Como usar o seu celular antigo como uma câmera de segurança

Como usar o seu celular antigo como uma câmera de segurança

Tem um celular pegando poeira na gaveta? Aprenda como usar seu smartphone ou tablet velho como uma câmera de vigilância. Isto dará uma nova utilidade ao seu aparelho antigo, e você poderá sair de férias com tranquilidade. A boa notícia é que você não precisa de muitos acessórios, e apps de câmeras DVR estão disponíveis para iOS e Android.

Há muitos motivos para usar um celular como câmera de segurança. Nas férias, você pode ficar de olho em suas coisas à distância. Ou você pode usar seu smartphone como babá eletrônica e ficar tranquilo na varanda. Ou ainda finalmente descobrir qual dos seus gatos está destruindo brincando com o sofá quando você vira as costas.

O que você precisa para usar seu smartphone como câmera de vigilância? Incluímos alguns atalhos abaixo para ajudá-lo a encontrar rapidamente as seções relevantes do artigo:

  1. Um celular velho, claro. Pontos extras se tiver uma câmera ultra-angular
  2. Um app de câmera de vigilância - disponível gratuitamente para Android e iOS
  3. Um suporte para posicionar seu celular como uma câmera de vigilância
  4. Uma fonte de alimentação adequada, para não depender da bateria do aparelho 

Aviso: dentro das quatro paredes da sua casa, é claro que você pode filmar como quiser - desde que seus visitantes saibam disso. Se você quiser usar a câmera de vigilância fora de sua casa, verifique com antecedência até que ponto isto é permitido pelas leis da sua cidade.

AndroidPIT LG G6 9324
Você ainda tem um velho smartphone por aí? Então use-a como uma câmera de vigilância / © NextPit

1. Celular velho como câmera de vigilância: do que você precisa

Antes de tudo, o smartphone que você quer reciclar como câmera de vigilância deve estar funcionando, claro. Mas é só isso - o Wi-Fi necessário equipa todos os telefones modernos. O mesmo se aplica à possibilidade de instalação de aplicativos. As câmeras também estão disponíveis em todos os telefones celulares, mas aqui há diferenças.

clip lenses
Com tais smartphones baratos, você pode tornar sua câmera mais flexível. / © Selvim

Se você quiser monitorar a maior área possível com seu celular, então um modelo com uma câmera ultra-angular é uma boa escolha. Naturalmente, isto só faz sentido se o smartphone fornecer este sensor através da API Camera2 para uso em aplicativos de terceiros. Especialmente em aparelhos mais antigos, apenas a câmera principal pode ser usada com freqüência para apps externos. Neste caso, você também pode obter uma lente de fixação simples.

2. Um app de vigilância para Android ou iOS

O segundo passo é instalar um aplicativo de câmera de segurança em seu celular ou tablet. Dependendo do app utilizado, é possível encontrar diferentes recursos. Antes de listarmos os apps, vou listar as principais características que devem ser avaliadas.

  • Transmissão de vídeo: hmm, é claro que o app da câmera de segurança deve ser capaz de enviar um sinal de vídeo para outro dispositivo;
  • Detecção de movimento: o aplicativo pode enviar notificações ao detectar movimentos. Idealmente, você será capaz de filtrar áreas como janelas, ou definir a sensibilidade para não acionar um alarme toda vez que houver uma mudança nas condições de iluminação;
  • Áudio bidirecional: você não só pode ouvir o que está acontecendo diante da câmera de segurança, como também pode transmitir sua voz. Talvez seu gato deixe o vaso sobre a mesa se ouvir sua voz;
  • Armazenamento em nuvem: alguns aplicativos oferecem uma função de armazenamento em nuvem. Desta forma, uma parte das gravações é sempre mantida online. Se um eventual ladrão arrancar seu celular da parede, você ainda poderá acessar os segundos de vídeo que gravou pouco antes do crime;
  • Conexão direta: você não quer dados sensíveis da sua casa armazenadas em servidor da nuvem? Então você deve escolher um app que permita uma conexão p2p direta entre o celular com câmera de segurança e seu smartphone ou PC.

