Samsung deve comercializar processador Exynos para Xiaomi, diz site

Samsung deve comercializar processador Exynos para Xiaomi, diz site

De acordo com uma notícia publicada no site BusinessKorea na última terça-feira (3), a Samsung deve, ainda no começo de 2021, fornecer processadores para a Xiaomi, Oppo e Vivo. 

Atualmente, todas trabalham com outros fabricantes, em especial Qualcomm e MediaTek, mas a Samsung parece estar determinada a mudar isso, principalmente após o anúncio do lançamento do Exynos 1080, neste mês de novembro.

O lançamento do novo processador da marca irá acontecer pouco tempo depois da notícia de que a linha Galaxy S20 não usaria um processador próprio da Samsung, mas sim da Qualcomm. Para se restabelecer, a fabricante investiu pesado em sua nova criação, já que, segundo testes, o Exynos 1080 supera os modelos da Qualcomm em alguns aspectos. 

Vale lembrar que a Samsung já comercializou processadores para a Motorola, que lançou os modelos Motorola One Vision e Motorola One Action com o Exynos 9606, no ano passado. 

ÚLTIMOS ARTIGOS no NextPit

Recomendado pelo NextPit

8 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • O barato vai ficar loko se a Apple começar a fazer o mesmo.


    • Se ela começar, né...

      Eu diria que isto é algo quase que improvável de acontecer, visto que ela é totalmente restrita no seu próprio ecossistema de hardware e software. Nunca vi uma tecnologia da Apple em outros fabricantes, a não ser algumas soluções mínimas de software (música, transferência de arquivos, acesso à nuvem). E é certo de que nunca verei.


  • Concorrência é ótimo , caso os novos Exynos realmente superem os Qualcomm porque não ? Tem mercado para todos .


  • Vejo muita gente criticando a China por seu mercado. Mas vale lembrar que os asiáticos sempre foram lembrados pelo seu conservadorismo, e isso passou a prejudicar eles comercialmente. Já aqui no ocidente, grande empresas se destacaram pela sua disruptividade, e também pela diversificação e compartilhamento.

    Agora que os asiáticos mudaram sua forma de produzir, inclusive mudaram muito sua cultura. Onde passaram agregar boa parte da nossa cultura aqui, eles passaram a dominar muitas coisas que antes dominávamos. Inclusive passaram a fazer melhor que nós aqui.

    Essa parceria da Samsung, nada mais é do que muitas empresas americanas e europeias já faziam antes. Compartilhar tecnologia para ambos se desenvolver e ampliar seu mercado. Hoje a China faz o que os EUA faz a um bom tempo e ninguém parava pra ver. A Diferença é que eles não estão para brincadeira e os EUA sentiram isso e não querem perder o lugar para eles. Se isso é bom ou não, não da pra saber. Mas antes de achar ruim, lembre-se de uma coisa, você compra produto chinês e não acha ruim quando vê o preço.


  • A Samsung tem uma visão empresarial diferentemente da Apple, onde tudo lá é exclusivo. A Samsung fabrica baterias, memórias, semicondutores, chipsets, enfim, como toda empresa com macro visão, eles visam exatamente lucros.

    A Lenovo usa processador Exynos se não me engano. O negócio é faturar mesmo. Só acho que a Samsung deveria ter em suas linhas mais caras processadores Snapdragon também.


    •   3
      Conta desativada há 1 mês Link para o comentário

      A estratégia é diferente pois o mercado é diferente. Apesar de ambas fabricarem celulares a Apple não tem concorrencia( digam o que disserem, iPhone anda sozinho em sua categoria, quem quer iPhone não troca por android de maneira nenhuma e vise versa também). Já a Samsung tem muita concorrência, fornecer seu hardware para as concorrentes é lucrar mesmo sem vender seus celulares.


  • Meu... Isso tá com cara daquele filme "Cavalo de Tróia" Tem coisa escondida por trás dessa decisão da Samsung. Que a Xiaomi está começando a atrapalhar as vendas da marca coreana pelo mundo isso é fato, mas a Samsung oferecer suas linha de CPU para a Xiaomi, tá na cara que ela está usando uma estratégia para querer "igualar" as duas marcas, e provocar uma disputa pelo produto com o melhor custo/benefício. Seria melhor a Xiaomi fazer uma parceria com a Mediatek, pois sua nova linha de CPU's (Dimensity) estão causando um enorme barulho. A Xiaomi vai fazer uma grande besteira adotando o Exynos, se isso se confirmar.

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.