iPhone ou Samsung, qual celular escolher em 2021?

iPhone ou Samsung, qual celular escolher em 2021?

Apple vs Samsung é talvez o debate mais manjado e reciclado da história recente no mundo da tecnologia. Mas, em 2021, o equilíbrio de poder entre as duas gigantes mudou consideravelmente. Uma oportunidade para os consumidores fazerem um balanço.

Antes de mais nada, quero lembrar que ser um fanboy é ruim. E os fanboys são tão comuns na Apple quanto no Android. Mas quando você compra um celular, você não está apenas consumindo uma ficha técnica. Você também está comprando uma marca que tem sua própria proposta em termos de produtos e experiência do usuário.

Portanto, o objetivo deste artigo não é estabelecer um debate "Samsung vs Apple, quem é melhor...". Ao contrário, a idéia é permitir que mais usuários leigos, ou trair desertores potenciais que estejam considerando mudar de lado, façam uma escolha informada entre um celular Samsung e um iPhone Apple em 2021.

Portanto, vamos analisar critérios diferentes, pesando os prós e os contras de cada fabricante com base em um determinado critério. Este artigo é escrito por um usuário Android, fanboy da OnePlus e ex-dono do iPhone até o iPhone 6s Plus.

Pegue um atalho

iPhone ou Samsung: O catálogo e os preços

A Apple oferece uma gama menor e mais cara de smartphones do que os fabricantes de aparelhos Android, mas os catálogos da Samsung e da Apple podem ser analisados de forma proporcional e apropriada.

Catálogo e preços do iPhone

Os iPhones são quase todos smartphones de última geração. Mesmo o Apple mais básico é mais caro, mas também mais potente do que alguns dos celulares intermediários da Samsung e Android em geral.

Em 2021, o catálogo da Apple consiste em 7 iPhones vendidos entre R$ 3.699 e R$ 10.999, com os modelos iPhone 12 na função de carros-chefe da marca. Os "velhos" topo de linha como o iPhone 11 e o iPhone XR são uma espécie de novos intermediários. E o iPhone SE 2020 é o smartphone mais acessível da Apple. Relembrando:

Apple

Linha de celulares em 2021
Modelo Posicionamento Preço
iPhone 12 Topo de linha R$ 7.999
iPhone 12 Pro Topo de linha R$ 9.999
iPhone 12 Pro Max Topo de linha R$ 10.999
iPhone 12 Mini Topo de linha R$ 6.999
iPhone SE 2020 "Básico" R$ 3.699
iPhone 11 Intermediário R$ 5.699
iPhone XR Intermediário R$ 4.999

Essa "escalação" pode ser muito confusa para um usuário Android como a maioria de vocês e eu. É totalmente irreal pensar no iPhone SE 2020 e seu preço de tabela de R$ 3.699 como um celular básico, no mesmo nível de um Redmi Note 10 com a metade do preço.

Mas o Redmi Note 10 certamente custaria cerca de R$ 3.000 se tivesse um SoC de alta qualidade como o Snapdragon 870 ou 888, que é o caso do iPhone SE 2020 com seu chip Apple A13, o mesmo do iPhone 11. É por isso que eu digo que precisamos ter uma visão proporcional e apropriada.

Catálogo de celulares e preços da Samsung

A Samsung, por outro lado, oferece um catálogo muito mais rico do que o da Apple. Ele cobre todas as faixas de preço de R$ 500 a R$ 14.000. Desde um reposicionamento na temporada 2018-2019, a gama Galaxy A se tornou um pouco "coração de mãe" e inclui Samsungs de nível básico e médio.

Mas a gigante sul-coreana é também pioneira no mercado de smartphones dobráveis, que domina por enquanto, enquanto aguarda a concorrência real. Por outro lado, a linha de topos de linha Galaxy S é bastante semelhante em preço ao que a Apple está oferecendo, com a mesma especificações equivalentes. Quanto aos Galaxy Notes, os famosos "phablets", é praticamente certo que a Samsung não renovará a gama em 2021.

