NextPit

Pixel 6: conheça os recursos exclusivos do novo celular Google

Pixel 6: conheça os recursos exclusivos do novo celular Google

Nas últimas semanas, o Google deixou o público Android com água na boca tanto em software, mas especialmente em hardware. Após o lançamento do Pixel 6 e Pixel 6 Pro, ficou claro que algumas das funções não serão oferecidas aos modelos anteriores. O NextPit conta quais características são exclusivas da linha Pixel 6, pelo menos por enquanto.

A apresentação dos novos smartphones Pixel chamou a atenção dos fãs do Google, mesmo para quem não pensa em comprar os novos modelos. Isto porque a empresa geralmente traz as novas funções dos últimos lançamentos Pixel para os modelos anteriores. No entanto, como o Google começou a dar os próprios passos em termos de processadores com a linha Pixel 6, algumas novidades em 2021 não chegam ao resto da linha.

Pegue um atalho:

  1. O "apagador mágico" do Google
  2. Desembaçamento de rostos
  3. Os novos modos de movimento
  4. Transcrição ao vivo, sem a nuvem
  5. Vídeos com o novo codec HDR "HDRnet

Com os novos Pixels, o Google também integrou seu primeiro SoC próprio. O Google Tensor investiu pesado nos componentes que realizam as tarefas de aprendizagem de máquina (ML) e processamento de IA no dispositivo. Pensando nisso, quais dos novos recursos aproveitam o novo processador Tensor e não devem chegar aos outros smartphones?

Estes recursos permanecerão exclusivos do Pixel 6 (por enquanto)

Listo abaixo quais recursos você só encontrará no Pixel 6 e o que exatamente eles fazem. Escrevi "por enquanto" no título acima porque o Google certamente já planeja um Pixel 7. E porque o Google disse ao site AndroidAuthority que tenta trazer as novidades para os modelos mais antigos da linha Pixel. Mas isto exigiria mais "investimentos técnicos".

Em tese, o poder computacional extra oferecido pelo Google Tensor poderia ser "terceirizado" para a nuvem nos celulares mais antigos. O processamento das imagens não ocorreria no próprio celular, e sim nos servidores do Google. Mas isso ainda é mera especulação, por isso vamos apresentar os fatos com base no presente.

Apagador Mágico do Google

Vamos começar com o recurso queridinho do evento do Google: o "Apagador Mágico". Um recursos que os donos de alguns aparelhos Samsung e os especialistas em Photoshop conhecem há muito tempo. O Google oferece a possibilidade de remover objetos e pessoas das imagens, direto no aplicativo Google Fotos. Tudo o que você tem que fazer é desenhar uma "moldura" em torno do objeto indesejado. O processador Tensor então cuida do resto.

Magic Eraser Pixel 6 NextPit
O apagador mágico funciona muito bem (mas nem sempre) / © NextPit

O desafio aqui é reconstruir o que estava por trás do assunto quando a foto foi tirada. Quando se trabalha com programas de edição de imagens, geralmente se usa o carimbo de cópia para a tarefa, que copia outra parte da imagem para a que será editada. O processo é trabalhoso e os resultados do recurso mágico do Google dividem opiniões. Para fundos monocromáticos, o apagador é convincente, mas para tarefas mais complexas, a imagem final pode ser perturbadora.

Face Unblur

Outro dos truques favoritos do Google: o recurso "Face Unblur". Se você tirar uma foto de uma pessoa em movimento e o rosto estiver embaçado, o Google coloca o processador Tensor para trabalhar. Os algoritmos se concentram no rosto da melhor forma possível e, no vídeo do Google, parece realmente prático.

Na prática, eu realmente não consegui dizer quando o Google aplicou o recurso. Não consegui encontrar o ícone no Google Photos que os colegas do Pocket Lint descrevem. Em qualquer caso, você não verá o recurso nos outros Pixels.

Os novos modos de movimento

Alguma vez você já viu um fotógrafo virar à esquerda ou à direita com a câmera na frente de seu olho? Talvez ele estivesse tentando criar uma imagem com o desfoque perfeito do movimento, obtida ao determinar um tempo de exposição maior do que o normel, e acompanhar a velocidade do objeto em movimento. O resultado é manter o objeto ou pessoa em foco enquanto o plano de fundo fica borrado.

Motion Blur Pixel 6 NextPit
Recurso dá uma sensação de movimento às fotos / © NextPit

Com os novos Pixels, você não tem mais que acompanhar o movimento. Exclusivamente nos novos dispositivos, há uma aba "Movimento" no aplicativo da câmera que permite escolher entre exposição longa e desfoque por movimento. Os resultados são realmente impressionantes. No exemplo acima, o bonde está nítido e o fundo bem embaçado.

Traduções ao vivo, sem a nuvem

 

O próximo recurso criou uma leve confusão ao escrever este artigo. Porque já há um tradutor ao vivo no teclado Gboard nos celulares Android compatíveis. O que o Google traz de novo no Pixel 6, no entanto, é o item de menu "Live Translations" ("traduções ao vivo", em tradução direta). O celular traduz automaticamente o conteúdo em língua estrangeira mesmo sem conexão com a Internet, desde que você baixe o pacote de idioma necessário. Cada um deles tem aproximadamente 250 megabytes de tamanho.

Live Translate
Traduções ao vivo funcionam sem conexão e aproveitam o desempenho do chip Tensor / © NexPit

Depois de instalado e ativado, funciona assim: recebo uma mensagem no WhatsApp em português da Camila Rinaldi e, sem que eu tenha que fazer nada, a mensagem é exibida traduzida para o alemão. Também posso digitar minha mensagem em alemão e a Camila receberá um texto em português. Infelizmente, o recurso está atualmente restrito ao WhatsApp e ao Snapchat, mas a tendência é que mais apps integrem o recurso.

Vídeos com o novo codec HDR "HDRnet

Os celulares Google Pixel são conhecidos por seus recursos de fotografia — as gravações de vídeo não são tão otimizadas. Após três anos usando o Pixel 3, acabei desistindo de gravar bons vídeos com o smartphone. Entretanto, o Google integrou agora o algoritmo HDRnet no chip Tensor e ele funciona até mesmo em resolução 4K a 60 quadros por segundo.

Gravei o vídeo no Pixel 6 e, para testar o chip Tensor, editei o arquivo no celular. O material original foi filmado em 4K a 60 fps. E usei o aplicativo "Kinemaster" para edição.

A faixa dinâmica no vídeo de teste ficou realmente boa. Mais do que isso, o Pixel 6 conseguiu manter um aspecto razoavelmente natural apesar das diferenças gritantes de luminosidade na cena. Além do modo HDR, o Pixel 6 também oferece vários recursos de estabilização de vídeo. Confira o review do Antoine Engels com o Pixel 6 e o Pixel 6 Pro nas palavras da Camila Rinaldi!

Gostou do artigo? Então compartilhe!
Comentar agora

ÚLTIMOS ARTIGOS

Artigos recomendados

Sem comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.