As melhores smartbands e pulseiras fitness do mercado em 2021

Atualizado: novos modelos adicionados
As melhores smartbands e pulseiras fitness do mercado em 2021

Uma pulseira fitness ajuda a combater o sedentarismo, conta os seus passos e acompanha o seu ritmo cardíaco quando você está se exercitando. Mas com tantas opções, escolher a smartband ideal não é fácil. É por isso que apresentamos os modelos certos para cada tipo de pessoa.

Mas antes de seguir para as nossas dicas de melhores pulseiras fitness, precisamos explicar rapidamente uma coisa. Este artigo trata das smartbands, que são aquelas pulseiras discretas equipadas com sensores para medir a frequência cardíaca ou contar passos. Os smartwatches, por outro lado, geralmente são maiores, têm funções adicionais inteligentes, conectam-se à Internet mesmo sem um smartphone e tem uma lista exclusiva aqui no canal:

Pegue um atalho:

  1. A melhor pulseira fitness: Xiaomi Mi Band 6
  2. A melhor alternativa à Xiaomi Mi Band 6: Huawei Band 6
  3. A melhor smartband para nadadores: Samsung Gear Fit 2 Pro ou Fitbit Charge 4
  4. A melhor relação custo-benefício: Xiaomi Mi Band 5
  5. Melhor alternativa a um smartwatch: Fitbit Charge 4
  6. Melhor smartband com sensor SpO2: Xiaomi Mi Band 6 e Huawei Band 6
  7. O que considerar ao comprar um monitor de atividade?
  8. As pulseiras fitness têm impacto na saúde mental?
  9. Onde comprar a sua smartband?

A melhor pulseira fitness: Xiaomi Mi Band 6

NextPit Xiaomi Mi Band 6 9 Xiaomi Mi Band 6: a rainha das pulseiras fitness / © NextPit

Avaliação

Bewertung Design und Handling

Prós:

  • Tela maior;
  • Monitoramento de SpO2 (oxímetro);
  • Confortável no uso;
  • Relação custo-benefício.
 

Contras:

  • Sem GPS;
  • Autonomia levemente menor do que a da Mi Band 5.

A Mi Band 6 é uma versão melhorada da Mi Band 5. Mesmo tendo o mesmo tamanho da variante de 2020, tivemos uma otimização da tela, que é maior, são 1,56 polegadas. Com 152 x 486 pixels, a Xiaomi também aumentou a densidade de pixels e o painel ainda é brilhante.

Em relação aos extras, a fabricante chinesa adicionou à Mi Band 6 o sensor de monitoramento de SpO2, mas removeu o botão abaixo do display, que não está mais disponível na nova geração por conta da tela maior. Isso acabou gerando uma redução da vida útil da bateria também, que agora é de 10 dias, mas vamos combinar, ainda é muito econômico, certo?

Uma das nossas críticas em relação à smartband da Xiaomi é que ainda não possui GPS integrado. Logo, para acompanhar o seu percurso de corrida ou ciclismo, o uso do smartphone em conjunto com a pulseira será necessário para manter o registro da sua rota.

Por fim, se você usa a Mi Band 5 atualmente, não precisa necessariamente mudar para a Mi Band 6, a menos que a tela maior seja importante o suficiente para você. Para todos os outros que desejam entrar no mundo das pulseiras fitness gastando pouco, recomendamos a Mi Band 6 sem pensar duas vezes. A 6ª geração da líder da categoria está melhor do que nunca!

Atualmente a Xiaomi Mi Band 6 pode ser encontrada por pouco menos de R$ 300, com uma pequena variação de preço caso arrisque comprá-la via importação.

A melhor alternativa à Xiaomi Mi Band 6: Huawei Band 6

NextPit huawei band 6 wrist
Uma tela maior deixa tudo melhor / © NextPit

Avaliação

Bewertung Design und Handling

Prós:

  • Tela AMOLED;
  • Design simples;
  • Excelente conexão com o aplicativo Huawei Health;
  • Rastreamento de SpO2 ao longo do dia;
  • Bateria de longa duração.
 

Contras:

  • Sem GPS;
  • Rastreamento de ciclo apenas em dispositivos HMS.

A Huawei Band 6 é excelente em rastrear dados de condicionamento físico e vitais. Isso se deve aos 96 modos esportivos, ao rastreamento de SpO2 de 24 horas e à longa duração da bateria. No nosso review da Huawer Band 6, pudemos confirmar que a operação e o manuseio da smartband também são muito bons.

