NextPit

Google Pixel 6 vs. Pixel 5: o que mudou entre os flagships Android

Google Pixel 6 vs. Pixel 5: o que mudou entre os flagships Android

Centro de uma campanha de hype alimentada pela própria fabricante, o Pixel 6 marcou uma mudança radical na linha de celulares do Google, mas o que realmente mudou em relação à geração anterior? É o que mostramos neste comparativo entre o Pixel 6 e o Pixel 5.

A atualização da linha Pixel em 2021 mudou o celular referência do ecossistema Android tanto na parte estética quanto no hardware, com destaques para o novo design, a estreia do processador Tensor do próprio Google e um conjunto fotográfico que finalmente recebeu um upgrade de resolução.

Mas antes de abordamos as diferenças ponto a ponto (pixel a pixel?), separamos uma tabela comparando as fichas técnicas dos aparelhos:

  Duelo de gerações
Modelo
Foto Google Pixel 6 Google Pixel 5
Tela OLED de 6,4 polegadas
1.080 x 2.400 pixels (411 PPP) a 90 hertz
OLED de 6,0 polegadas
1.080 x 2.340 pixels (432 PPP) a 90 hertz
SoC Google Tensor
2x ARM Cortex-X1 @ 2.80 GHz

2x ARM Cortex-A76 @ 2.25 GHz
4x ARM Cortex-A55 @ 1.80 GHz
20x ARM Mali-G78 (GPU)
Qualcomm Snapdragon 765G
1x ARM Cortex-A76 @ 2.4 GHz
1x ARM Cortex-A76 @ 2.2 GHz
6x ARM Cortex-A55 @ 1.8 GHz
Adreno 620 (GPU)
Memória
(variam conforme a região)
8 GB LPDDR5
128 GB ou 256 GB UFS 3.1
8 GB LPPDR4X
128 GB UFS 2.1
Micro SD n/d
Câmera principal 50 MP | f/1.85 | 25 mm | 1,2 µm | 82° FoV | OIS
(sensor Samsung GN1: 1/1.31'')
12.2 MP | f/1.7 | 27 mm | 1,4  µm | 77° FoV | OIS
 
Ultra grande-angular 12 MP | f/2.2 | 16,3 mm | 114° FoV 16 MP | f/2.2 | 16,5 mm | 107° FoV
Teleobjetiva n/d
Vídeo 4K a 60 fps (traseira)
1080p a 30 fps (frontal)
4K a 60 fps (traseira)
1080p a 30 fps (frontal)
Selfies 8 MP | f/2.0 | 1,12 µm | 84° FoV
Áudio Alto-falantes estéreo
Bateria 4.614 mAh 4.080 mAh
Carregamento com fio Máx. 30 watts Max. 18 watts
Carregamento sem fio (Qi) Máx. 21 watts Máx. 12 watts
Prós
  • Design marcante
  • Tela AMOLED bem calibrada de 6,4 polegadas e 90Hz
  • CPU Tensor de alto desempenho sem superaquecimento
  • Renderização de fotos tipo Pixel
  • Boa duração da bateria
  • 5 anos de atualizações de segurança
  • IP68 + recarga sem fio e reversa
  • Preço competitivo (no exterior)
  • Ótima câmera
  • Autonomia de uso melhorada
  • Otimizações de software e hardware
  • Tamanho compacto
Contras
  • Módulo fotográfico não suficientemente versátil sem lente teleobjetiva
  • Carregamento lento e sem adaptador na caixa
  • Modo noturno não natural para fotos noturnas
  • Armazenamento de 128 GB sem leitor microSD
  • Apenas 3 atualizações do Android
  • Desempenho abaixo dos flagships
  • Zoom não é tão eficiente
  • Sem desbloqueio por reconhecimento facial
  • Taxa de atualização de "apenas" 90 Hz
Avaliação
Vá para o review
Vá para o review (em inglês)
Confira ofertas*

Pixel 6 vs. Pixel 5: modelos e preços

Além de incluir uma versão Pro ao Pixel 6, o Google segmentou as opções à venda, tanto de cores quanto de armazenamento, de acordo com os (poucos) países onde o celular é vendido. Mas de modo geral, o Pixel 6 tradicional está disponível em duas versões de armazenamento, contra apenas uma do Pixel 5.

