NextPit

Apple: como revender seu velho iPhone pelo melhor preço?

Apple: como revender seu velho iPhone pelo melhor preço?

A Apple lançou seu iPhone 13. Quer comprar o novo celular da Apple para substituir seu iPhone antigo, mas o preço do aparelho novo para alto demais para o seu orçamento? Confira este guia para aprender como revender seu velho iPhone pelo melhor preço.

Como todo ano, a Apple lança novos iPhones. E como todo ano, os fãs da marca encontram o bom e velho dilema: comprar o novo iPhone 13 pelo preço cheio e fechar a carteira até o próximo evento de lançamento ou talvez vender um rim para diminuir o número de parcelas.

Mas por que não, em vez de vender um de seus órgãos, vender seu iPhone 12 ou iPhone 11 atual? Como o programa de trade in não é oferecido pela Apple Brasil, a alternativa é vender o aparelho no mercado de segunda mão. E como os iPhones costumam desvalorizar pouco, o resultado é um bom dinheiro para investir em um celular novinho.

Como limpar e redefinir seu iPhone atual para as configurações de fábrica, como revendê-lo pelo preço certo, na hora certa e no lugar certo? Nós explicamos tudo e também como evitar ser enganado.


Pegue um atalho


Quando vender meu antigo iPhone?

O evento em que a Apple apresenta seus novos iPhones é tradicionalmente realizado no início de setembro, com poucas exceções. Este é o pior momento para revender seu antigo iPhone, por mais estranho que isso possa parecer. Em qualquer caso, é uma faca de dois gumes.

Por um lado, é como sair para as compras na sexta-feira à noite, todos terão a mesma ideia que você. Assim, seu iPhone usado terá dificuldades para se destacar da avalanche de outros aparelhos usados que serão anunciados na mesma época. Se você tiver a caixa original, todos os acessórios, a nota fiscal e a condição estiver impecável, ele até se destacará da multidão. Mas você pode ter problemas com o aumento da concorrência, o que inevitavelmente limita o preço de revenda de seu aparelho.

Por outro lado, a probabilidade de encontrar compradores potenciais também é maior neste período. Um comprador inteligente, que espera pelo momento certo para comprar um celular pelo melhor preço, sabe que o preço dos iPhones usados cai logo após o lançamento de novos modelos. Em termos de probabilidade, esta dinâmica aumenta suas chances de vender seu velho iPhone. Mas você o venderá por um valor potencialmente menor do que em outras épocas do ano.

 

iPhone Keynote 39
Nem sempre é fácil resistir à tentação / © Apple

Então, quando é o melhor momento para vender seu iPhone? O período no final de ano não é ruim, mesmo que venha após o keynote e geralmente é melhor revender antes. Entre a Black Friday e as ofertas de Natal, os compradores estão mentalmente mais dispostos a procurar por iPhones com desconto.

Mas, vale destacar, muitos compradores estarão procurando ofertas do novo iPhone, o iPhone 13, não dos modelos mais antigos. Mesmo que seja improvável que eles encontrem algum desconto no modelo do ano, estas são as palavras-chave que eles usarão nas buscas. E as plataformas de comércio eletrônico têm tanto peso neste período, que as ofertas de segunda mão serão pouco visíveis.

O melhor momento é antecipar e revender seu iPhone no inverno antes do evento de lançamento. Eu diria que o início de junho ou final de julho é a melhor época. É suficientemente cedo para que os modelos "mais antigos" permaneçam atraentes (e, portanto, não caiam muito de preço). Mas quanto mais perto você chegar do evento de lançamento, menores as chances de vender o aparelho pelo melhor preço.


Quando é o melhor momento para vender meu iPhone antigo?

  • Se puder se antecipar: início de junho ou final de julho antes da keynote de setembro;
  • Se não tiver alternativa: final de novembro ou início de dezembro.

Como preparar o iPhone antes de vendê-lo?

Esta é uma parte tão importante do processo que a própria Apple tem um guia completo sobre os passos a seguir em sua página oficial. É bastante autoexplicativo, mas gostaria de lembrar que você precisa apagar todos os seus dados pessoais.