Assim como Xiaomi Mi Band 6, no entanto, a desvantagem aqui é a ausência do GPS integrado. Outro ponto negativo é o fato de que os celulare Android com suporte para os serviços do Google não podem usar o rastreamento de ciclo.

Porém, a favor da Huawei Band 6 temos a resistente à entrada de água para 5 ATM, o que permite usar a pulseira na piscina; é possível ajustar o brilho da tela manualmente; e oferece uma experiência mais fluida que a Samsung Galaxy Fit 2.

Somado a isso, a smartband da huawei oferece uma bateria de longa duração e carregamento rápido. O que é excelente, visto que a tela da pulseira é relativamente grande. A Huawei Band 6 pode ser encontrada no varejo nacional por cerca de R$ 380.

Melhor pulseira inteligente para natação: Samsung Gear Fit 2 Pro ou Fitbit Charge 4

Samsung Gear Fit 2 Pro
O Samsung Gear Fit 2 Pro oferece um poderoso modo de natação / © NextPit

Avaliação

Bewertung Design und Handling

Pro

  • Design;
  • Tela AMOLED muito boa;
  • Adequado para nadadores;
 

Contra

  • Alto preço;
  • Processo de configuração irritante;
  • Medição de pulso imprecisa.

Nadar castiga menos as articulações do que correr, e se esse é o seu tipo favorito de atividade, vale a pena comprar o Samsung Gear Fit 2 Pro ou o Fitbit Charge 4. Os modelos não estão disponíveis para venda direta no Brasil, mas é possível importá-los.

Ambas as pulseiras oferecem uma classificação de resistência à água adequada para a natação, com os fabricantes anunciando até 50 metros de profundidade. Embora existam muitas pulseiras fitness que podem ficar sem medo no pulso ao saltar na água, os modelos da Fitbit e Samsung oferecem uma característica adicional importante.

Porque com ambos os rastreadores, você pode definir manualmente o comprimento da pista (ou piscina) atual e fazer com que a atividade seja registrada automaticamente. Isto significa que você não tem que contar o número de voltas e pode avaliar os tempos depois. Se você também for correr, ambos os aparelhos têm um sensor GPS, bem como um monitor de frequência cardíaca.

Melhor relação custo-benefício: Xiaomi Mi Band 5

NextPit xiaomi mi band 5 heart rate
A Xiaomi Mi Band 5 vem com um display colorido e uma bateria com ótima duração / © NextPit

Avaliação

Bewertung Design und Handling

Pro

  • Relação preço-desempenho imbatível;
  • Longa duração da bateria;
  • Tela AMOLED brilhante;
  • Detecta automaticamente os treinos;
  • À prova d'água.
 

Contra

  • Sem receptor GPS;
  • Fonte muito pequena.

Se você procura uma pulseira fitness em 2021, a Xiaomi Mi Band 5 irá provavelmente atender às suas expectativas e necessidades. Isto porque a smartband oferece uma longa duração da bateria, mede os batimentos cardíacos e passos de maneira confiável, oferece as principais funções do mercado, os dados rastreados são processados no app Mi Fit de maneira precisa e também é muito acessível. Na nossa opinião, o registro dos dados vitais funciona muito bem e de forma completa, ajudado pela longa duração da bateria.

Isto porque a quantidade de tempo que a Mi Band 5 precisa ficar ligada na tomada é muito baixa. Além disso, como o dispositivo é barato, a preocupação com danos eventuais pode ser menor do que as alternativas mais caras, como os smartwatches. Ao mesmo tempo, a tela AMOLED é fácil de ler mesmo sob luz natural e, desde a quinta geração, você também pode carregar a Mi Band com um acessório de recarga magnético. Para mais informações, dê uma olhada na nossa análise da Xiaomi Mi Band 5.

A Mi Band não conta com um rastreador GPS integrado, o que é algo que deve ser considerado antes de comprá-la. Por isso, para acompanhar o seu percurso de corrida ou ciclismo, terá de levar o seu smartphone com a pulseira. Só assim a smartband acessa o receptor GPS do seu celular via Bluetooth e mantém o registro da sua rota.

Atualmente a Xiaomi Mi Band 5 pode ser encontrada por pouco menos de R$ 220, com uma pequena variação de preço caso arrisque comprá-la via importação. Porém, na loja oficial Mi Brasil, o preço do dispositivo é de R$ 524,39.

