NextPit

Review do Apple iPhone 13 Pro: muito mais do que um 12S

Review do Apple iPhone 13 Pro: muito mais do que um 12S

À primeira vista, o iPhone 13 Pro se parece com o modelo anterior — angular e envolto em alumínio, as três câmeras na parte de trás e um entalhe na tela. Mas um segundo olhar revela as diferenças: o notch encolheu, o módulo da câmera cresceu — e há novas cores. O novo modelo Pro também tem muito a oferecer para quem investir no iPhone topo de linha, e explicamos os motivos neste review completo do Apple iPhone 13 Pro!

Avaliação

Prós

  • Excelente tela de 120 Hz
  • Excelente duração da bateria
  • Ótimo módulo de câmera

Contras

  • Falta a porta USB-C
  • Carga "rápida" apenas com 20 watts

iPhone 13 Pro direto ao ponto

Antes de mais nada: se você procura um resumo de toda a linha iPhone 2021, confira nosso panorama dos celulares da Apple: Todos os iPhones de 2021: preços, comparativos e muito mais.

Contrariando rumores, a Apple mostrou que não tem medo de superstições ao chamar o novo celular de "iPhone 13 (Pro)". Durante décadas, redes de hotéis, companhias aéreas e até outras empresas de eletrônicos têm pulado o número treze em quartos, assentos e produtos. A Apple poderia ter optado pelo sufixo 12s, mas não foi o que aconteceu.

Sem se importar com os críticos, o iPhone 13 Pro é atualmente o celular mais rápido com uma das melhores câmeras e o sistema operacional mais equilibrado do mercado. Se você levar em conta que os iPhones desvalorizam muito menos em comparação com os concorrentes, o iPhone 13 Pro é atualmente o melhor smartphone — mesmo que o investimento inicial seja bastante alto.

Para o iPhone 13 Pro com 128 GB de memória interna, você pagará cerca de R$ 9.499. A opção com 1 terabyte custará R$ 14.499. Os preços são os sugeridos pela Apple antes do início das vendas do modelo no Brasil e poderão apresentar variações em sites de comércio eletrônico.

Design: em time que está ganhando...

Não vejo problema algum no fato de o iPhone não ser chamado de 12s e sim de 13 em 2021,  embora a Apple tenha baseado o design inteiramente no iPhone 12. Somente os mais atentos perceberão rapidamente as três diferenças que distinguem o iPhone 13 Pro de seu antecessor: 1) cor, 2) entalhe e 3) módulo de câmera.


O que gostei:

  • Lindo design (subjetivo);
  • Ótima qualidade de construção;
  • Certificação IP68;

O que não gostei:

  • Bordas na tela ainda relativamente grandes.

Estas são as mudanças visíveis no iPhone 13 Pro

Em primeiro lugar, há novas cores: grafite, dourado, prateado e a minha favorita: azul sierra. A Apple se manteve fiel ao design angular e plano do iPhone 12 Pro. As laterais são feitas de aço inoxidável brilhante — e se você não o colocasse em uma capinha, como fazem quase todos os donos de iPhones, ele ficaria coberto de impressões digitais, seria um banquete para os fãs de CSI.

NextPit Apple iPhone 13 Pro camera module
O módulo da câmera se destaca bastante na traseira / © NextPit

O segundo ponto é o entalhe 20% menor. Apesar disso, o espaço extra na tela dificilmente é perceptível — ajudado pelo fato de que alguns aplicativos ainda não foram adaptados para a área adicional.

Depois há o módulo de câmera na parte de trás, que na verdade se tornou visivelmente maior para permitir as novos e interessantes recursos de câmera. Não apenas as lentes em si são maiores — elas também se projetam um pouco mais da carcaça. Ao colocar o celular sem capa sobre uma mesa, o desnível é perceptível em relação à superfície.

iPhone 13 Pro: as mudanças invisíveis

As outras inovações no design e fabricação do iPhone 13 Pro foram principalmente para a durabilidade do aparelho. Em primeiro lugar, há a tela, que supostamente é muito mais resistente do que outras telas, graças a um chamado Ceramic Shield. E depois há a parte de trás do iPhone 13 Pro, que supostamente tem o vidro mais duro de todos os celulares. Pelo menos nosso dispositivo de teste ainda não está riscado.

