Review do Samsung Galaxy Tab S7 FE: Fan Edition? Melhor seria Lite Edition!

Review do Samsung Galaxy Tab S7 FE: Fan Edition? Melhor seria Lite Edition!

O Samsung Galaxy Tab S7 FE é a alternativa mais acessível entre os tablets premium da Samsung. Confira aqui como se saiu o elegante Android de tela grande no teste completo do NextPit.

Avaliação

Prós

  • Construção de alta qualidade
  • Design atraente
  • 5G opcional
  • S Pen incluída
  • Tela de 12,4 polegadas
  • Boa duração da bateria
  • Som decente

Contras

  • Sem tela AMOLED
  • Apenas 60 hertz
  • Apenas 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento
  • Processador intermediário (Snapdragon 750G)
  • Sem sensor de impressão digital
  • Muito caro para uma versão "Lite"

Samsung Galaxy Tab S7 FE direto ao ponto

O Samsung Galaxy Tab S7 FE tem um preço inferior ao dos tablets premium da marca sul-coreana. Infelizmente, as especificações técnicas foram reduzidas ainda mais e alguns sacrifícios foram longe demais. Um Snapdragon 750G com uma modesta combinação de 4 GB RAM / 64 GB de armazenamento é muito pouco para mim. O painel IPS de 12,4 polegadas é decente, mas a taxa de atualização de 60 hertz em 2021 é baixa.

No lado positivo, entretanto, há uma caneta S Pen incluída, você pode usar redes 5G e a bateria não deixa nada a desejar. O acabamento e a qualidade de construção estão no nível normalmente alto, mas infelizmente o Galaxy Tab S7 FE não consegue manter este nível tecnicamente.

No total, não é suficiente para um tablet com um preço de tabela de R$ 4.999, mas dependendo da queda de preços no mercado, quem sabe?

Mesmo assim eu recomendaria o tablet? Sim, se você estiver procurando um tablet Android com tela grande e bem feito, que não tenha os mais altos requisitos de desempenho. Pessoalmente, no entanto, preferiria o Galaxy Tab S7 um pouco menor (11 polegadas), mas muito mais poderoso.

 

Design e tela

Grande, bem feito - é assim que o tablet se apresenta com um belo design. Infelizmente, a tela não consegue manter este nível.

Gostei:

  • Acabamento de alta qualidade;
  • Ótima qualidade de construção;
  • Entrada para microSD;
  • Tela IPS brilhante.

Não gostei:

  • Apenas 60 hertz;
  • Sem AMOLED;
  • Sem garagem para a caneta S Pen.

A Samsung sabe como fazer produtos de alta qualidade. E isto também se aplica ao Galaxy Tab S7 FE de 12,4 polegadas, que passa uma boa impressão em termos de construção. Com suas 608 gramas, pode não ser recomendado para uso com uma só mão, mas estou realmente impressionado que o tablet seja tão robusto, mesmo que tenha pouco mais de 6 mm de espessura.

Com o desenho unibody, você tem a escolha entre uma alternativa preta e outra prateada. Em ambos os casos, você encontra um ótimo acabamento, incluindo botões com uma ótima resposta táctil.

NextPit Samsung Galaxy Tab S7 FE speaker
Parece elegante, não é / © NextPit

Se houvesse um espaço que pudesse acomodar a caneta S, eu ficaria satisfeito com o design do tablet. Mas é preciso conviver com o fato de que é preciso prender a caneta na traseira ou lateral com um ímã. Na minha opinião, essa não é uma boa solução, especialmente quando se está em movimento. No entanto, isto significa que o tablet fica levemente inclinado ao apoiá-lo na mesa com a caneta na traseira.

Também vale a pena mencionar que, em comparação com os modelos mais caros, o modelo FE traz dois alto-falantes em vez de quatro, e que você também pode utilizar um cartão microSD, além do nano-SIM. Infelizmente, a expansão é praticamente necessária, pois a Samsung só equipa o Galaxy Tab S7 FE com 64 GB de memória. Na prática, cerca de 47 GB deste valor estão disponíveis.