 Melhor alternativa a um smartwatch: Fitbit Charge 4

Fitbit Charge 4
O Fitbit Charge 4 é uma boa alternativa se os smartwatches forem demasiado desajeitados para si / © NextPit

Avaliação

Bewertung Design und Handling

Pro

  • Longa duração da bateria (quase 7 dias);
  • Discreto e leve;
  • Sensor preciso para batimentos cardíacos;
  • GPS e Fitbit Pay incluídos.
 

Contra

  • Funcionalidade completa somente com assinatura paga;
  • GPS não muito preciso;
  • Controle musical apenas para Spotify;
  • Fitbit Pay não disponível no Brasil.

Se você gosta do visual de uma pulseira fitness e espera as funções de um smartwatch, o Fitbit Charge 4 pode ser a sua opção. A discreta smartband tem um módulo GPS integrado e oferece o sistema de pagamento Fitbit Pay graças ao NFC, infelizmente ainda não liberado para os usuários no Brasil. Além disso, o Fitbit Charge 4 suporta a instalação de aplicativos e permite responder às notificações recebidas via resposta rápida (Quick Reply).

Como a nossa dica para nadadores, o Fitbit Charge 4 é à prova de água até uma profundidade de 50 metros. No entanto, como a Fitbit não oferece o modelo no mercado brasileiro, ele é mais adequado para compradores que estão dispostos a gastar um pouco mais que as primeiras sugestões da lista e estão dispostas a importar o aparelho. Além disso, dependendo do valor final, o consumidor pode encontrar smartwatches como o Fitbit Versa, que já oferece mais opções com uma tela maior.

Melhor smartband com sensor SpO2: Xiaomi Mi Band 6 e Huawei Band 6

NextPit huawei band 6 vs xiaomi mi band 6Tanto a  Xiaomi Mi Band 6 quanto a  Huawei Band 6 são excelentes opções de smartband com sensor SpO2 / © NextPit

Tanto a Xiaomi Mi Band 6 quanto a Huawei Band 6 já apareceram nessa lista. Enquanto consideramos a primeira a melhor smartband do mercado em 2021, a segunda é a alternativa à primeira. Simples assim. Logo, nada mais lógico do que indicarmos uma das duas para quem busca uma experiência excelente com o sensor SpO2.

A Xiaomi não precisou reinventar a roda com a Mi Band 6, mas adicionou o monitoramento da saturação de oxigênio no sangue (medição de SpO2), o que foi uma das funções mais importantes integradas à nova geração. Isso é realmente relevante quando consideramos o valor desta smartband. No nosso review da Mi Band 6, a integração do sensor SpO2 foi considerada uma característica relevante na hora de indicar a compra desta smartband.

Já a Huawei Band 6 possui um monitor de frequência cardíaca que também pode medir a saturação de oxigênio do sangue. O ponto positivo aqui é que isso é feito durante as 24 horas do dia. 

Nota: os valores de SpO2 são indicados apenas para referência, ou seja, podem ser usadas para orientação e não têm caráter médico. Sempre procure um especialista antes de tomar alguma decisão.

O que considerar ao comprar um monitor de atividade?

Se você ainda está começando sua busca por uma smartband, é importante ter em mente o seu tipo de uso, o que vai ajudar a filtrar as diversas opções disponíveis no mercado.

Você precisa de um receptor GPS?

Se o smartphone está sempre com você quando corre ou faz atividades físicas, não precisa de um receptor de GPS na sua pulseira. Afinal, quase todos os aparelhos da categoria oferecem a opção de registrar a distância percorrida em parceria com o seu celular.

Fitbit Collage
Modelos como o Fitbit Charge 4 podem gravar com precisão o seu percurso graças ao GPS / © NextPit

Além disso, o GPS nos smartphones modernos são muitas vezes mais precisos do que os módulos nas smartbands. Pela minha experiência, as pulseiras com um módulo GPS integrado perdem com certa frequência a conexão e você aparecerá correndo através de paredes e casas no histórico do exercício. Nesses casos, o registro da rota de corrida perde o sentido e não serve para controle pessoal ou compartilhamento nas redes sociais.

Controle de música ou leitor de música?

Outro detalhe na escolha do aparelho de fitness é a diferença entre controle musical e o reprodutor de música. Um app de música incorporado permite copiar as músicas para a memória integrada da pulseira e ouvi-las em movimento sem necessidade de um smartphone, usando apenas fones de ouvido Bluetooth.