Não vou copiar e colar o artigo original da Apple, mas caso você não tenha tempo para ler as instruções da fabricante, vou resumir os passos que a Apple diz que você deve seguir. Há também um artigo dedicado a este assunto que é um pouco datado (2020), mas ainda atualizado e mais completo.

Se você ainda tiver seu iPhone

Os passos devem ser feitos pouco antes de vender seu iPhone. Sei que parece bobagem, mas há pessoas que vendem seus aparelhos para desconhecidos com todos os seus dados armazenados. Se você é um deles, vá para a próxima seção abaixo.

  1. Se você emparelhou um Apple Watch com seu iPhone, desative o emparelhamento (e apague o conteúdo de seu relógio se você estiver vendendo-o com o iPhone, claro);
  2. Faça o backup dos dados de seu dispositivo;
  3. Saia do iCloud, da iTunes Store e da App Store;
  4. Se você estiver mudando para um celular Android, desligue o iMessage;
  5. Abra o app de Ajustes e toque em Geral > Redefinir > Apagar conteúdo e ajustes. Se você ativou o recurso Buscar [dispositivo], pode ser necessário inserir sua Apple ID e senha associada. Se seu dispositivo usa um eSIM, selecione a opção para apagar os dados de seu dispositivo e o perfil do eSIM quando solicitado;
  6. Se for solicitada a senha de dispositivo, ou a senha para as Restrições, faça-o. Em seguida, toque em Apagar [dispositivo];
  7. Entre em contato com a operadora para saber o que fazer caso precise transferir algum serviço para o novo proprietário (e para garantir que seu iPhone não esteja bloqueado para eles);
  8. Remova seu dispositivo antigo da sua lista de dispositivos confiáveis.

Se você não tiver mais seu iPhone

Antes de mais nada, respire fundo e relaxe. Este artigo é um espaço seguro, ninguém vai julgá-lo por ter se descuidado com seu aparelho e dados pessoas, afinal de contas, acontece nas melhores famílias...

  1. Peça ao comprador do seu iPhone para excluir o conteúdo e as configurações como descrito na seção acima (a Apple não vive no mesmo mundo que você e eu);
  2. Se você estiver usando o iCloud e o recurso Buscar [meu dispositivo] no dispositivo, faça login no site iCloud.com/find ou no aplicativo Buscar em outro aparelho, selecione o dispositivo e, em seguida, clique em Apagar. Uma vez que os dados tenham sido excluídos, clique em Apagar da Conta;
  3. Se você não puder seguir qualquer uma das etapas acima, altere a senha associada à sua ID Apple. Isto pelo menos impedirá que o novo dono do iPhone apague seus dados do iCloud, mas seus dados armazenados localmente não serão apagados;
  4. Novamente, se você estiver mudando para o Android, desabilite o iMessage;
  5. Se você usa o Apple Pay, você pode excluir seus cartões de pagamento no site da Apple. Na seção Dispositivos, selecione o iPhone antigo e na seção Apple Pay toque na opção Remover todos os cartões;
  6. Remova seu dispositivo antigo da sua lista de dispositivos confiáveis.

Onde posso vender meu antigo iPhone?

Para vender seu iPhone antigo, você pode vendê-lo diretamente para um comprador ou negociá-lo com empresas especializadas ou ainda as operadoras de telefonia. A Apple Brasil infelizmente não oferece no pais o programa Trade-in, que recompra iPhones usados.

Negocie seu antigo iPhone com empresas que compram aparelhos usados

No Brasil, uma das empresas mais conhecidas é a Trocafone, que compra e vende aparelhos de segunda mão. E assim como no mercado informal, os modelos mais valorizados costumam ser justamente os iPhones no site.

A empresa permite fazer uma pré-avaliação do estado do aparelho, respondendo questões sobre o funcionamento e aspecto físico do celular:

  • Modelo;
  • Configuração de armazenamento;
  • Cor;
  • Funcionamento geral;
  • Aspecto da tela e do painel.

Como exemplos, o site avaliou um iPhone 5 com 32 GB em ótimo estado por R$ 395, já um poderoso iPhone 11 Pro Max com 512 GB foi cotado em R$ 4.240. Nada mal.

trocafone
Empresa compra desde o antigo iPhone 5 até a linha 11 de 2019 / © Trocafone

Caso a proposta pareça boa para você, é preciso confirmar o IMEI do aparelho (para checar se o aparelho tem algum bloqueio ou boletim de ocorrência registrado), selecionar a forma para receber o pagamento, enviar o iPhone e depois receber o dinheiro.