NextPit Samsung Galaxy Tab S7 FE front camera
Acima da tela LCD há uma câmera com 5 MP / © NextPit

Não gosto muito da tela, o que poderia ser devido ao fato de que a Samsung fez sacrifícios significativos em comparação com seus tablets premium. Minha decepção tem três letras: LCD! Não entenda mal: O painel IPS de 12.4'' com uma resolução de 2.560 x 1.600 pixels é bastante brilhante e oferece ângulos de visão estáveis, contraste decente, assim como uma precisão de cor bastante alta. Mas estamos acostumados a painéis superiores dos reis do AMOLED, e isso também se aplica à taxa de atualização de apenas 60 hertz. Apenas um lembrete: O Galaxy Tab S7 e o modelo S7 Plus oferecem painéis AMOLED com 120 hertz!

A Samsung traz um acabamento de alta qualidade, mas apenas uma tela LCD pouco convincente. Esta última é uma decepção - porque a Samsung pode fazer muito melhor que isso e porque o tablet também custa mais de R$ 3.000.

Software e operação

A Samsung não só nos fornece sua interface One UI 3.1 para o Galaxy Tab S7 FE, mas também uma caneta S. Uma agradável combinação para trabalhar com o tablet.

Gostei:

  • S Pen incluído;
  • One UI 3.1;
  • Multitarefa.

Não gostei:

  • Caneta S sem Bluetooth;
  • Sem sensor de impressão digital;
  • Reconhecimento facial bastante lento e pouco confiável.

Uma confissão antes de mais nada: não sou um grande fã da Samsung One UI. Em geral, há realmente ótimas características que vêm com esta interface, mas eu gosto apenas do Android puro e de um visual mais simples e funcional possível. Os fãs da One UI devem definitivamente ler nosso artigo com as melhores dicas e truques para a One UI. Eu também gostaria de recomendar a revisão de Antoine sobre o Galaxy S21 Ultra, na qual ele entra em maiores detalhes sobre a One UI 3.1.

No entanto, a interface tem muitas características interessantes, como a opção de várias janelas, o que me permite organizar três janelas ao mesmo tempo. Em geral, devo dizer que é mais produtivo trabalhar no equipamento de 12,4 polegadas do que no smartphone. Entretanto, eu sempre falho com o Android quando se trata de transformar um dispositivo móvel em uma ferramenta de produtividade. Há bons casos de uso, mas para trabalhos "reais" prefiro usar um notebook.

Samsung Galaxy Tab S7 FE Notes
Em qualquer caso, nem o tablet nem a caneta S são culpados pela escrita feia / © NextPit

Por falar em casos de uso: Sou fã da aplicação Notas, que gostei de usar com a S Pen no teste. Eu não uso várias janelas em celulares, mas em uma tela tão grande é uma boa ideia e me deixa assistir a um vídeo e tomar notas com a caneta ao mesmo tempo.

Deslizar a tela para a direita abre o Samsung Free, que oferece notícias e outros conteúdos de mídia gratuitos. Mas novamente, tenho que admitir que usei a opção de exibir o Google Discover no lugar. Digo tudo isso sem julgamento, é apenas uma questão de gosto.

Mas voltando à S Pen: eu gosto da caneta desde o primeiro Note e gosto da sua evolução. Mas meus dedos às vezes não gostam muito - por exemplo, quando eu quero apertar o botão da caneta novamente e erro a pontaria.

Caso contrário, gosto de escrever com a caneta e secretamente sonho com o quanto teria sido ótimo poder me beneficiar de uma taxa de 120 quadros por segundo. Você pode converter a caligrafia em letras impressas em tempo real e eu também gosto da sensação geral da caneta.

NextPit Samsung Galaxy Tab S7 FE pen
A caneta pode ser fixada na parte traseira e lateral com um ímã - mas não é a solução ideal / © NextPit

Infelizmente, o acessório que acompanha o tablet é apenas a caneta padrão e isso significa que não há suporte para Bluetooth e os Gestos Aéreos. Também não estou totalmente satisfeito com o fato de ter que prender a caneta na parte de trás ou lateral do tablet usando um ímã. Isto a mantém sempre à mão e a carrega automaticamente, mas eu preferiria ser capaz de guardá-la no dispositivo.