Se a fabricante anuncia o seu tracker de fitness apenas com controle musical integrado, pode-se presumir que o aparelho só funciona como um controle remoto. Neste caso, a pulseira permite deixar o smartphone no bolso, com a smartband à cargo das opções do app de música em uso no celular. Alguns modelos, caso do Fitbit Charge 4, oferecem uma terceira opção, com controle exclusivamente para o app Spotify.

Um sensor de SPO2 é realmente útil?

Ficar de olho na sua saturação de oxigênio (ou oxigenação do sangue) durante uma atividade, como faz a OnePlus Band, parece ser um recurso indispensável à primeira vista. Contudo, saiba que o nível de oxigênio no sangue quase não flutua em pessoas saudáveis. Por isso, é mais aconselhável verificá-lo quando se exercita em áreas montanhosas ou sob estresse extremo.

Se você não pretende fazer isso, pode deixar de lado o recurso, também conhecido como oxímetro. Em qualquer caso, esse tipo de sensor está disponível em apenas alguns modelos, por isso não muda as recomendações acima.

Qual sistema de sincronização?

Toda a variedade de dados coletados só pode ser visualizada nos apps que vêm com as pulseiras fitness. Para isso, as informações devem primeiro ser transferidas da smartband para o seu smartphone ou PC. No mínimo, o seu monitor de atividade deve ter comunicação Bluetooth para que possa transferir os dados sem problemas para o seu celular.

Nesta lista você só encontra modelos que tenham pelo menos o Bluetooth. Mesmo assim, também é prático que o aparelho seja compatível com Wi-Fi. Desta forma, os dados vão para a nuvem assim que você chegar em casa após o treino. No caso das pulseiras que podem baixar músicas para tocar durante o exercício, baixar os arquivos pela rede sem fio é mais rápido do que por Bluetooth. E dependendo do quão importante é o uso com Wi-Fi, especialmente o uso sem o celular por perto, talvez seja o caso de considerar um smartwatch.

Acompanhamento do sono e atenção

Um estilo de vida saudável não trata apenas de malhar, correr e nadar! Também é preciso descansar e, felizmente, as smartbands também ajudam nisso. O recurso mais comum e útil para isso é o rastreamento do sono, que monitora a duração e a qualidade do seu descanso. O sono humano consiste em diferentes fases, leve, profundo e a chamada fase do sono REM.

Cada fase é caracterizada por certo padrão de movimento, e para quem dorme como a pulseira fitness, ela pode monitorar seu sono. Por mais conveniente que seja este recurso, uma smartband pode ser irritante enquanto você dorme. Além do próprio aparelho atrapalhar a sua posição aconchegante para dormir, usar uma pulseira à noite também pode ser um problema de higiene. Uma tira de silicone que acabou de ser encharcada em suor provavelmente não é algo que alguém queira levar para a cama.

A propósito, sobre o tema da atenção, os monitores de atividade têm recursos de meditação ou exercícios respiratórios. Eles avaliam frequentemente a sua pulsação e registram se ela muda durante o período de descanso planejado.

Compatibilidade com outros aparelhos

Se você não só quer correr com sua smartband, como também quer ficar de olho em seus dados vitais durante treinos de artes marciais ou ginástica, pode ser interessante pesquisar por modelos da Huawei ou Garmin. No aplicativo Huawei Health e nos relógios Garmin Forerunner, você pode usar dispositivos adicionais como cintas torácicas com monitores de frequência cardíaca. Um acessório à parte pode ser útil, por exemplo, quando você dobra o pulso ou o rastreador de fitness escorrega por outros motivos em alguns movimentos, o que pode gerar erros na medição. Além disso, os modelos HRM Run da Garmin também podem registrar o movimento vertical e o seu tempo de contato com o solo.

Recursos especiais como notificações, pagamento sem contato ou telefonia

Como dissemos no início, está ficando cada vez mais difícil distinguir entre os monitores de atividade e os smartwatches. Isso porque, com novas funções lançadas o tempo todo, chegam também novos argumentos de venda, e assim recursos como pagamentos sem fio ou microfones e alto-falantes para fazer chamadas telefônicas agora também podem ser encontrados em algumas pulseiras. Embora estes recursos específicos ainda sejam raros, você já pode acessar suas notificações, definir um alarme ou consultar as horas com quase todas os smartbands disponíveis.

