Asus apresenta ROG Phone 3: com Snapdragon 865 Plus e 16 GB de RAM

Asus apresenta ROG Phone 3: com Snapdragon 865 Plus e 16 GB de RAM

Os fãs de jogos móveis há muito tempo que esperam por este sucesso! A ASUS apresenta o novo ROG Phone 3, o primeiro smartphone do mundo com Snapdragon 865 Plus e relógio de mais de 3 GHz. A taxa de atualização insana de 144 Hertz e a capacidade da bateria de 6.000 mAh permitem que os corações dos jogadores batam mais rápido. 

Um display AMOLED de 6,59 polegadas com taxa de atualização de 144 Hz e o poderoso Snapdragon 865 Plus com relógio de 3,091 GHz falam por si. O novo monstro dos jogos da ASUS levará os jogos para dispositivos móveis a um novo nível. Equipado com uma enorme bateria de 6.000 mAh e resfriamento ativo da CPU, o novo ROG Phone 3 chega ao mercado em três versões diferentes.

ROG Phone 3 disponível em três versões

Os fãs dos potentes smartphones topo de gama podem escolher entre 16 GB LPDDR5X RAM e 512 GB de memória interna por 1.099 euros (R$ 6.495) ou 12 GB de RAM e 512 GB de memória interna por 999 euros (R$ 5.095). Além disso, a ASUS apresenta o ROG Phone 3 Strix Edition, uma versão ainda mais acessível da nova superestrela de jogos: Vem com Snapdragon 865, 8 GB de RAM e 256 GB de memória, ao preço máximo de 799 euros (R$ 4.720).

ROG PHONE 3 DE CTA jetzt vorbestellen 2880X1035
A ASUS ROG Phone 3 / © ASUS

O ROG Phone 3 oferece a nova interface ROG UI da ASUS para experiências de jogo perfeitas. O smartphone pode ser visto como um polivalente para a vida cotidiana exigente, porque a superfície do jogo pode ser alterada para a conhecida interface do usuário do ZEN. Então o smartphone é um dispositivo premium absoluto baseado no Android 10, com serviços do Google, AI Quick Charge graças ao carregador ROG HyperCharge de 30 watts e uma câmera tripla com o poderoso sensor IMX686 da Sony.

As mais recentes tecnologias, incluindo 5G, Bluetooth 5.1, WiFi 6 e o ​​mais recente e mais rápido armazenamento UFS 3.1, tornam o ROG Phone 3 um carro-chefe em ritmo acelerado. O dispositivo premium é complementado pelo AirTriggers 3 da ASUS, os botões sensíveis do sensor ultrassônico e um sensor de impressão digital integrado no monitor.

Não menos importante, a câmera principal de 64 MP com abertura f/1.8, ultra wide de 13 MP, abertura f/2.4 e a macro de 5 MP e abertura f/2.0

ASUS 123455222
Câmera Asus ROG Phone 3/ © Reprodução/Asus

Não importa qual versão do novo ROG Phone 3 escolher, a pré-venda na Europa, os usuários receberão o ROG Cetra Gaming Headset e três meses Google Stadia de graça com a compra do premium.

ÚLTIMOS ARTIGOS no NextPit

Recomendado pelo NextPit

4 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Ow... Deve rodar GTA V de boa.....
    Não pera, vai rodar qualquer joguinho da playstore igual a qualquer top de linha de 2017 pra cá. Show!


  • 16GB de Ram ??? Pera aí será que eu lí direito ? Os fabricantes acham que a plataforma Android caminha para virar um vilão de recursos ? Só podemos ter essa linha de raciocínio diante dessa quantidade extrapolada de memória !!! Aí vem "aquele antigo questionamento" O Nokia Lumia com Windows Phone 10, não iria rodar liso usando "2 GB de memória RAM" e por uma questão de mercado, a plataforma Windows Phone saiu de linha, mas o Nokia Lumia rodava bem o pesado Windows 10 ! Agora estão lançando e preparando novos modelos de smartphones com 16GB de Ram para rodar o Android ??? Isso está parecendo mais uma tremenda jogada de marketing, mas ninguém vai ousar peitar as gigantes de telecomunicação para questioná-las a respeito certo ?


    • Com certeza 16gb é muito mais do que o aparelho precisa para fazer (muito bem) o que se propõe a fazer. A Samsung colocou 12gb no S20 Ultra com o argumento de que precisa da memória adicional para os vídeos em 8K, mas que no uso cotidiano e mesmo para rodar aplicativos mais pesados, o aparelho não precisa de tudo isso. Ok, faz sentido. Aqui, com certeza a Asus jogou para atrair os holofotes, até porque o modelo "básico", que deve fazer tudo o que o topo de linha faz, vem com a metade disso...


  • É sempre bom que a tecnologia evolua claro, quanto mais memória, em tese melhor, porém, 16 GB de RAM, creio que não haja necessidade disso no Android, pelo menos não hoje, isso só serve para aumentar o preço do produto final. Gostaria muito que as fabricantes lançassem novidades como a bateria de grafeno, traria muito mais inovação, aliás, já passou da hora de substituir as baterias de íons de lítio.

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.