Opção 1: Alfred Security Camera

alfred camera app
Muito limpo: é assim que a Câmera de Segurança Alfred fica em um iPhone / © NextPit

Provavelmente o aplicativo mais popular para transformar seu celular em uma câmera de vigilância é o Alfred Security Camera. A interface é limpa e a configuração é simples. Você simplesmente instala o app em seu celular velho e em seu smartphone atual. Para se conectar, você faz o login com sua conta Google ou Apple, ou escaneia um código QR. Depois é só atribuir os celulares às suas respectivas funções.

Realmente leva menos de três minutos — como prometido no site da empresa — para ver a imagem do outro aparelho no seu celular. O acesso à imagem da câmera via browser também funciona sem nenhum problema. Além da transmissão de vídeo (seja câmera principal ou frontal), o Alfred oferece comunicação bidirecional e até mesmo uma sirene de alarme (isso ajuda contra gatos atrevidos? Provavelmente apenas uma vez).

A detecção de movimento é ajustável em sensibilidade, mas a definição de zonas para ignorar infelizmente não é possível na versão grátis. O Alfred Security Camera salva todos os eventos detectados nos últimos sete dias; na versão premium, são 14 dias.

Se você pagar R$ 12,90 por mês (ou R$ 97,90 pela assinatura anual), você também recebe qualidade HD, gravações mais longas quando o movimento é detectado, uma função de detecção de pessoa e um recurso de programação de detecção de movimento (por exemplo, à noite e durante o horário de trabalho). E, é claro, a publicidade deixa de ser exibida.

Outro ponto positivo é o suporte ao público do desenvolvedor, que é muito ativo no fórum do site e nas lojas de aplicativos.

Opção 2: WardenCam

wardencam
O WardenCam não é tão sofisticado, mas é mais barato na versão Pro / © NextPit

Como o Alfred Security Camera, o WardenCam é rápido de se instalar. Embora o aplicativo também esteja disponível para o iOS, não há como evitar uma conta do Google. Após o login nos dispositivos, sua câmera de vigilância está pronta para ser usada imediatamente. A gama de funções é muito semelhante à nossa primeira sugestão, mas a interface do usuário não é tão elegante e os anúncios são mais intrusivos.

Em termos de recursos, você também encontrará a detecção de movimento, que permite o controle do tempo. Quando algo é detectado, o aplicativo envia uma notificação e armazena as gravações na nuvem por até 30 dias, com suporte para Google Drive ou Dropbox.

Há também a opção de acionar uma sirene de aviso. O WardenCam também oferece uma versão Pro sem anúncios. As características incluem resolução de 1080p e 60 dias de armazenamento on-line. O bom é que você pode ativar a versão premium pagando uma taxa única de R$ 35, não há assinatura.

Opção 3: Webcam IP

ip webcam
Com a Webcam IP você pode fazer (quase) tudo o que diz respeito à transmissão de vídeo em seu smartphone Android. No entanto, o aplicativo não é tão fácil de usar / © NextPit

Entre os apps de câmeras de vigilância analisados aqui, o Webcam IP é o mais flexível. Entretanto, a interface é menos prática e a configuração pode ser um pouco complicada. Mas também há muitas possibilidades. Você pode acessar o sinal de vídeo pela rede local com outros dispositivos - ou no mundo inteiro através do serviço gratuito de nuvem ivideon. Com o aplicativo Tinycam Monitor, é possível ativar o áudio bidirecional. Se desejar, o Webcam IP pode carregar as gravações para os servidores Dropbox ou FTP.

Outros recursos incluem a detecção de movimento e ruído e a exibição da carga da bateria na imagem. Ao contrário dos aplicativos acima mencionados, o Webcam IP pode acessar todas as câmeras que são compartilhadas através da API Camera2.

No NextPit, já utilizamos o Webcam IP durante transmissões ao vivo para usar celulares Android como câmeras sem fio na rede sem fio. Na versão gratuita, o Webcam IP mostra anúncios discretos, dos quais você pode se livrar com um pagamento único de cerca de R$ 30.

3. Um suporte de celular para a parede

Antes de sair furando a parede, algumas palavras sobre o posicionamento do celular-câmera. Se você quiser usar seu smartphone como câmera de vigilância contra possíveis intrusos, então você deve escolher uma posição onde os vândalos definitivamente terão que passar.