NextPit Fitbit Charge 4 side
Novos recursos como GPS e pagamento sem contato aproximam as smartbands dos smartwatches / © NextPit

Além disso, os principais modelos podem ser personalizados com os seus próprios mostradores. Aqui pesa o seu (bom?) gosto, já que uma recomendação de compra não pode ser tão influenciada pela variedade de opções visuais no aparelho, ainda que as fabricantes batam no peito para divulgar a quantidade absurda de opções para customização visual.

Materiais, caixa e peso

Da mesma forma, o design da pulseira fitness é uma questão individual e depende do seu gosto, embora também haja influências práticas. Pulseiras de couro, de tecido ou de plástico podem ser uma vantagem ou desvantagem dependendo do tipo de atividade que você pratica. Ao nadar, por exemplo, opções de tecido podem ficar nojentas rapidamente, sendo que à noite, ao dormir, geralmente são mais confortáveis.

Algo que vale lembrar ao decidir pela compra é que, enquanto pulseiras sobressalentes podem ser compradas e substituídas, o peso e as dimensões do monitor de atividade são definidos. Se você tiver a possibilidade de testar a smartband em uma loja, não perca a oportunidade!

Que impacto as pulseiras fitness têm na saúde mental?

A prática de exercícios é saudável para a maioria das pessoas, disso ninguém discorda. Mas é realmente aconselhável ficar de olho no seu ritmo cardíaco e nos sinais vitais como o oxigênio no sangue? Na minha opinião, as consequências psicológicas de uma pulseira fitness costumam ser deixadas de lado em guias de compra semelhantes e, por esta razão, eu gostaria citar uma pesquisa que vale a pena conferir.

Um estudo da Universidade de Copenhague, de agosto de 2020, indica que as smartbands indiscutivelmente aumentaram a motivação em um grupo de teste composto por pessoas com doenças cardíacas entre os 28 e 74 anos. Ao mesmo tempo, porém, a ansiedade com a sua própria saúde aumentou à medida que os dados obtidos eram interpretados sem aconselhamento médico.

Os pesquisados tenderam a tratar os dados do aparelho como conselhos médicos e não os viam como dados que precisavam ser interpretados por um profissional de saúde. Embora fossem pessoas com uma condição pré-existente, sinais vitais como pulsação em repouso ou zonas de frequência cardíaca não são adequadamente explicados em muitos monitores de condicionamento físico.

Portanto, comprar uma pulseira fitness não substitui as idas ao médico, independentemente de ser um atleta ou uma pessoa com estilo de vida ativo. E claro, as respostas do seu corpo ainda são bons indicadores da sua saúde. Se cada passo dói, não há motivo para seguir as tentativas da smartband de fazer você sair para uma voltinha.

Onde comprar uma smartband?

Por último, mas não menos importante, deixo algumas dicas sobre como comprar uma pulseira fitness. Como já falamos na seção sobre tamanho, os dispositivos são geralmente oferecidos em um tamanho padrão. Raramente encontramos smartbands com diferentes tamanhos de caixas, como é comum nos smartwatches. Portanto, se você tem pulsos especialmente grossos ou finos, as pulseiras podem não servir adequadamente.

Por isso, é aconselhável experimentar o aparelho desejado antes da compra. Nesse ponto há a vantagem de que os monitores fitness não são vendidos apenas por lojas de eletrônicos, como também há aparelhos da Fitbit, Garmin e companhia nas lojas de esportes. Os funcionários podem ajudá-lo ainda com acessórios ou produtos adicionais. Além do pessoal treinado na loja, você também pode pedir ajuda ao seu médico. Eles talvez não sejam capazes de dar conselhos técnicos, mas você sempre pode pedir que interpretem os seus sinais vitais.

Para terminar, esperamos que depois deste artigo você já tenha definido sua pulseira fitness ou pelo menos saiba como encontrar o modelo certo para você. Compartilhe nos comentários quais são os seus requisitos para uma smartband e quais dicas devemos incluir nesta lista para a próxima atualização?

Os links compartilhados neste artigo são links de afiliados. Isso significa que o NextPit obtém uma pequena participação nos lucros se você comprar produtos através deles. Isso não gera custos adicionais para você e não tem nenhuma influência sobre o conteúdo editorial do site. Saiba mais sobre como monetizamos o site na nossa página de transparência.
Gostou do artigo? Então compartilhe!
Comentar agora

Os comentários favoritos dos leitores

  • Joseilton Malafaia 28/06/2017

    Minha Lenovo HW01 mandou lembranças...
    84 Temers na GearBest por um gadget muito bom!
    É bem autônoma, pois posso começar por ela uma atividade, sem a necessidade de app ou levar o smartphone junto.
    Tem cronômetro e contador regressivo direto nela, além de controles de música...
    Essa smartband aposentou minha Mi Band 2

108 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Jairo rios há 3 meses Link para o comentário

    O artigo do post está bem desatualizado, a mi band 6 já está no mercado nacional.