Com o uso prolongado e o trabalho móvel frequente, vejo também o perigo de perder a caneta. Embora se segure magneticamente, ela pode ser facilmente destacada do tablet quando você a coloca na mochila.

Em resumo, graças à caneta S e ao tamanho generoso, o Galaxy Tab S7 FE é um tablet versátil e agradável de usar. Entretanto, em minha opinião, não chega perto de substituir um computador completo.

Energia e bateria

O Galaxy Tab S7 FE com o Snapdragon 750G não é nada espetacular em termos de potência. Por outro lado, a bateria de 10.090 mAh costuma durar muito bem.

Gostei:

  • Sem aquecimento excessivo;
  • Autonomia decente.

Não gostei:

  • Desempenho medíocre do Snapdragon 750G;
  • Carregamento "rápido" lento.

Se você olhar para o Snapdragon 865+ no Galaxy Tab S7+ e depois para o Snapdragon 750G no Galaxy Tab S7 FE, você pode até se decepcionar. Isto continua se você usar aplicativos muito pesados, abrir muitas abas no Chrome ou jogar games mais exigentes do ponto de vista técnico. Genshin Impact com as configurações gráficas definidas como "full blast" não é minha recomendação principal para este dispositivo.

Mas normalmente estou mais no departamento de jogos casuais de qualquer forma, e o S7 FE é bom o suficiente para isso. O mesmo se aplica ao consumo de mídia. Durante extensas sessões de Netflix, o SoC não engasga. Muito agradável: o calor gerado permanece dentro de uma faixa muito tolerável.

Vamos dar uma olhada nos resultados de benchmark:

Samsung Galaxy Tab S7 FE com Snapdragon 750G

Teste de referência
Marca de referência Samsung Galaxy Tab S7 FE
Marca 3D WildLife 1106
Teste de estresse 3D Mark WildLife 1105
Geekbench 5 (único/multi) 654/1904

A bateria de 10.090 mAh aguenta até maratonas de séries menos longas. A bateria aguenta um dia de forma razoavelmente sólida. A Samsung promete até 13 horas de reprodução de vídeo, e eu acho que eles estão certos.

A situação é um pouco diferente quando você usa apps mais exigentes e pede mais do processador. A bateria acaba muito mais cedo nesses casos. No teste de benchmark de bateria do PC Mark, o tablet durou 5:47 horas.

Já no tempo de recarga, sorte de quem adquiriu - separadamente - o carregador de 45 watts da Samsung. Ele pode completar a bateria do Galaxy Tab S7 FE dentro de 90 minutos. Entretanto, se você usar o acessório incluído de 15 W, a bateria chega novamente aos 100% após mais de três horas e dez minutos.

Fora sua velocidade de recarga, eu gostei muito da bateria. Mesmo sob uso pesado, o tablet permanece agradavelmente frio, mas o desempenho é apenas o que você esperaria de um SoC Snapdragon com um 7 na frente: intermediário.

Galaxy Tab S7 FE: ficha técnica

Antes de destrinchar as especificações para vocês aqui, gostaria de mencionar alguns pontos que eu acho que vale a pena citar:

  • Francamente, eu acho que 4 GB de RAM e 64 GB de memória interna poucos para um tablet nesta faixa de preço;
  • No lugar de 4, a Samsung usa apenas 2 alto-falantes, mas eles fornecem um som surpreendentemente bom. No entanto, se você aumentar muito o volume da música, às vezes ela se distorce um pouco;
  • As câmeras também estão a bordo, é claro, mas espero que ninguém realmente ande por aí tirando fotos com uma "câmera de 12,4 polegadas". Há um sensor de 8 MP atrás e uma câmera de selfie com 5 MP;
  • sem NFC;
  • sem entrada para fones de 3,5 mm.
NextPit Samsung Galaxy Tab S7 FE camera
Câmeras traseiras em tablets - por favor, evite / © NextPit

Galaxy Tab S7 FE em um relance

Dados técnicos
Componentes Especificações
Processador Qualcomm Snapdragon 750G
Tela