Samsung

Linha de celulares em 2021
Modelo Posicionamento Preço
Samsung Galaxy Z Fold 2 5G Ultra Premium R$ 13.999
Samsung Galaxy Z Flip Ultra Premium R$ 8.999
Samsung Galaxy S21 Ultra 5G Topo de linha R$ 6.999,00
Samsung Galaxy S21+ 5G Topo de linha R$ 5.999,00
Samsung Galaxy S21 5G Topo de linha R$ 4.999,00
Samsung Galaxy S20 FE Ex-topo de linha R$ 3.099,00
Samsung Galaxy Note 20 Ex-topo de linha R$ 4.849,00
Samsung Galaxy Note 20 Ultra Ex-topo de linha R$ 6.349,00
Samsung Galaxy A72 Intermediário R$ 2.649,00
Samsung Galaxy A52 (5G) Intermediário R$ 2.349,00
R$ 2.649,00 (5G)
Samsung Galaxy A42 5G Intermediário não disponível no BR
Samsung Galaxy A32 (5G) Intermediário R$ 2.299,00
Samsung Galaxy A21s Básico R$ 1.699,00
Samsung Galaxy A12 Básico R$ 1.499,00
Samsung Galaxy A02s Básico R$ 1.099,00

O que podemos notar é que o catálogo da Samsung é certamente mais variado e cobre mais orçamentos. Mas as faixas também são muito mais freqüentemente renovadas. É raro que um modelo permaneça mais de um ano no catálogo oficial. Mesmo os Galaxy S20s do ano passado não são mais vendidos oficialmente pela Samsung.

O fato de que a linha Galaxy A mistura celulares intermediários que se aproximam dos topo de linha como o Galaxy A72 e outros mais próximos dos básicos como o Galaxy A32 é confuso para um comprador não especializado em tecnologia. É provavelmente uma escolha calculada, para dar a impressão de que todos os modelos estão no mesmo "nível".

A Apple, pelo contrário, mantém certos modelos como o iPhone 11 lançado em 2019 ou mesmo o iPhone XR anunciado em 2018. Seu catálogo também é significativamente mais claro. Um elemento chave do valor dos iPhones usados em grande parte se deve à política de atualização da Apple. Mas falo sobre isso mais abaixo no artigo.


Conclusão

As vantagens da Samsung em relação à Apple:

  • diversidade do catálogo;
  • preços mais acessíveis.

As vantagens da Apple sobre a Samsung:

  • catálogo mais claro;
  • modelos "antigos" são descontinuados menos rapidamente.

iPhone ou Samsung: A relação qualidade/preço (hardware)

"A Apple é muito cara para o que deveria", já ouvimos o argumento repetidamente. Mas que os iPhones geralmente oferecem especificações técnicas menos ousadas do que seus equivalentes Android, isso é inegável.

Se pegarmos as linhas principais da Apple e Samsung, e olharmos as especificações de seus modelos chave, o iPhone 12 e Galaxy S21, podemos ver que o sul-coreano "ganha". Uso aspas grandes porque a idéia deste artigo não é comparar matematicamente as especificações em detalhes. Trata-se de compreender o posicionamento de preços de cada fabricante para seus produtos.

Samsung Galaxy S21 vs iPhone 12

Comparação das especificações
Modelo Galaxy S21 iPhone Apple 12
Processador
  • Exynos 2100 5 nm
  • Octa-core (1x 2,9 GHz Cortex-X1 & 3x 2,80 GHz Cortex-A78 & 4x 2,2 GHz Cortex-A55)
  • Apple A14 5 nm
  • Hexa-core (2x 3,1 GHz Firestorm + 4x 1,8 GHz Icestorm)
Memória
  • 8/128 GB
  • 8/256 GB
  • 4/64 GB
  • 4/128 GB
  • 4/256 GB
Armazenamento expansível Não
Tela
  • OLED de 6,2 polegadas "Dynamic AMOLED"
  • FHD+ (1080 x 2400 pixels), 421 dpi
  • Taxa de atualização de 120 Hertz
  • Brilho máximo de 1300 nits
  • OLED de 6,1 polegadas "Super Retina XDR"
  • 1170 x 2532 pixels, 460 dpi
  • Taxa de atualização de 60 Hz
  • Brilho máximo de 1200 nits
Módulo de câmera
  • principal 12 MP: f/1.8 / 1/1.76" / Dual Pixel PDAF / OIS
  • ultra grande angular 12 MP: f/2.2 / 1/2.55" / FOV 120° / Vídeo Super Firme
  • telefoto 64 MP: f/2.0 / 1/1.72" / PDAF / OIS / 3x zoom híbrido
  • selfie 10 MP: f/2.2 / 1/3.24" / Dual Pixel PDAF
  • principal 12 MP: f/1.6 / Dual Pixel PDAF / OIS
  • ultra grande angular 12 MP: f/2.4 / 1/3.6" / 120° FOV
  • selfie 12 MP: f/2.2 / 1/3.6" / FOV 120
Vídeo 8K a 24 FPS / 4K a 30/60 FPS / 1080p a 30/60/240 FPS / 720p a 960 FPS / HDR10+ / som estéreo / gyro-EIS 4K a 24/30/60 FPS / 1080p a 30/60/120/240 FPS / HDR / Dolby Vision HDR (30 FPS max) / som estéreo
Capacidade da bateria
  • 4000 mAh
  • Recarga com fio 25 W USB PD 3.0
  • Recarga sem fio 15 W Qi
  • Carga reversa sem fio 4,5 W
  • Carregador não incluído
  • 2815 mAh
  • Recarga com fio 20 W USB PD 2.0
  • Recarga sem fio 15 W Qi/MagSafe
  • Carregador não incluído
Áudio Alto-falantes estéreo
Preço (maio de 2021) R$ 4.150,00 R$ 5.600,00