    • Rubens Eishima
      • Equipe
      há 2 meses Link para o comentário

      Como o produto ainda não foi testado, mas tem previsão de chegada ao escritório para o review, ainda não foi adicionado à lista. :)


  • Bruno Dourado há 6 meses Link para o comentário

    Pretendo pegar a MI Band 5. Ah, e vc treina pertinho de casa, estou próximo a estação Strausberger Platz =]


  • Soterio Salles há 6 meses Link para o comentário

    Atualmente estou com uma Mi Band 5, a única coisa que não me agrada tanto é a duração de bateria, comparado com a Mi Band 4 ela dura pelo menos 10 dias a menos pra mim.


    • Rubens Eishima
      • Equipe
      há 6 meses Link para o comentário

      Aumentar a tela e diminuir a bateria foi uma decisão complicada, pelo visto :/


    • Camila Rinaldi
      • Admin
      • Equipe
      há 6 meses Link para o comentário

      Eu uso a Mi 4 e o Apple Watch series 4, por um lado adoro todas as possibilidades do relógio da Apple, mas a bateria da Mi 4 é realmente destaque, aliás. uma das melhores coisas de uma smartband. Não sabia que a diferença era assim tão grande.


  • Camila Rinaldi
    • Admin
    • Equipe
    há 6 meses Link para o comentário

    Pessoal, a nossa lista foi atualizada hoje. O que acharam?


  • leonardo webert 04/07/2017 Link para o comentário

    Qual seria melhor entre a mi band 2 e a pulseira da Sony?


  • Emerson Morais 29/06/2017 Link para o comentário

    a tempos que adio comprar a Mi band 2, porque realmente no meu dia a dia seria só por luxo mesmo


  • Joseph Diniz 29/06/2017 Link para o comentário

    Estou pesquisando à dias sobre isso.
    Minhas exigências certificação IPX8, um bom leitor cardíaco e que custe menos de R$150,00.
    Nada que me apresentaram justifica pagar mais de R$300,00 em um smartband ou smartwatch.

    Infelismente ainda não encontrei nada de interessante.


    • PATRÍCIA RESINO 21/07/2017 Link para o comentário

      Se você descobrir algum me avise
      Faz um tempo que estou querendo, seria muito útil mas o problema é o valor que pedem nas mais completas


  • Luiz Henrique 29/06/2017 Link para o comentário

    Esperando o lançamento da Mi Band 3 para quem sabe talvez adquirir uma.


  • Deivis Schuman 29/06/2017 Link para o comentário

    Sou louco pra ter uma dessas, a única coisa que falta pra isso acontecer é eu ter dinheiro! ^^


    • Ader Marcelo 29/06/2017 Link para o comentário

      Bem vindo ao grupo jovem! kkk e segue a história de sempre falta mais mês no final do dinheiro


    • Everton Lima 22/07/2017 Link para o comentário

      poxa mas a miband e baratinha brother Deivis


  • Léo Walk 29/06/2017 Link para o comentário

    O que afasta o grande público dos smartwatch é o preço. Quando esses valores forem mais acessíveis podem ter certeza que muitos vão aderir. 😎


  •   73
    Conta desativada 29/06/2017 Link para o comentário

    Tenho o Gear S3 e minha esposa a Gear Fit 2. Antes disso tínhamos o Gear S e a Gear Fit. Os modelos anteriores já eram imbatíveis e os atuais são muito melhores. O Gear S3 é um relógio mais do que completo. Tem tudo que você pode imaginar, uma autonomia de 3 dias de bateria com uso total dos recursos e ainda é bonito pra caramba. Não troco por nada.


  • Victor Serafim 29/06/2017 Link para o comentário

    R$1000 em uma pulseira? tô suave com minha MiBand 2 que troco até música por ela kkkk Vlw Flw


  • Jeison B. 29/06/2017 Link para o comentário

    Uso a Gear Fit 2 da Samsung há algum tempo. Infelizmente o preço não é atraente e não é à prova d'água. Porém, as atualizações são constantes e a bateria aguenta cerca de dois, três dias (uso moderado). Existem também inúmeras possibilidades de personalização.

Mostrar todos os comentários
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.