NextPit

Qualcomm Snapdragon 8 Gen 1 traz novo nome para os celulares premium de 2022

Qualcomm Snapdragon 8 Gen 1 traz novo nome para os celulares premium de 2022

Em sua já tradicional conferência de fim de ano, a Qualcomm apresentou a nova geração de seu processador topo de linha. Com nova nomenclatura, o Snapdragon 8 Gen 1 sucede o Snapdragon 888 como o SoC topo de linha da marca, que deve equipar os principais lançamentos em celulares em 2022.


Direto ao ponto:

  • Snapdragon 8 Gen 1 traz nova nomenclatura e promete desempenho até 30% superior em games;
  • Processamento de imagem é compatível com sensores de até 200 megapixels e 18-bit de profundidade de cor;
  • Primeiros celulares com o processador devem ser anunciados ainda este mês.

Após quebrar a sequência 835/845/855/865 com o processador Snapdragon 888, a Qualcomm mudou novamente sua nomenclatura com o Snapdragon 8 Gen 1 — "8g1" ao longo do texto. A atualização anual da linha de processadores flagship da empresa norte-americana traz as esperadas melhorias em CPU, GPU, IA e conectividade, além de um forte investimento em processamento de imagem.

Snapdragon block
Qualcomm abandonou boa parte da nomenclatura que usava anteriormente / © Qualcomm

Nova arquitetura de CPUs

Assim como aconteceu com o Snapdragon 888, a Qualcomm preferiu destacar os avanços em IA e conectividade do 8g1, mas vamos começar pela CPU. O novo Snapdragon mantém a configuração de núcleos 1+3+4, com 1 CPU de alto desempenho Cortex-X1, 3 núcleos intermediários Cortex-A710 e 4 núcleos de baixo consumo Cortex-A510.

A organização é semelhante à usada na geração anterior e é praticamente a mesma usada no rival MediaTek Dimensity 9000, com uma leve vantagem nas velocidades de processamento para o concorrente taiwanês, beneficiado pelo processo de produção mais avançado da TSMC.

Segundo a Qualcomm, a nova CPU, junto com o novo processo de fabricação da Samsung, é capaz de oferecer até 20% mais desempenho que o Snapdragon 888, ou uma redução de consumo de 30% para a mesma carga de trabalho. Parte da melhoria se explica também pelo uso da nova arquitetura ARMv9, mais eficiente em tarefas mais pesadas.

snapdragon 8 gen 1 reference design gaming
Games também terão um salto de performance / © Qualcomm

GPU turbinada

A nova GPU Adreno — sem um nome específico, o que por ser exclusiva da Qualcomm nunca foi muito útil para comparações mesmo... — também foi atualizada, mas sem detalhes sobre o número de núcleos ou frequência de processamento.

Neste ponto, a Qualcomm adotou uma estratégia Apple, divulgando apenas números de desempenho relativos à geração anterior: 30% mais processamento ou 25% mais eficiência que a GPU Adreno 660 do Snapdragon 888.

Melhores fotos de dia ou à noite

Talvez o grande destaque do Snapdragon 8g1 seja mesmo o módulo de processamento de imagem (ISP) Spectra — também com nome genérico — capaz de processar até 3.2 gigapixels por segundo. O núcleo mantém a compatibilidade com sensores de imagem de até 200 megapixels (ou até 3 sensores com 36 MP), mas agora é compatível com uma maior profundidade de cores ao trabalhar com as capturas dos sensores — o arquivo final continua com 10-bit de definição (1 bilhão de cores), tanto em vídeo quanto em fotos.

O ISP integrou recursos de fotografia computacional como detecção de rostos, novas técnicas de foco automático e a opção de um modo noturno no próprio hardware, que captura até 30 imagens para gerar a foto final. Estas mudanças devem ajudar a diminuir a distância na qualidade de processamento de imagem entre as diferentes fabricantes, desde que bem implementadas, claro.

snapdragon 8 gen 1 hero 2
Fotografia é uma das prioridades do Snapdragon 8 Gen 1 / © Qualcomm

IA e 5G acelerados

Como não podia faltar, a parte de inteligência artificial também recebeu um reforço, com a nova geração da NPU (unidade de processamento neural) Hexagon que, segundo a Qualcomm, é até quatro vezes mais rápida no Snapdragon 8g1 do que no 888. O aumento de desempenho pode migrar para o dispositivo mais recursos que anteriormente eram feitos na nuvem (seguindo os passos da Apple e Google), tanto para processamento de linguagem natural (comandos de voz) quanto para reconhecimento de cenas em fotos e até a aplicação de filtros fotográficos.

Já o modem — este sim com nome e sobrenome, Snapdragon X65 — expande os recursos de conectividade do modem X60 com uma velocidade de até 10 gbps para downloads (3 gbps no caso dos uploads), utilizando recursos como agregação de conexões e mais frequências 5G.