E se o iPhone cair em uma piscina, isso também não é problema: ele tem certificação IP68 e, portanto, é à prova d'água por 30 minutos inteiros a uma profundidade de até 6 metros.

NextPit Apple iPhone 13 Pro black
De boa na lagoa: o iPhone 13 Pro é à prova d'água / © NextPit

Independentemente da proteção, ainda recomendo proteger o iPhone com uma capa. especialmente se você, como eu, guarda o celular no bolso junto com um molho de chaves. O cuidado ajuda não só esteticamente, como também na hora de revender o aparelho.

Tela: pulsando 120 vezes por segundo

A Apple finalmente eliminou um dos principais pontos de defasagem dos iPhones e traz enfim uma alta taxa de atualização para os seus celulares.


O que gostei:

  • Display suave ProMotion;
  • Alta luminosidade da tela.

O que não gostei:

  • A taxa de atualização adaptativa não pode ser definida manualmente.

Seja como for,  a tela XDR do iPhone é um colírio para os olhos .  E antes que os fãs mais radicais do Android se armem argumentando que seus celulares já atualizam a 120 Hertz há mais de um ano... A Apple não trouxe apenas uma tela de 120 Hz no novo iPhone.

NextPit Apple iPhone 13 Pro notch
O entalhe encolheu cerca de 20% / © NextPit

Ao contrário, a tela do iPhone age de forma inteligente e ajusta sua atualização para se adequar à situação. Se você rolar a tela, o número de hertz aumenta para 120; se você não fizer nada, a taxa de atualização diminui para apenas 10 Hz. Naturalmente, isto economiza muita energia e conserva a bateria — mesmo quando a tela está em seu brilho máximo de 1000 nits.

A Apple chama esta característica de ProMotion, que assumidamente não é tão nova no mercado de celulares. Naturalmente, o iPhone 13 Pro e Pro Max também apresentam a tecnologia True Tone, que ajusta o equilíbrio de branco da tela à luz ambiente e, assim, torna a leitura mais agradável.

iOS 15 a bordo: o alvo a ser batido

O fato de os iPhones serem tão populares também se deve ao sistema operacional. Com o iOS 15, a Apple trouxe muitas funções novas, muitas das quais também estão disponíveis em iPhones mais antigos.


O que gostei:

  • Hardware e software são perfeitamente coordenados;
  • O uso é muito divertido com a tela de 120 Hz.

O que não gostei:

  • -

Muita coisa mudou nesta versão, especialmente quando se trata da proteção de dados. Com o iCloud+, há funções que, por exemplo, disfarçam a localização exata do aparelho e, assim, dificultam a vida de quem procura fazer dinheiro às custas dos seus dados.

Pessoalmente, porém, acho a função de Texto ao Vivo um dos destaques. Usando a câmera do iPhone, o texto pode ser copiado diretamente de uma foto para processamento posterior. Digo mais: uma vez usado, você não vai querer ficar sem o Live Text novamente.

nextpit apple iphone 13 pro live text
Com o recurso Live Text, você escaneia o texto direto no aplicativo da câmera / © NextPit

Neste momento, não quero me prolongar nos recursos e novidades do iOS 15. Você pode encontrar todos os detalhes sobre a versão atual do sistema operacional do iPhone em nosso resumo geral do iOS 15.

Desempenho: ainda melhor graças ao A15 Bionic

Em termos de SoC, o iPhone 13 dá o habitual passo rumo a uma nova geração de processadores, desta vez o A15 Bionic. A Apple promete 50% mais desempenho do que o principal concorrente (provavelmente o Snapdragon 888) — e 30 por cento melhor desempenho gráfico. Além destes números difíceis de entender, podemos apenas dizer: Essa coisa é simplesmente super rápida .