Painel LCD de 12,4 polegadas com uma resolução de 2.560 x 1.600 pixels (WQXGA)

Taxa de atualização de 60 hertz

Memória 4 GB RAM / 64 GB armazenamento
Software Android 11 com One UI 3.1
Bateria 10.090 mAh, carregamento rápido de até 45 watts (opcional)
Carregador incluído de 15 watts
Câmera 8 MP atrás, 5 MP à frente
Conectividade

5G, 802.11 a/b/g/n/ac (2.4 GHz + 5 GHz), VHT80 MU-MIMO,

GPS, Glonass, Beidou, Galileo, Bluetooth 5.0

Dimensões e peso 185,0 x 284,8 x 6,3 mm, 608 gramas
Cores Mystic Black, Mystic Silver

 

Conclusão

O FE é a sigla para Fan Edition. Isto funcionou muito bem com o Galaxy S20 FE, mas infelizmente não tão bem no Galaxy Tab S7 FE. O tablet é obviamente destinado ao segmento intermediário, é significativamente mais barato que o Galaxy Tab S7+ da Samsung, mas na minha opinião ainda é muito caro com um preço sugerido de R$ 4.999.

Tudo isso pode soar muito negativo, mas o Galaxy Tab S7 FE é na verdade um tablet bastante OK. É enorme, tem ótima aparência e é bem feito. Também tem uma boa duração da bateria e pode ser operado com a caneta S, que está incluída. A tela é decente, o Snapdragon SoC também atende às necessidades se você não planejar nada radical com o tablet e as capacidades multitarefa da One UI em combinação com a tela grande e a caneta S definitivamente têm algo a oferecer.

NextPit Samsung Galaxy Tab S7 FE back
Tão bonito e ao mesmo tempo tão divisivo / © NextPit

Mas há também todos os pontos onde a Samsung, em minha opinião, foi longe demais com a caneta do corte de gastos. Por que 60 em vez de 120 hertz e LCD no lugar de AMOLED? Snapdragon 750G em vez de 865+ e os modestos 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento. Nenhuma conexão para o fone de ouvido, sem NFC, nenhum sensor de impressão digital.

Não há problema algum com essas decisões, mas na minha opinião não por mais de R$ 4.000. Ou seja, a um preço pelo qual você já pode encontrar o iPad de 8ª geração, ou ainda próximo do preço praticado no Galaxy S7.

Com a pequena quantidade de opções no mercado Android, especialmente no Brasil, vale a pena considerar os dois outros modelos, quem sabe talvez voltar uma geração atrás, ou subir de categoria e conferir o que a Apple tem a oferecer.

Os links compartilhados neste artigo são links de afiliados. Isso significa que o NextPit obtém uma pequena participação nos lucros se você comprar produtos através deles. Isso não gera custos adicionais para você e não tem nenhuma influência sobre o conteúdo editorial do site. Saiba mais sobre como monetizamos o site na nossa página de transparência.
Gostou do artigo? Então compartilhe!
Comentar agora

3 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Soterio Salles há 2 semanas Link para o comentário

    Problema da Samsung nos tablets é que parece que só o modelo mais completo é o que vale a pena... Todos os outros parece que falta algo...
    Mas aí tem que ver porque o atual melhor modelo é o S7 plus que nem tem no Brasil e mesmo se tivesse o preço seria daquele jeito... Kkkkkkkkkkkkk

    Mas pra mim de verdade se não tiver S-Pen ou equivalente incluso no kit nem olho pro tablet. É indispensável pra mim já... Uso pra desenhar.


  • Penskemen há 2 semanas Link para o comentário

    No Brasil a Samsung lançou o Galaxy Tab A7 com sistema de som " Quad-Stereo " que dá um caldo no sistema de som desse modelo S7, além de custar mais de R$1.500,00 a menos, então na minha opinião não vale o valor cobrado nesse modelo de tablet. Muito pobre pelo alto preço cobrado.


    • Rubens Eishima
      • Equipe
      há 2 semanas Link para o comentário

      O processador é até levemente melhor, mas nem de longe 1500 reais melhor...

      Quem sabe quando cair de preço...

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.