5G: 1 bilhão de pessoas podem ter acesso à conexão ainda em 2020

5G: 1 bilhão de pessoas podem ter acesso à conexão ainda em 2020

Um relatório elaborado pela Ericsson mostra que a conexão 5G deve alcançar 1 bilhão de pessoas ainda neste ano. As informações foram divulgadas como forma de acompanhar a evolução da conexão no mundo inteiro.

Estima-se que, até 2026, cerca de 3,5 bilhões (o que equivale a quase metade do mundo) terão acesso à nova conexão. Até lá, em muitos países, o 4G continuará sendo a conexão principal.

5g ericsson
Crescimento do 5G comparado ao 4G desde seu lançamento / © Ericsson

A conexão 5G vem tendo forte investimento da China, o que irá contribuir, segundo dados da Ericsson, para sua velocidade - consideravelmente maior que a do 4G. Além disso, os gráficos mostram que a popularização da nova geração de internet móvel deve acontecer bem mais rápido - o que vem sendo atestado já atualmente.

Você pode conferir o relatório completo (em PDF) clicando neste link.

5G no Brasil

No Brasil, o leilão do novo 5G deve acontecer no primeiro semestre de 2021. Algumas empresas de telefonia já prometem a conectividade, o que rendeu uma notificação do Procon, uma vez que o país ainda não tem acesso ao 5G em sua totalidade, mas sim à conexão 5G DSS.

Embora a conectividade tenha suas previsões de crescimento acelerado pautadas em sua adoção por países europeus e pelos EUA, o Brasil também pode contribuir significativamente para os resultados. 

Por aqui, a internet 4G não será rapidamente substituída, mas o 5G deve tomar o lugar do 2G e 3G - que ainda são usados por um alto número de pessoas.

Fonte: Ericsson

ÚLTIMOS ARTIGOS

1 comentário

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • O 3G dificilmente vai sair de cena, até porque muitos municípios nem o 4G funciona direito. O 3G terá longa vida pois o 5G levará uns 10 anos até chegar em todo o território nacional, isso sendo otimista é claro.