A Samsung, por exemplo, pode ostentar uma taxa de atualização de 120 Hz para suas telas, enquanto os Apple (em grande parte com telas fornecidas pela Samsung) estão presos a 60Hz. Os displays de smartphone da Samsung são considerados a cada ano o novo padrão de excelência. O módulo de câmera S21 também é um pouco mais versátil, pois oferece uma lente teleobjetiva. Sua bateria também tem o dobro do tamanho do iPhone 12, assim como a quantidade de RAM.

Mas, enquanto a Apple deixa um mistério sobre os detalhes precisos de sua ficha técnica, a Samsung gosta de exagerar. Por exemplo, a teleobjetiva oferece apenas um zoom óptico de 1,1x e um zoom híbrido de 3x, o que levanta dúvidas sobre a sua real utilidade.

O iPhone 12 está até melhor classificado no ranking do site DxOMark do que o Samsung Galaxy S21, com uma pontuação de 122 contra 116. O iPhone 12 Pro Max até ganhou nosso teste cego de fotos em 2021, superando as principais opções do mercado Android, embora este resultado seja altamente subjetivo.

E o SoC A14 Bionic da Apple supera claramente o desempenho do Exynos 2100 da Samsung na maioria dos benchmarks gráficos. O chip da Apple é quase universalmente considerado o mais poderoso do mercado, e de longe, mesmo à frente do melhor Snapdragon da Qualcomm.

iPhone 12 vs Samsung Galaxy S21

Benchmarks gráficos
Teste Apple iPhone 12 Samsung Galaxy S21
Geekbench 5 single/multi 1.605/4.067 1.032/3.238
3DMark Wild Life 7.314 5.521
AnTuTu 601.473 584.055

Como explicado acima, não se trata de fazer uma simples tabela de comparação de dados para determinar qual é o melhor smartphone. Uma ficha técnica não revela tudo, especialmente pontos que só são descobertos na prática. Mas quando você olha para os preços, o iPhone 12 de 128GB é consideravelmente mais caro do que o Samsung Galaxy S21 de 128GB.

Na parte superior do mercado, a Apple e a Samsung têm uma gama semelhante. É especialmente na faixa média que a Samsung faz a diferença, já que... bem, já que a Apple não está posicionada ali de forma alguma. E não, eu não estou contando com o iPhone SE 2020, que não pode ser considerado seriamente como um dispositivo de nível médio/entrada da mesma forma que um Galaxy A72, por exemplo.


Conclusão

As vantagens da Samsung em relação à Apple:

  • especificações mais avançadas;
  • uma linha média poderosa e mais acessível;
  • melhores telas do que qualquer outro smartphone;

As vantagens da Apple em relação à Samsung:

  • preços não excessivamente altos no topo da gama;
  • desempenho é muitas vezes melhor do que as especificações sugerem;
  • os smartphones mais potentes do mercado.

iPhone ou Samsung: A interface do usuário

Bem, vale dizer isso logo de cara. O último iPhone que eu tive foi o iPhone 6S Plus em 2015. O último iPhone que testei exaustivamente, durante vários meses, foi o iPhone 11 Pro Max em 2019 até o início de 2020. Durante algumas semanas, usei brevemente um iPhone 12 e iOS 14 neste ano.

Portanto, não tenho legitimidade para julgar definitivamente o quão bom o iOS 14 é em termos de UX. E a OneUI 3 é uma skin bastante elaborada que está muito longe do Android 11 puro, a versão "limpa" que você encontra nos celulares Pixel do Google, por exemplo.

Mas se eu tivesse que resumir, eu diria que cada sistema operacional fez enormes progressos em suas respectivas maiores falhas. A Apple, por exemplo, tornou o iOS 14 muito mais personalizável, permitindo aos usuários de iPhone descobrir a "magia" dos widgets.

david grandmougin OvR4yVnLSCY unsplash
No iOS 14, a Apple "inventou" os widgets customizáveis / © David Grandmougin/Unsplash

Estou provocando, acalme-se. Mas o fato é que a Apple realmente trabalhou para tornar sua interface menos rígida e mais humana. A biblioteca de aplicativos também é uma adição muito boa, assim como a capacidade de definir aplicativos de terceiros como serviços padrão.