O que gostei:

  • Excelente desempenho em jogos e na interface;
  • Recursos complexos de IA trabalham em tempo real;
  • A15 Bionic permite novidades empolgantes para a câmera.

O que não gostei:

  • -

Em nossa revisão do modelo básico iPhone 13, a Camila já tratou do desempenho com mais detalhes. Por isso, recomendo a leitura do review para quem procura mais detalhes sobre o desempenho do A15 Bionic.

NextPit Apple iPhone 13 Pro camera
O módulo da câmera parece quase comicamente grande / © NextPit

Câmera: mirando nos influenciadores

Este parágrafo foi escrito por meu colega e especialista em câmeras Stefan Möllenhoff. Muito obrigado pela grande ajuda!

Se não fosse pelo módulo de câmera comicamente grande na parte traseira, você poderia confundir facilmente o iPhone 13 Pro com seu antecessor. Mas qual a diferença na qualidade de imagem que as lentes grossas realmente trazem?


O que gostei:

  • Grande qualidade de imagem com cores naturais;
  • Aplicativo e autofoco rápidos;
  • O modo cinema é realmente divertido;
  • Telefoto agora tem zoom de 3x e OIS.

O que não gostei:

  • Troca automática confusa entre os modos macro e telefoto para closes;
  • Os estilos fotográficos podem afetar a qualidade da imagem.

Sensores maiores que no 12 e uma lente teleobjetiva opticamente estabilizada, mesmo no "Pro pequeno": o iPhone 13 Pro deu um salto no que diz respeito à câmera. Portanto, não é surpresa que o celular entregue fotos impressionantes durante o dia. As cores são ricas e agradáveis - sem parecerem exageradas como em algumas concorrentes asiáticas (*cof*Oppo*cof*Samsung). O HDR automático salva detalhes em áreas escuras e brilhantes da imagem sem matar a atmosfera natural da iluminação.

iPhone 13 Pro Sample Photo
0,5x
iPhone 13 Pro Sample Photo
1x
iPhone 13 Pro Sample Photo
3x
O iPhone 13 Pro tem uma ótima qualidade de imagem em todas as três câmeras. Não há praticamente nenhuma diferença na reprodução de cores / © NextPit

As coisas ficam um pouco diferentes, porém, se você exagerar nos estilos fotográficos. Dependendo do seu gosto, as fotos parecerão todas mais frias, mais quentes ou como se fossem feitas de chiclete, consistentemente. Se você quiser dar um visual consistente ao seu perfil no Instagram, pode definí-lo nas fotos nas próprias configurações do iPhone.

iPhone 13 Pro Sample Photo
0,5x
iPhone 13 Pro Sample Photo
1x
iPhone 13 Pro Sample Photo
3x
iPhone 13 Pro Sample Photo
15x
Quintal de Berlim, com cores vivas: Nestas fotos, o estilo fotográfico "Vibrante" foi ativado. Isto faz com que as fotos pareçam bastante Samsung-ísticas — mas aqui com um contraste mais intransigente. As áreas brilhantes estão iluminadas demais, os canteiros no fundo desaparecem na sombra / © NextPit

É preciso dizer, entretanto, que os estilos fotográficos não são tão refinados quanto as fotos com as configurações padrão — mas em vista do grande número de opções de configuração, dificilmente se pode culpar a Apple por isso. Se você ajustar muito o contraste, você terá que conviver com as áreas diluídas da imagem. Se, no entanto, como 99 por cento das pessoas, você não tira fotos com padrões profissionais, então isso não deve importar.

