NextPit

Novo iPhone SE trará 5G com design familiar, segundo rumor

Novo iPhone SE trará 5G com design familiar, segundo rumor

A Apple deve mergulhar de cabeça no 5G em 2022, pelo menos é o que dizem os boatos publicados por sites no Japão e Taiwan. A conexão móvel de nova geração deve chegar inclusive para uma esperada atualização do iPhone SE (2020), que receberá o mesmo modem Snapdragon X60 usado no iPhone 13, porém sem novidades no design do celular.

Resumo:

  • iPhone SE pode ser atualizado em 2022 com versão 5G;
  • Modelo deve manter o design herdado do iPhone 8/7/6S/6;
  • Boato indica que SoC será o novo Apple A15 Bionic.

Segundo o site japonês MacOtakara, citando "fontes confiáveis na China", o celular de entrada da Apple receberá uma atualização no outono de 2022 (primavera no hemisfério norte), cujo destaque será a inclusão do modem Snapdragon X60. O componente é responsável pela conexão 5G na linha iPhone 13 em conjunto com o SoC Apple A15, também cotado para equipar o novo iPhone SE (2022).

O site publicou que, apesar das especificações turbinadas em termos de processamento, o iPhone SE (2022) terá o mesmo design do modelo de 2020, que herdou o visual do iPhone 8 (que por sua vez manteve um visual com poucas modificações desde o iPhone 6).

Ou seja, além da tela de 4,7 polegadas — ainda LCD — e do botão de início com Touch ID, a nova geração deve contar com uma câmera única e compatibilidade com capas já disponíveis no mercado.

IMG 1534
Próximo iPhone SE continua com o Touch ID, segundo sites asiáticos / © NextPit

O boato publicado pelo MacOtakara reforça um rumor de julho do site Nikkei Asia, de que a linha iPhone terá apenas lançamentos 5G em 2022. Resta saber se a Apple manterá no mercado os atuais modelos SE (2020) e iPhone 11, os únicos não compatíveis com redes de última geração.

Pode parecer curiosa a adoção de um processador de última geração no modelo de entrada, mas caso se confirme, a estratégia repetiria os passos das duas gerações anteriores do iPhone SE, que foram lançados com o SoC mais moderno oferecido pela Apple na época (A9 e A13, respectivamente).

Além disso, a empresa poderia utilizar componentes com uma frequência de processamento reduzida ou núcleos desativados — como já faz atualmente no iPad Mini 6 e no iPhone 13, respectivamente, em comparação com os modelos iPhone 13 Pro —, prática conhecida como product binning (diferenciação de produto, em tradução livre) e bastante usada em CPUs e GPUs, por exemplo.

Resta saber como a bateria dará conta do consumo do modem, além dos sacrifícios de espaço interno para dar lugar ao componente adicional, mas ainda há muito tempo para confirmar (ou desmentir) os boatos.

Curioso por um novo iPhone SE ou já se cansou do design inaugurado pelo iPhone 6? Pessoalmente, um iPhone SE com chip A15 seria uma opção bastante atraente, ainda mais se mantiver a compatibilidade com anos e anos de capas e acessórios ainda no mercado.

Os links compartilhados neste artigo são links de afiliados. Isso significa que o NextPit obtém uma pequena participação nos lucros se você comprar produtos através deles. Isso não gera custos adicionais para você e não tem nenhuma influência sobre o conteúdo editorial do site. Saiba mais sobre como monetizamos o site na nossa página de transparência.
Gostou do artigo? Então compartilhe!
Comentar agora

1 comentário

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Jairo rios há 1 semana Link para o comentário

    No parâmetro design o iPhone SE é uma lástima , bateria então .........bom telefone fixo.