferença de cada tecnologia de tela através do artigo abaixo:

lgg2 lgg4 bateria extraible
LG G4 possui uma grande bateria de 3000mAh. / © ANDROIDPIT

O sistema do dispositivo também implica diretamente na autonomia da bateria. Esse consumo pode ser ainda maior quando o SO está interligado com interfaces proprietárias e recursos extras. Alguns modos para economia de energia podem ajudar um pouco, mas é recomendado que o usuário compare a diferença quando essa função estiver desligada.

Por fim, podemos dizer que a quantidade de mAh presente nas especificações técnicas de um dispositivo não representa a real autonomia de um aparelho no uso cotidiano. A resolução da tela, versão do sistema e quantidade de serviços embarcados precisam ser levados em consideração.

E aí, você conhecia o significado de mAh? O que você mais leva em consideração nas especificações de um dispositivo? 

Gostou do artigo? Então compartilhe!
Comentar agora

Artigos recomendados

21 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Duclerisson Pastor 18/08/2015 Link para o comentário

    Mestre em desfazer os outros, imagina o cotidiano de um cara desse ele corrigindo todo mundo aí seu redor, sai dessa cara o autor só quis da uma explicação prática e ele está certinho.


  • Arthur Ferreira 13/08/2015 Link para o comentário

    Só uma correção. Quando se dividiu a carga da bateria em mAh pelo número de horas , a unidade de corrente deve ser dada em mA (miliampère).


  •   43
    Conta desativada 13/08/2015 Link para o comentário

    Ótima matéria, AndroidPIT precisa de mais assim.
    Por que ultimamente é só rumor, e atualizações de matérias que já foram postadas há tempos.

    Mais muito bom, parabéns, Bruno Salutes.


  • douglas adriano 13/08/2015 Link para o comentário

    xperia z3 é muito bom nesse quesito principalmente com o modo Stamina. realmente eficaz


  • walterCruz 13/08/2015 Link para o comentário

    Poxa! As tecnologias estão evoluindo, e muito. Menos as baterias...


  •   32
    Conta desativada 13/08/2015 Link para o comentário

    Excelente matéria.
    =]


  • Bruno Mattos 13/08/2015 Link para o comentário

    Está aí o calcanhar de Aquiles dos eletrônicos hoje em dia (bateria). Elas evoluíram muito (basta lembrar dos ciclos de vício dos velhos notebooks). Porém elas ainda estão um "passo" atrás, bom a nanotecnologia tá tentando algo, mas tá difícil. Eu até aceitaria um aparelho mais espesso para ter novas tecnologia de auxílio, como carregamento auxiliar por energia cinética, ou até mesmo por energia solar... pois um aparelho só durar 1 dia e meio com uso moderado é broxante...


  • José de Jesus 13/08/2015 Link para o comentário

    Meu xperia z3 é top de linha nesse quesito! 3.100 mah + o seu super gerenciador de energia, não tem pra ninguém kkkkk


  • Luan Oliveira 13/08/2015 Link para o comentário

    Só na pratica do dia a dia pra saber quanto vai durar mesmo.


  • Gustavo Hanemann 13/08/2015 Link para o comentário

    Parabéns Bruno, ótima matéria!


  • Pamella Scramin F. 13/08/2015 Link para o comentário

    O que me deixa feliz é que o site vem criando ótimas matérias, parabéns (:


  • Wallace Marques 13/08/2015 Link para o comentário

    Na verdade, X mAh seriam a Carga equivalente ao que é armazenado (por uma bateria) com uma corrente de X mA fornecida durante uma hora.
    Carga é um produto entre tempo e corrente elétrica, então vc precisa tanto de tempo como corrente pra armazenar carga, por isso X mA fornecidos durante uma hora. Mas esse produto mAh é carga e oq eu disse acima é uma equivalência, mas não significa q a corrente q carrega seu aparelho é X, até porque ele não deve carregar em 1h. Se quiser saber essa corrente, ela deve estar aproximada no carregador ou vc pode cronometrar o processo de carga e dividir X mAh pelo tempo medido.


  • Guilherme Lourenço 13/08/2015 Link para o comentário

    Ótima matéria está muito bem explicado, já tinha noção sobre tal assunto.


  • Ricardo Detimermane 12/08/2015 Link para o comentário

    E como já digo acima cada equipamento por características próprias tem um consumo diferente do outro. Um melhoria básica para autonomia da bateria (autonomia-tempo que a bateria leva pra se descarregar por completo), podemos diminuir o brilho da tela e colocar um papel de parede escuro. Estes são alguns conselhos para aumentar a autonomia da bateria.


  • Altieris Silva 12/08/2015 Link para o comentário

    Ótima matéria! Eu sempre levei em consideração o desempenho de hardware e bateria...

    Eu tinha apenas a base, agora sei mais a fundo graças ANDROIDPIT !!


  • Ricardo Detimermane 12/08/2015 Link para o comentário

    Vou exemplificar, uma bateria de 3000mAH. Significa o seguinte: mili = 10 elevado a -3, ou seja, 3000÷1000= 3. Que significa 3 Amperes em 1 horas.


  •   13
    Conta desativada 12/08/2015 Link para o comentário

    Ótima Matéria!


  •   32
    Conta desativada 12/08/2015 Link para o comentário

    Até serve como exemplo o caso do Moto Maxx e do Moto X Play. Que embora a bateria do Maxx seja um pouco maior, a tela do X Play é "só" Full HD, o que por si só já gera uma bela diferença e o processador que não roda com clock tão alto e é 64-bits. Tudo isso faz com que seja uma escolha mais acertada pra quem compra smartphones pela autonomia.


  • João Guedes 12/08/2015 Link para o comentário

    Boa materia


  • Anttonio Netto 12/08/2015 Link para o comentário

    é o Bruno Salutes está evoluindo muito, sempre trazendo matérias pontuais aos usuários Android!

Mostrar todos os comentários
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.