NextPit

iOS 14.5 tirou 10 bilhões de dólares do Facebook, YouTube, Twitter e Snapchat

iOS 14.5 tirou 10 bilhões de dólares do Facebook, YouTube, Twitter e Snapchat

O medo demonstrado por empresas de publicidade e especialmente o Facebook com relação ao recurso de Transparência no Rastreamento de Apps (TRA), lançado no iOS 14.5, não foi à toa. Segundo um relatório do jornal Financial Times, o recurso de privacidade da Apple reduziu em quase US$ 10 bilhões o faturamento do Facebook, Snapchat, Twitter e YouTube.


Direto ao ponto:

  • Novidade do iOS 14.5 dá mais controles ao público sobre os dados armazenados por apps e serviços;
  • Recurso reduz o volume de dados coletados por gigantes como Google e Facebook para direcionar conteúdo e anúncios;
  • Opção teria custado US$ 9,85 bilhões (cerca de R$ 55,75 bi), segundo o jornal Financial Times.

Pouco mais de seis meses após seu lançamento o TRA (ATT, na sigla em inglês), mostrou porque empresas de anúncios e redes sociais temiam o seu lançamento, inclusive com propagandas contra o recurso veiculadas nos Estados Unidos antes do lançamento do iOS 14.5 no final de abril.

O TRA transforma a coleta de dados pessoais em mais uma permissão de sistema, assim como o GPS, microfone e câmera. Geralmente, as informações registradas servem não só para identificar o usuário do serviço ou app, como também para personalizar e direcionar conteúdos e anúncios — potencialmente melhorando o engajamento e o tempo gasto nas diferentes plataformas.

Por padrão, o iOS e iPadOS a partir da versão 14.5 desligam a coleta de dados, obrigando os aplicativos a solicitar a autorização do cliente. É possível até mesmo desligar completamente as solicitações de acesso, impedindo que os apps rastreiem as atividades no dispositivo.

De acordo com o FT, a alteração do comportamento padrão, associado à recusa da maioria das pessoas de compartilhar suas informações, levou muitos anunciantes a reduzirem seus gastos nas plataformas de redes sociais — direcionando-os para serviços no Android e a própria ferramenta de anúncios da Apple.

Além disso, o retorno sobre o investimento dos anunciantes nas redes sociais teria diminuído, em alguns casos até pela metade, na comparação com os números de antes da ativação do TRA.

Apesar da Facebook Meta — dona do Facebook, Instagram e WhatsApp — ter sido a maior prejudicada em faturamento total, com uma redução estimada de quase US$ 8 bilhões (cerca de R$ 45 bi), em termos percentuais o Snapchat se saiu pior, em decorrência de sua maior dependência do aplicativo para celular. o que influenciou uma queda de 24% nas ações da Snap na semana passada.

Em contrapartida, a unidade de negócios de publicidade da Apple registrou um faturamento recorde no último trimestre, superando as expectativas de mercado com um volume de negócios de US$ 18,3 bilhões (cerca de R$ 104 bilhões).

Gostou do artigo? Então compartilhe!
Comentar agora

ÚLTIMOS ARTIGOS

Artigos recomendados

2 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Douglas Charles Cunha há 3 semanas Link para o comentário

    Acho que o título correto seria:
    "iOS 14.5 evitou que Facebook, YouTube, Twitter e Snapchat faturassem 10 bilhões de dólares à custa de usuários".


  • Jairo rios há 4 semanas Link para o comentário

    Boa medida por parte da Apple , doravante somente ela possuirá lós metadados dos usuarios😜