Preços de lançamento (no exterior)

  Pixel 6 Pixel 5
128 GB US$ 599 / 649 € US$ 699 / 629 €
256 GB US$ 699 n/d

O preço foi um dos pontos que mais chamou a atenção no lançamento do Pixel 6. Havia a expectativa de que o uso de um processador topo de linha — no lugar do intermediário Snapdragon 765G — pudesse encarecer o aparelho, junto com os outros upgrades, mas não foi o que aconteceu.

Enquanto na Europa o modelo 2021 é pouca coisa mais caro que o Pixel 5, nos Estados Unidos o Pixel 6 custa 100 dólares menos que seu antecessor. E não preciso dizer que nenhum dos dois está oficialmente disponível à venda no Brasil.

Pixel 6 vs Pixel 5: foco na câmera

Apesar do maior upgrade do Pixel 6 provavelmente estar no SoC — o que tratamos mais à frente —, a linha Pixel ganhou fama por suas câmeras, então vale começar pelas mudanças no conjunto fotográfico das duas últimas gerações de celulares Google.

NextPit Google Pixel 5 camera
Sai o módulo quadrado... / © NextPit

Além do visual totalmente novo do módulo de câmera, o Pixel 6 traz sensores e lentes diferentes do antecessor, mesmo mantendo a dupla grande-angular e ultra-angular do Pixel 5. Pela primeira vez na família, o Google deixou para trás o sensor principal de 12 megapixels, equipando o Pixel 6 com uma resolução de 50 megapixels.

Diferentemente do que acontece em celulares intermediários, o aumento da resolução foi acompanhada de um aumento significativo no tamanho do sensor — o que pode explicar não só o layout diferente das câmeras, como também a espessura do módulo fotográfico —, o Samsung GN1 com medida de 1/1.31'', resultando em uma redução no tamanho dos pixels individuais de 1,4 µm (Pixel 5) para 1,2 µm (Pixel 6).

NextPit Google Pixel 6 camera
... para dar lugar ao conjunto fotográfico em barra  / © NextPit

Na prática, o Pixel 6 usa o recurso de combinação de pixels (pixel binning) para gerar imagens com 12 megapixels (com pixels de "2,4 µm"), e os resultados são muito bons, algo destacado no review do meu colega Antoine Engels, com bom nível de detalhes e um bom controle da gama dinâmica e de cores.

Além do sensor maior, os recursos computacionais do processador Tensor trazem recursos exclusivos para o Pixel 6, por exemplo a opção de apagar pessoas e objetos indesejados, o Modo de Movimento e o recurso Face Unblur, que promete dar adeus aos rostos embaçados nas fotos.

Pixel 6 vs Pixel 5: estreia do SoC Tensor

Mesmo com todo destaque dado à câmera, o maior salto do Pixel 6 em relação ao seu antecessor provavelmente está no processador. No lugar do intermediário Snapdragon 765G, entra o Tensor, processador verdadeiramente topo de linha projetado pelo Google.

Apesar de contar com os mesmos dois núcleos Cortex-A76 do chip da Qualcomm, o Tensor se diferencia do Snap 765G por substituir dois núcleos Cortex-A55 de economia de energia por duas CPUs Cortex-X1 de alto desempenho, oferecendo uma performance à altura do chip Snapdragon 888 encontrado na maioria dos flagships Android de 2021.

