Snapdragon 778G acirra a disputa entre os chips 5G intermediários

Snapdragon 778G acirra a disputa entre os chips 5G intermediários

Para abrir o evento Qualcomm 5G Summit 2021, a fabricante de processadores apresentou seu novo processador intermediário Snapdragon 778G. O novo chip é mais um concorrente no disputado segmento médio de SoCs, com a responsabilidade de conter o avanço da linha MediaTek Dimensity.

  • Snapdragon 778G divide seus principais núcleos com o modelo 780G;
  • SoC inclui modem 5G mmWave para até 3,7 Gbps de download;
  • Componente promete 40% mais desempenho do que o Snapdragon 768G.

Apesar da numeração inferior ao Snapdragon 780G e de compartilhar os principais recursos com ele, o Snapdragon 778G traz algumas diferenças de projeto, com destaque para suporte a memória LPDDR5 a 3200 MHz (contra LPDDR4 a 2100 MHz) e um processo de fabricação de 6 nm.

Receita quase flagship

Os diferentes processadores que compõem o Snapdragon 778G são em geral os mesmos do 780G — usado por exemplo no Xiaomi Mi 11 Lite 5G:

  • 8 CPUs Kryo 670 (ARM Cortex-A78 e A55) a até 2,4 GHz;
  • GPU Adreno 642L;
  • ISP (processador de imagem) Spectra 570L — com suporte a até 192 megapixels;
  • DSP Hexagon 770 para aceleração de recursos de inteligência artificial;
  • Modem Snapdragon X53 — com suporte às bandas mmWave e Sub-6 GHz.
Snapdragon 778G 5G ISP
Processador de imagem Spectra 570L permite capturar vídeo de três câmeras simultaneamente / © Qualcomm

Assim como aconteceu com o Snapdragon 780G, o chip 778G promete um salto de desempenho considerável em relação ao modelo 768G e anteriores, com uma performance mais próxima da linha 855/855+/860 do que das gerações anteriores da família Snapdragon 700.

A Qualcomm divulga um ganho de desempenho para a CPU e GPU no Snapdragon 778G de 40% em comparação com o chip 768G. A variação sugere que o novo SoC será quase tão rápido quanto o 780G — que prometia 50% a mais de velocidade em games comparado ao mesmo chip de 2020.

Testes independentes com o 780G revelaram um aumento ainda maior no desempenho, o que só alimenta a curiosidade com o novo Snapdragon 778G. O SoC traz ainda como novidade o suporte às memórias de última geração LPDDR5-6400 (a 3200 MHz), mais rápidas que o padrão LPDDR4-4266 (2133 MHz) do 780G.

Snapdragon 778G 5G
Novo SoC terá como rivais os chips Dimensity 900, 1100 e 1200 da MediaTek / © Qualcomm

Por outro lado, enquanto o Snapdragon 780G é fabricado no processo de ponta de 5 nm da Samsung Foundry, o 778G usa a geração anterior, de 6 nm. A Qualcomm não confirmou a fabricante do novo SoC, mas além dos sul-coreanos, apenas a taiwanesa TSMC detém a tecnologia de produção.

Na prática, a diferença entre os processos de 5 e 6 nm deve se manifestar em um consumo de energia levemente superior no Snapdragon 778G em relação ao 780G, ou ainda em uma maior dissipação de calor.

O G da questão

Para justificar o sufixo "G" do novo componente, a Qualcomm destacou alguns recursos do Snapdragon 778G para jogos, com destaque para duas siglas de três letras, ambas inéditas na linha 700. A primeira, Variable Rate Shading (VRS), permite aumentar o desempenho, reduzindo o nível de processamento de imagem em áreas menos importantes da cena.

O recurso depende da implementação por parte dos desenvolvedores, então os efeitos práticos só devem ser percebidos a médio prazo. Até mesmo nos PCs — onde o VRS está disponível desde 2019 — a tecnologia ainda tem muito caminho pela frente.

qualcomm 778G gaming
Novo chip promete desempenho 40% melhor do que o SoC usado no Pixel 5, OnePlus Nord e Mi 10 Lite 5G / © Qualcomm

O segundo destaque do novo chip da família Snapdragon Elite Gaming™ (SER™?) é o Game Quick Touch (GQT™!). Segundo a fabricante, a técnica promete uma redução de até 20% no tempo de resposta aos toques. O resultado pode fazer a diferença nas acirradas partidas onlines, especialmente nos games mais competitivos.

Snapdragon 778G: data de lançamento

O novo processador chega ao mercado em meio a uma disputa acirrada da empresa norte-americana com a taiwanesa MediaTek, que em 2020 liderou pela primeira vez o mercado de SoCs para celulares, embalada pelo sucesso da linha 5G Dimensity, principalmente no segmento intermediário.

Além dos Snapdragons 780G e 778G, em 2021 a Qualcomm relançou os chips 855 e 865, rebatizando-os como Snapdragon 860 e 870, respectivamente, trazendo o desempenho de celulares flagship de 2019 e 2020 para os modelos intermediários em 2021.

Segundo a Qualcomm, o novo Snapdragon 778G deve equipar futuros modelos — não revelados — das marcas Xiaomi, Oppo, Realme, Motorola, Honor e iQOO, previstos para chegar ao mercado a partir do segundo trimestre de 2021, ou seja, a qualquer momento.

ÚLTIMOS ARTIGOS

1 comentário

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.