NextPit

Haja armazenamento: Google Play começa a aceitar aplicativos de até 100 MB

androidpit google play store hero 1
© NextPit

Quem nunca foi fazer o download de algum aplicativo ou jogo na Play Store e recebeu a mensagem de que o item escolhido era muito grande e o uso do Wi-Fi seria o mais recomendado? Pois bem, essa característica acontece devido ao limite de tamanho imposto pelo Google para que os desenvolvedores hospedem seus aplicativos na loja virtual da empresa. Entretanto, esse limite de upload foi reajustado pelo Big G para que a Play Store possa receber arquivos de até 100 MB. Confira detalhes a seguir. 

NextPit Logo white on transparent Background
NEXTPITTV

O Google anunciou que a partir de hoje, a Play Store aceitará arquivos de até 100 MB dos desenvolvedores interessados em hospedar suas aplicações na loja virtual da empresa. Segundo o Big G, a mudança foi necessária devido ao recente avanço nas especificações dos smartphones e pela necessidade dos desenvolvedores em adaptar o mesmo app para centenas de smartphones ou tablets com características diferentes. Atualmente, o usuário é alertado sempre que o aplicativo selecionado ultrapassa os 50 MB limitado pela Play Store, recomendando o uso de uma rede Wi-Fi para realizar o download completo do item. Em alguns casos, o desenvolvedor solicita a instalação de um pacote de dados adicionais que, geralmente, adicionam mais "volume" além dos 50 MB já baixados pelo usuário.

Com a mudança, o alerta aparecerá ao usuário sempre que o aplicativo ou jogo ultrapassar os 100 MB de limite da Play Store, sugerindo a utilização de uma rede Wi-Fi para finalizar a instalação. Os pacotes adicionais permanecem com o volume máximo de 4GB após o download limite de 100 MB por aplicativo, quando necessário e definido pelo desenvolvedor. É possível que alguns jogos, como o Need for Speed: Most Wanted, por exemplo, não precise mais de um pacote adicional tão grande como os 700 MB que são instalados após o download.

androidpit google play store hero 3
Play Store começa a aceitar aplicativos de até 100 MB dos desenvolvedores. / © ANDROIDPIT

Dispositivos com o armazenamento interno menor podem sentir o impacto dessa mudança futuramente, como os modelos com 8GB de memória interna e sem a possibilidade de expansão. Além do desenvolvedor poder criar aplicações maiores, a migração para a plataforma de 64 bits automaticamente fará com que todos os aplicativos ganhem mais recursos e sejam bem aprimorados por seus desenvolvedores, resultando em um volume maior para apps que atualmente são menores e com menos recursos. 

E aí, será que os smartphones com pouca memória interna estão com os dias contados?

Gostou do artigo? Então compartilhe!
Comentar agora

Artigos recomendados

Os comentários favoritos dos leitores

35 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Bruno Estrela 30/09/2015 Link para o comentário

    16gb de Armazenamento interno, + 32gb de cartão , ta tranquilo :P


    • Ronaldo Fonseca 14/10/2015 Link para o comentário

      tu é um cara de sorte...meu cartão é de 64 gb, mas o celular só tem 8


  • Cleber d'Avila 29/09/2015 Link para o comentário

    A medida que o tempo passa, a tecnologia aumenta e a necessidade de armazenamento de dados se torna algo incalculável. Lembro que meu primeiro celular possuía capacidade apenas para dois contatos telefônicos, além de não contar com identificador de chamadas.
    O que temos hoje não será suficiente para daqui uns 5 anos, ou menos. Engana-se aquele que tem um smartphone de ponta hoje, que ele será insubstituível com o passar dos tempos. As indústrias não são saudosistas e tampouco gostam de histórias contadas por avós. Eles querem vender e lucrar. Se história e boas lembranças dessem lucro, a Volkswagen não aposentaria o Fusca.


  • Sanon Nascimento 29/09/2015 Link para o comentário

    ... os desenvolvedores deveriam trabalhar em apps mais leves...


  • Alexandre 29/09/2015 Link para o comentário

    O cartão SD chega a tremer!


  • Joao Paulo Santos 29/09/2015 Link para o comentário

    Sinceramente não entedi. O jogo por exemplo "DuckTales Remastered" na Play Store possui 588MB.
    Acho que um celular de 16GB é razoável pra armazenar tudo isso aí, visto que fotos e vídeos, já está mais que provado, que não é uma boa ideia mantê-los na memória SD ou no celular.


  • Paulo Vinícius 29/09/2015 Link para o comentário

    O problema é o aplicativo ser "gigante" e não ter a mesma qualidade ou estabilidade que tem no ios por exemplo.


  •   14
    Conta desativada 29/09/2015 Link para o comentário

    A questão nem é o armazenamento interno, é simplesmente o download mesmo. Até em 2 anos atrás podia se encontrar ótimos aplicativos cujo o tamanho era razoáveis. Mas que seja, não explorando ao limite isso, tudo bem....


  • Júnior Happer 29/09/2015 Link para o comentário

    12Gb de memória interna e o cartão micro SD 29Gb. então isso não é um problema ainda pra eu. 😁
    12 = 16Gb.
    29 = 32Gb.


  • Arthur S. 29/09/2015 Link para o comentário

    Ue, já vi jogos de 1gb, não entendi...



  • Thiago19 29/09/2015 Link para o comentário

    creio que em alguns casos vem para o bem, só espero que os apps que se esforçavam para serem enxutos não fiquem grandes....


  • Juliano C. 29/09/2015 Link para o comentário

    Nunca prestei atenção nisso. O Facebook já chegou a pesar 500 mega no meu celular. E o iluminado App pesa 23 mb.


  • Luyara Muniz 29/09/2015 Link para o comentário

    Preciso do Android M no meu Zenfone 5 8gb pra ontem então 😖


  • Jeffersom Benvindo 28/09/2015 Link para o comentário

    Pelo menos no Android M , já vamos poder usar SD como memoria e instalar Apps lá esse tambem deve ser um dos motivos


  • Cláudio Charles 28/09/2015 Link para o comentário

    Smartphone com menos de 32 gb e sem slot para cartão de memória, nem adianta comprar. Se não vir com o slot para cartão, o mínimo aceitável é de 64 gb. Os serviços de armazenamento na nuvem podem resolver esse problema de armazenagem dos dispositivos móveis. Aliás, provavelmente isso se tornará bem comum no futuro.


    • Douglas U 29/09/2015 Link para o comentário

      Não dá para generalizar... Meu aparelho tem 32GB, não tem entrada para SD e sempre estou com uns 10GB livres. Depende muito do uso de cada pessoa (e olha que instalo muitos apps), justamente porque fotos e músicas já armazeno quase tudo na nuvem.


  • Marcos Champloni 28/09/2015 Link para o comentário

    Viva Nossa Senhora do SD!!!

Mostrar todos os comentários
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.