  Flagship 2022 Flagship 2021 O desafiante
Produto
CPU 1x ARM Cortex-X2 @ 3.0 GHz
3x ARM Cortex-A710 @ 2.5 GHz
4x ARM Cortex-A510 @ 1.8 GHz
1x ARM Cortex-X1 @ 2.84 GHz
3x ARM Cortex-A78 @ 2.42 GHz
4x ARM Cortex-A55 @ 1.8 GHz
1x ARM Cortex-X2 @ 3.05 GHz
3x ARM Cortex-A710 @ 2.85 GHz
4x ARM Cortex-A510 @ 1.8 GHz
GPU "Adreno" Adreno 660 10x ARM Mali-G710
NPU / DSP "Hexagon" Hexagon 780 MediaTek 4+2 cores
ISP Qualcomm Spectra
Triplo 18-bit
Até 200 MP
Vídeo 8K30 / 4K120
Qualcomm Spectra 580
Triplo 14-bit
Até 200 MP
Vídeo 8K30 / 4K120
MediaTek Imagiq 790
ISP Triplo 18-bit
Até 320 MP
Vídeo 8K30 / 4K120
Modem Snapdragon X65
10 Gbps
(compatível com mmave)
Snapdragon X60
7.5 Gbps
(compatível com mmave)
MediaTek
7 Gbps
(sem mmWave)
Memória RAM LPDDR5-6400
4x 16-bit @ 3200 MHz (51.2 GB/s)
LPDDR5X-7500
4x 16-bit @ 3750 MHz (60 GB/s)
Conectividade Wi-Fi 6E
Bluetooth 5.2
Wi-Fi 6E
Bluetooth 5.3
Fabricação Samsung (4 nm) Samsung 5LPE (5 nm) TSMC N4 (4 nm)

Snapdragon 8 gen 1: disponibilidade

O anúncio do Snapdragon 8g1 serve como pontapé inicial para a avalanche de lançamentos das principais fabricantes ao longo de 2022. Os primeiros modelos equipados com o novo SoC são esperados já para o final de 2021, com o anúncio de modelos da Xiaomi e Motorola esperados ainda para este mês.

Assim como aconteceu com o Snapdragon 888, a Xiaomi não só anunciou que será a primeira fabricante a vender um celular com o Snapdragon 8 Gen 1, como divulgou dois vídeos em suas redes sociais, incluindo um teaser para o Xiaomi 12.

Entre as marcas anunciadas pela Qualcomm que devem utilizar o Snapdragon 8 Gen 1 estão Honor, Lenovo/Motorola, Oppo/OnePlus, Realme, Sharp, Sony, Vivo/iQOO, Xiaomi/Redmi/Black Shark e ZTE/Nubia. A lista deve ganhar ainda a inclusão da Samsung, que deve equipar versões regionais do Galaxy S22 com o processador.

Após o anúncio do Dimensity 9000, resta agora aguardar o anúncio do novo processador Exynos, cujo destaque é a integração da GPU AMD Radeon RDNA2. E claro, conferir como as novas gerações lidam com o equilíbrio entre desempenho, estabilidade e dissipação de calor.

Fonte: Qualcomm

Os links compartilhados neste artigo são links de afiliados. Isso significa que o NextPit obtém uma pequena participação nos lucros se você comprar produtos através deles. Isso não gera custos adicionais para você e não tem nenhuma influência sobre o conteúdo editorial do site. Saiba mais sobre como monetizamos o site na nossa página de transparência.
Gostou do artigo? Então compartilhe!
Comentar agora

Artigos recomendados

4 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Penskemen há 1 mês Link para o comentário

    Se tivesse contato com o brasileiro Cristiano Amon (Ceo Global da Qualcomm) diria a ele que cochilou no ponto com o Snapdragon 8 gen 1. A Qualcomm caminha para ser suplantada pela (quem diria hein) Mediatek, que está em plena fase de expansão, apresentando uma sucessão de ótimos produtos (SoC) que está conquistando o mercado por sua ótima relação custo/beneficio, tanto da linha Helio quanto da Dimensity. Só para finalizar, "a Mediatek" que foi a precursora no lançamento da plataforma Armv9☝😉


    • Rubens Eishima
      • Admin
      • Equipe
      há 1 mês Link para o comentário

      O problema é que às vezes anunciam meses antes de poder encontrar um aparelho nas lojas...

      Mas no caso Dimensity 9000, a soma das especificações com o fato de ser feito pela TSMC (que tem um processo mais avançado em densidade e consumo de energia) fazem a mão coçar forte pra testar o MediaTek. :)


  • Soterio Salles há 1 mês Link para o comentário

    Eu mal cheguei no 888 ainda Kkkkkkkkkk
    Mas digo uma coisa, o que eu mais quero é economia de bateria e isso nunca vem porque desempenho ainda tenho de sobra com o meu Snap 845.

    Xiaomi apressadinha como sempre... Vai apressar a morte da linha 11 kkkkkkkkkkkkkkkkkk


    • Rubens Eishima
      • Admin
      • Equipe
      há 1 mês Link para o comentário

      Também com um SD845 aqui.

      Tô curioso pra testar o Snap778G, tô desconfiado que é suficiente pra 99,9% das pessoas.

      E mais curioso pra saber como a Qualcomm vai fazer com o nome do open bar de Snapdragon 4 e 7 que lançam todos os anos...

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.