Benchmarks

  Pixel 6 Pixel 5
Geekbench 5 (single/multi) 1.031 / 2.803 578 / 1.574
3DMark Wild Life 6.721 1.084

A diferença de desempenho deve ser mais perceptível em tarefas pesadas como processamento de vídeos, aplicação de filtros em imagens de alta definição e principalmente games, nos quais o Pixel 5 tinha um desempenho inferior até mesmo ao do Pixel 4 — equipado com o SoC Snapdragon 855.

Para tarefas cotidianas, o Pixel 6 deixa o Pixel 5 para trás não apenas pelo uso de CPUs mais potentes, como também pelo padrão de armazenamento UFS 3.1, mais moderno e rápido do que o UFS 2.1 no Pixel 5, o que deve resultar em tempos de abertura de apps menores.

Pixel 6 vs Pixel 5: tela e dimensões maiores

  Pixel 6 Pixel 5
Dimensões 158,6 x 74,8 x 8,9 mm
(105,58 cm³)
144,7 x 70,4 x 8 mm
(81,49 cm³)
Peso 207 gramas 151 gramas

Outra grande diferença entre os Pixels, literalmente, está nas dimensões, o Pixel 5 parece um smartphone compacto perto do sucessor. A tela de 6 polegadas do modelo 2020 deu lugar a um display de 6,4 polegadas no Pixel 6, influenciando as medidas dos aparelhos.

O Pixel 6 é cerca de 10% maior em altura e profundidade e quase 6% em largura, com um peso 37% maior. O aumento nas dimensões permitiu não apenas o uso de uma tela OLED maior (com especificações de resolução e taxa de atualização equivalentes), como também o uso de uma bateria maior.

NextPit Google Pixel 5 vs 6 display
Lado a lado, diferença de tamanho do Pixel 6 (dir.) para o Pixel 5 chama a atenção / © NextPit

Pixel 6 vs Pixel 5: bateria e outras diferenças

A capacidade de carga do Pixel 6 é de 4.614 mAh, quase 13% maior que os 4.080 mAh do Pixel 5. Não só a bateria é maior, como o Pixel 6 é compatível com potências de recarga maiores, tanto com fio (30 W vs 18 W) quanto sem (21 W vs 12 W). Ambos os celulares oferecem recarga reversa sem fio, projetada para alimentar o estojo de carga de fones compatíveis com o padrão Qi, caso do Pixel Buds.

Outros pontos importantes para pesar é a nova localização do leitor de impressão digital, que pela primeira vez deixou a traseira do aparelho para ser embutida na tela. Já para quem se importa com simetria, além das mudanças na parte de trás com a câmera, o display agora tem um recorte centralizado para a câmera de selfie.

Conclusão

O Pixel 6 marca uma evolução importante para a linha de celulares do Google, não apenas pelo salto considerável nas especificações e recursos de câmera, mas principalmente pela adoção de um processador próprio, deixando para trás o Snapdragon intermediário compartilhado entre o Pixel 5 e o Pixel 4a 5G/5a 5G.

Ainda mais importante, as melhorias foram alcançadas sem uma mudança radical nos preços, que em alguns mercados caiu consideravelmente. O modelo ganhou ainda uma opção com mais espaço para armazenamento, ainda que ainda sem a possibilidade de expansão com cartões de memória.

Para algumas pessoas, porém, o aumento nas dimensões e peso do Pixel 6 — e ainda mais na versão Pro — pode ser um ponto negativo da nova geração do celular flagship do Google. Mas ao que tudo indica, esta é uma tendência irreversível.

Os links compartilhados neste artigo são links de afiliados. Isso significa que o NextPit obtém uma pequena participação nos lucros se você comprar produtos através deles. Isso não gera custos adicionais para você e não tem nenhuma influência sobre o conteúdo editorial do site. Saiba mais sobre como monetizamos o site na nossa página de transparência.
Gostou do artigo? Então compartilhe!
Comentar agora

ÚLTIMOS ARTIGOS

Artigos recomendados

1 comentário

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Lucas N. há 3 semanas Link para o comentário

    Reclamar sem ter não vale de nada. E esse Pixel 6 está irresistível, cara...