NextPIt iphone 13 pro photographic style
Contraste em excesso? O cabelo e o colarinho perderam muitos detalhes. Assim como nos filtros comuns, vale a máxima ao usar os estilos fotográficos: não exagere. / © NextPit

Ao fotografar dentro de casa, a qualidade permanece consistentemente boa. Entretanto, as velocidades mais lentas do obturador são perceptíveis — as fotos se desfocam mais rapidamente, e os objetos mais agitados logo se transformam em borrões. Quando fica realmente escuro, o aplicativo de câmera muda automaticamente para o modo noturno. Com tempos de exposição de vários segundos, este modo exprime os últimos fótons mesmo nos ambientes mais escuros e cria uma foto respeitável.

NextPit iphone 13 pro sample low light
O iPhone 13 Pro dispara fotos utilizáveis mesmo em condições de iluminação precárias e domina o equilíbrio de branco em luz artificial ou mista / © NextPit

Uma surpresa agradável: o iPhone 13 Pro já não homogeniza em excesso o nível de brilho quanto o iPhone 12 Pro (Max), mas deixa os pontos mais escuros realmente escuros. Como resultado, o clima natural de iluminação é melhor preservado nas fotos. Como a Huawei — pelo menos no mercado ocidental — praticamente deixou de ser uma opção viável, não há atualmente ninguém que chegue perto dos resultados da Apple em fotos com exposição prolongada.

iPhone 13 Pro Sample Photo
0,5x
iPhone 13 Pro Sample Photo
1x
iPhone 13 Pro Sample Photo
3x
Nesta foto, o cenário estava totalmente escuro. Em uma inspeção mais detalhada, é perceptível que a imagem da câmera principal retém consideravelmente mais detalhes que a das outras duas lentes / © NextPit

Basicamente, estas impressões valem tanto para a câmera principal quanto para as lentes ultra-angular e telefoto. Entretanto, devido aos sensores menores e às velocidades de obturação mais curtas necessárias na faixa de telefoto, a qualidade da imagem cai mais rapidamente do que com a câmera principal. Este fenômeno também pode ser observado com quase todos os outros celulares.

iPhone 13 Pro Sample Photo
Câmera Selfie
iPhone 13 Pro Sample Photo
Modo retrato
iPhone 13 Pro Sample Photo
Telezoom (3,0x)
Seja com a câmera de selfie, modo retrato ou apenas por diversão: o iPhone 13 Pro tem um sistema de câmera flexível e tira fotos muito legais / © NextPit

Em termos de vídeo, o iPhone 13 Pro estabelece novamente um novo padrão de gravação para um smartphone. Além da ótima qualidade de vídeo, o novo modo cinema traz novas possibilidades criativas. Com ele, você pode mudar o ponto de foco na imagem com um toque. Graças ao mapa de profundidade preciso, o iPhone então expõe o assunto e deixa o primeiro plano e o fundo desaparecer suavemente em desfoque. O fato de que isto funciona a um máximo de 1080p e 30 fps mostra como este truque é pesado em termos de CPU. Leia mais sobre o modo cinema no artigo a seguir.

Ainda nesta primavera, a Apple dará um passo além. O iPhone 13 deve receber o codec ProRes 422 HQ, que grava vídeo 4K na memória a 735 MBit por segundo — com profundidade de cores 10-bit (um bilhão de cores) e subamostragem de cores 4:2:2. Este é um codec de vídeo normalmente encontrado em câmeras de vídeo profissionais.

Apenas para ponto de referência: filmamos todos os vídeos do NextPit com uma Canon C200, em 4K60 com aproximadamente 150 MBit por segundo a 8-bit e 4:2:0. Mas fica a pergunta: será que o sensor está à altura do codec?

Bateria para o que der e vier

A Apple promete uma hora e meia a mais de duração da bateria do iPhone 13 Pro em comparação com seu predecessor. Na verdade, a bateria é tão potente no uso diário que a carga ainda lenta se torna cada vez menos importante.

O que gostei:

  • Duração muito longa da bateria;

O que não gostei:

  • Sem carga rápida acima de 20 watts.