Programas de troca das operadoras

As operadoras de telefonia no Brasil oferecem programas de recompra de aparelhos, que podem ser vantajosos para assinantes de planos. Os passos geralmente envolvem levar o celular para uma loja credenciada para avaliação. Neste caso valem os mesmos critérios de avaliação citados acima, com destaque para a homologação da Anatel.

Revenda direta de pessoa a pessoa

Esta é a última seção deste artigo porque é também a mais óbvia. Todos conhecem o Mercado Livre, OLX ou Facebook Marketplace. Você não precisa de um guia completo sobre como revender seu iPhone.

Cuidados na hora de revender seu iPhone

Antes de publicar seu anúncio, aconselho verificar o preço em sites de comparação como Buscapé, Google Shopping ou outros para verificar o preço de mercado do seu iPhone. Pode parecer absurdo, mas não é incomum encontrar pessoas tentando vender um aparelho usado por um valor maior do que um novo. Além disso, confira o valor cobrado nos anúncios de classificados equivalentes para aumentar as chances do seu anúncio se destacar.

Nessa hora vale até intercalar as fotos atuais do aparelho com as imagens de divulgação da fabricante. E claro, escreva uma descrição completa do aparelho, acessórios que acompanham o celular, especialmente se você ainda tiver o carregador e cabo originais em bom estado.

Revendendo seu iPhone no Facebook Marketplace

Realmente não recomendo o Facebook Marketplace porque os grupos de classificados da rede social são um imã de golpistas, em número pior do que nos classificados especializados. O único ponto interessante da plataforma é a audiência, já que o tráfego do Facebook é enorme, o que aumenta o número de compradores potenciais. Mas tenha muito, muito cuidado.

Tenha o cuidado de verificar os pedidos de convites para conversas privadas, todas elas ocorrendo no Facebook Marketplace. Basicamente, o Facebook Marketplace é aconselhável se você sabe o que está fazendo, quanto vale seu produto e quer vendê-lo muito rapidamente sem dores de cabeça (mas também sem garantia alguma).

E assim termino este guia sobre como revender seu iPhone antigo pelo melhor preço. Estou consciente de que poderia ter incluído mais opções e detalhes, e que nossos leitores conhecem alternativas ou têm conselhos a oferecer que eu não citei aqui. Por favor, fique à vontade para compartilhar suas sugestões nos comentários. Se este guia foi útil para você, não se esqueça de compartilhá-lo para ajudar amigos e parentes. Boas compras!

Gostou do artigo? Então compartilhe!
Comentar agora

3 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Penskemen há 1 mês Link para o comentário

    A cada lançamento de novas versões do iPhone, fica evidente que este aparelho está se tornando um produto de grife do tipo "um Relógio Rolex dos smartphones". Daí fica a indagação, até que ponto o consumidor comum suportará bancar os preços astronômicos da Apple ? Na atual conjuntura de assaltos violentos no Brasil, você arriscaria andar nas ruas ou em locais públicos "ostentando" um aparelho de quase R$ 16 mil Reais ? Acho que a linha iPhone caminha para atingir somente as classes sociais muito abonadas, e o público em geral com os smartphones Android da vida...🤔


    • Antoine Engels
      • Admin
      • Equipe
      há 1 mês Link para o comentário

      Obrigado pelo seu comentário. Sou francês e vivo actualmente em Berlim onde a taxa de criminalidade não é muito elevada em comparação (apesar de estarmos entre os 10 primeiros da UE).
      Mas também não me atrevo a tirar o Samsung Galaxy Z Fold 3 que estou actualmente a testar quando estou na rua ou em transportes públicos.
      Por isso, compreendo o seu pensamento.
      (desculpem a tradução automática)


      • Penskemen há 1 mês Link para o comentário

        Eu que te agradeço Antoine pelo seu retorno a minha opinião. Essa nova equipe de editores comandada pela Camila, me forçam a bater ponto por aqui o tempo todo, em busca das novidades do continente Europeu e Asiático. Parabéns a todos👏😉

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.