Tipicamente, este lugar seria o corredor ou a escadaria. Se, por outro lado, o uso do celular é para monitorar bebês ou animais de estimação, então é claro que o quarto das crianças ou o local favorito de residência ou cena do crime para o caos habitual dos pets é a melhor opção.

wall mount smartphone
Com este suporte de parede você pode posicionar seu smartphone / © Ayizon

Dica: você normalmente encontrará mais acessórios para tablets - mas geralmente é possível encaixar um celular na horizontal na maioria dos suportes de tablets.

Opção 1: montagem na parede

A opção mais flexível é uma fixação na parede. Você pode instalar o suporte com dois a quatro parafusos em quase todos os lugares. Naturalmente, a vantagem também é a maior desvantagem: você tem que fazer furos nas paredes.

Opção 2: cola, ventosa ou suporte magnético

Uma opção mais simples, mas menos flexível, são os suportes magnéticos, ventosas ou adesivos para o celular. Logicamente, o primeiro trabalha apenas em superfícies metálicas - é melhor verificar antecipadamente com um ímã se a respectiva superfície é realmente utilizável. Finalmente, as ventosas e os suportes adesivos são adequados apenas para superfícies lisas.

Opção 3: tripé (de mesa)

Outra opção é a utilização de um tripé. Este pode ser um Gorillapod que você simplesmente gira em torno de uma lâmpada de chão ou coloca sobre uma mesa. Tenha em mente, entretanto, que os tripés são muito visíveis e, portanto, fáceis de serem alcançados e removidos por ladrões em potencial.

4. Uma fonte de alimentação adequada para seu celular

Finalmente, você precisará de um adaptador de energia para alimentar o smartphone usado como câmera de segurança. Tenho certeza de que você tem uma caixa de carregadores sobrando em algum lugar. Entretanto, você pode precisar de um cabo USB mais longo. A especificação USB 2.0 permite um máximo de cinco metros; mas cabos mais longos podem funcionar.

Para esconder o cabo, você pode usar um conduíte - ou simplesmente comprar um cabo do tipo flat, que você pode então colar na parede com cola quente, por exemplo, ou então pregar com grampos de cabo.

Mais idéias para seu sistema de circuito interno

Agora você tem o básico para transformar seu antigo celular em uma câmera de vigilância. No entanto, é claro que ainda há espaço para melhorias, por isso queremos dar mais algumas idéias.

  • Carregador solar para independência da rede elétrica: você quer usar seu celular como câmera de vigilância na varanda ou no jardim? Então você pode garantir a independência da rede elétrica com um carregador alimentado por energia solar. Basta garantir que o smartphone e o powerbank estejam instalados em um local protegido contra chuva ou que atendam às especificações IP necessárias;
  • Cartão SIM para não depender do Wi-Fi: se a sua propriedade é muito maior do que a cobertura do Wi-Fi, você pode equipar seu celular com um chip de operadora. Em muitos planos pós-pago, você recebe um segundo SIM de graça ou por uma pequena taxa extra. No entanto, certifique-se de verificar quanto volume de dados é necessário para o app de sua escolha - e se isso pode estourar a sua cota de dados.
  • Use um segundo celular ou tablet como monitor permanente: Com um segundo aparelho instalado permanentemente, você também pode construir um sistema de campainha inteligente com intercomunicador. E se você não estiver em casa, também pode usar a função de interfone para pedir a um entregador para deixar sua encomenda no terraço ou no vizinho, por exemplo.

Você tem mais celulares velhos por aí? Então, você encontrará mais idéias para reciclá-los nos seguintes artigos:

Gostou da sugestão? Que outras ideias para reaproveitar o celular você gostaria de ver aqui no NextPit? Deixe sua sugestão nos comentários.

ÚLTIMOS ARTIGOS

2 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Penskemen há 1 mês Link para o comentário

    Ótima dica. Já faço uso em um smartphone antigo do app Alfred, para monitoramento e segurança de um imóvel. Basta adquirir um Sim-Card, habilitar um plano de dados, e tenho um sistema de DVR bem barato😉👍


    • Camila Rinaldi
      • Admin
      • Equipe
      há 1 mês Link para o comentário

      Obrigada por compartilhar a sua experiência aqui. Eu tenho um Nest do Google, mas não funciona bem para apartamento (e como tem câmera, não rola colocar no meu prédio aqui na Alemanha por questões legais).