A duração da bateria do iPhone 13 Pro parece ter feita para acalmar os críticos: a autonomia não só está melhor em comparação com o iPhone 12 Pro como é melhor até do que a do iPhone 13. A Apple afirma que a duração da bateria da versão Pro melhorou em 1,5 hora em comparação com o modelo do ano anterior.

Posso confirmar isso. O iPhone 13 Pro aguenta o dia inteiro mesmo sob uso pesado. Um bom tempo de tela de 14 horas foi necessário para esgotar o iPhone 13 Pro. O novo recurso ProMotion parece ser o responsável por isso: como o iPhone pode reduzir sua taxa de atualização para 10 Hz, o celular consome significativamente menos energia durante este tempo.

nextpit apple iphone 13 pro battery usage
Mesmo durante um uso intenso, o iPhone 13 Pro aguenta firme sem precisar da tomada / © NextPit

A propósito, o iPhone 13 Pro vem sem um carregador, o que a Apple vem fazendo desde o lançamento do iPhone 12, a fim de reduzir desperdícios e sua pegada de carbono. Portanto, se você quiser um adaptador de tomada além do cabo incluído USB-C para Lightning, você terá que investir R$ 199 por um carregador de 20 watts.

 

Proteção ambiental e outras coisas importantes...

... que não se encaixam em outra seção, mas merecem ser citadas.

O tópico da "proteção ambiental" não é um assunto novo para a Apple. Até 2030, a empresa com sede em Cupertino quer trabalhar e produzir de forma completamente neutra para o clima — ao longo de toda a cadeia produtiva, incluindo todos os fornecedores.

Independentemente do CO2, a Apple também está comprometida com o uso cuidadoso dos recursos. As terras raras nos imãs do MagSafe já são obtidos de materiais 100% reciclados. O mesmo acontece com o ouro e o estanho utilizados, assim como outros metais no smartphone. Esperamos que esta seja uma tendência que muitas outras fabricantes em todos os setores possam seguir.

NextPit Apple iPhone 13 Pro 13
A Apple se comprometeu com a reciclagem / © NextPit

Por falar em MagSafe, ele é um anel magnético que está embutido na parte traseira do iPhone. Vários acessórios, tais como bases de recarga, suportes, estojos e muito mais podem ser "fixados" de forma estável a ele. A Apple até mesmo dotou a capinha para cartões com um chip NFC integrado ao recurso "Buscar", se você esquecer a carteira com os cartões, o iPhone irá avisá-lo.

Conclusão: iPhone 13 Pro é o melhor smartphone de 2021?

Infelizmente, os testes de produtos — especialmente no setor de celulares — não podem ser reduzidos inteiramente a testes de laboratório e a palavras-chave simples. O gosto pessoal do testador sempre desempenha um papel, assim como a área específica de aplicação do produto. O fato de o iPhone 13 Pro ser o melhor celular do mercado é uma impressão que tenho carregado nos últimos 14 dias — e essa é minha opinião pessoal.

Com o iOS 15 e os recursos do iPhone 13 Pro, os benchmarks e testes objetivos de desempenho e duração da bateria, juntamente com o fato de que a Apple oferece mais de cinco anos de atualização de software e os preços de revenda dos iPhones serem significativamente mais altos do que os dos Android, posso recomendar a compra do iPhone 13 Pro sem hesitar para quem tiver o cacife para o celular da Apple.

Os links compartilhados neste artigo são links de afiliados. Isso significa que o NextPit obtém uma pequena participação nos lucros se você comprar produtos através deles. Isso não gera custos adicionais para você e não tem nenhuma influência sobre o conteúdo editorial do site. Saiba mais sobre como monetizamos o site na nossa página de transparência.
Gostou do artigo? Então compartilhe!
Comentar agora

1 comentário

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Jairo rios há 1 semana Link para o comentário

    Realmente belo gadget, mas muito caro