Em 2018, Google Play vai exigir apps otimizados para versões mais recentes do Android

Em 2018, Google Play vai exigir apps otimizados para versões mais recentes do Android

Em seu blog para desenvolvedores, o Google fez alguns anúncios importantes sobre as políticas que os desenvolvedores terão de seguir daqui para frente para continuar a publicar seus apps na Google Play Store. A primeira mudança é que a partir de agosto de 2018 todos os novos apps precisarão ter como alvo o Android Oreo, e que a partir de novembro de 2018 as atualizações de apps existentes precisarão fazer o mesmo.

Diz o Google:

  • No segundo semestre de 2018, a Play exigirá que os novos aplicativos e as atualizações de aplicativos atinjam o nível mais recente da API do Android. Isso será necessário para novos aplicativos em agosto de 2018 e para atualizações de aplicativos existentes em novembro de 2018. Isso tudo é para garantir que os aplicativos sejam criados para as últimas APIs, otimizadas em segurança e desempenho.
  • Em agosto de 2019, a Play exigirá que as novas atualizações de aplicativos e aplicativos novos com bibliotecas nativas forneçam versões de 64 bits, além de suas versões de 32 bits.
  • Além disso, no início de 2018, a Play começará a adicionar uma pequena quantidade de metadados de segurança em cima de cada APK para verificar ainda mais a autenticidade do aplicativo. Você não precisa tomar nenhuma ação para esta mudança.

Pode não estar claro, mas é mais um passo largo do Google para tentar frear a fragmentação do Android. Todos as mudanças parecem legais do ponto de vista do usuário, mas um possível efeito colateral deve aparecer no mercado: o que será das fabricantes que demoram anos para atualizar seus smartphones e da prática de vender novos dispositivos móveis com versões antigas do Android? Bom, então esse é um efeito colateral bom.

Ao forçar os desenvolvedores a pensarem na última versão de API do sistema operacional, atualmente conhecida como Android Oreo, o Google obriga (ou quase isso) os desenvolvedores e as fabricantes a correrem com o update, pois a partir do ano que vem, novos aplicativos ou atualizações de apps existentes não serão aceitos na loja do Android se não tiverem como alvo a versão mais recente do Android. Mesmo que os apps ofereçam compatibilidade com as versões anteriores, o foco vai ser o Android Oreo. O raciocínio é fácil: aplicativos desenvolvidos para uma versão antiga do software não fazem uso dos recursos mais recentes do Android e são menos seguras por isso.

Isso tudo quer dizer que quando o seu smartphone não conseguir executar um aplicativo que você deseja, porque o software é velho, você certamente vai notar. Logo, as fabricantes que vendem aparelhos com versões antigas ou esquecem de atualizar também não terão acesso a aplicativos novos ou recém-atualizados, bem como seus usuários.

Dureza. Quem sabe assim as fabricantes colaboram para diminuir a fragmentação do Android, não é mesmo?

E você, gostou das novidades futuras da Google Play Store?

 

ÚLTIMOS ARTIGOS no NextPit

Recomendado pelo NextPit

Os comentários favoritos dos leitores

  • Agnaldo 20/12/2017

    Acho que o Google podia aplicar um filtro de qualidade no play Store e banir imediatamente os aplicativos que tentam imitar o original, fechar o cerco naqueles muito mal avaliados pelos usuários e com descrições confusas e incompreensíveis.

    Ou pelo menos colocar um ✅ (check) na frente do nome para mostrar que o desenvolvedor e confiável e o app original.

  • Agnaldo 20/12/2017

    E eu já ia me esquecendo do "se for bom dou mais estrelas" que também deve sumir além de ser irritante ainda prejudica a avaliação de um app que talvez seja bom e fica com nota baixa.

    Por min os usuários só poderiam comentar após baixar o app.

  • Sidney 20/12/2017

    Não gosto de xingar ninguém, mas não parece que esse povo que faz isso tem problemas mentais?

  • Lígia B. 21/12/2017

    Eu odeio profundamente esses comentários do tipo "se for bom dou mais estrelas". Que coisa mais inútil!

  •   47
    Conta desativada 20/12/2017

    Deve exigir compatibilidade tb com os novos formatos de tela...app 32bit é uma tendência acabar, o iOS já está fazendo isso

64 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Mostrar todos os comentários
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.