O Android 11 melhorou muito na proteção e privacidade de dados com um gerenciador de permissões ainda mais poderoso (permissões únicas para alguns aplicativos). Não é tão avançado quanto o iOS, que literalmente virou o equilíbrio de poder entre usuários e as "BigTech" de cabeça para baixo, mas já é muito bom. O menu rápido mais completo e a personalização extrema das notificações também são adições muito boas.

galaxy s21 ultra oneui 3 multiwindow
Adoro como as opções multitarefa e janelas do OneUI 3 são suaves / © NextPit

E a OneUI 3 da Samsung, baseada no Android 11, inclui a maior parte das novidades do sistema base enquanto otimiza o que a Samsung já estava fazendo muito bem nas versões anteriores. Podemos mencionar em particular a multitarefa e a janela multiuso que otimiza seu uso diário e é mais fluido do que o que é feito no iOS.

Esta seção mereceria um artigo dedicado de vários milhares de palavras por si só. Portanto, vou parar aqui. Os dois sistemas operacionais estão se aproximando gradualmente em alguns aspectos. Mas eles permanecem fundamentalmente diferentes em sua filosofia, ao menos por enquanto.


Conclusão

As vantagens da Samsung em relação à Apple:

  • interface mais personalizável;
  • otimização para multitarefa muito mais avançada.

As vantagens da Apple em relação à Samsung:

  • experiência suave e sem surpresas dentro do ecossistema Apple;
  • proteção de dados muito alta;
  • aplicativos nativos de alta qualidade;
  • design claro e ordenado.

iPhone ou Samsung: A política de atualização

Esta é a maior diferença entre os iPhones e os smartphones Android que é mais ignorada pelos consumidores médios. Os iPhones são geralmente mantidos atualizados por 5 anos e todos os modelos envolvidos recebem a atualização quase ao mesmo tempo.

Política de atualização da Apple

De acordo com a página oficial da Apple, podemos ver que a última versão iOS 14.6, por exemplo, está disponível até o iPhone 6s/Plus lançado em 2015. Estes modelos receberam 5 novas versões do iOS desde seu lançamento (sem contar a versão presente por padrão no lançamento). Nenhum fabricante de Android oferece manutenção de software tão extensa.

O gráfico abaixo ilustra bastante bem esta discrepância, embora a metodologia utilizada para contar a duração da manutenção do software esteja equivocada. De fato, o gráfico assume que um ano é equivalente a uma atualização. Isto funciona para iPhones já que cada novo modelo é lançado ao mesmo tempo que cada nova versão (principal) do iOS. Mas para a Samsung, seus carros-chefe são lançados no início do ano com a versão Android do ano anterior e depois atualizados no mesmo ano uma vez que a nova versão Android é lançada.

iphone vs samsung update policy
Quando se trata de atualizações, a Apple mantém uma ampla liderança sobre o Google e outros fabricantes de Android / © Wimpires via Reddit

Política de atualização da Samsung

Desde o Galaxy S10 e o lançamento da OneUI em 2019, a Samsung tem dado grandes passos quando se trata de atualizações. A maioria dos fabricantes de Android se dá por satisfeita em oferecer 2 versões do Android e (no máximo) 3 anos de correções de segurança que se tornam cada vez menos frequentes com o passar do tempo.

Para seus últimos flagships, caso do Galaxy S21, a Samsung promete fornecer 3 grandes atualizações de SO, o que significa que os smartphones devem receber o Android 14 em 2023. Esta promessa diz respeito principalmente ao segmento alto, mas não somente. Assim, mesmo modelos de gama média como o Samsung Galaxy A52 e A72 devem receber 3 versões do Android.

Em fevereiro, a Samsung também anunciou que todos os seus smartphones lançados após 2019 receberão agora 4 anos de correções de segurança. Não significa que você receberá um update mensal pelos 4 anos, mas, de acordo com a página oficial da Samsung, você deve esperar por correções mensais pelos primeiros 2 anos, trimestralmente no terceiro ano e depois bianualmente no último ano no caso dos flagships.

Mais uma vez, a situação é bastante caótica e arbitrária. Por exemplo, o Samsung Galaxy A52 5G está listado nos smartphones que atualmente recebem patches mensais. Mas o Galaxy A72, embora mais caro e lançado quase ao mesmo tempo este ano, atualmente recebe apenas atalizações trimestrais de segurança.


Conclusão

Não há realmente nenhum pró ou contra aqui, já que a política de atualização da Apple é simplesmente melhor do que a da Samsung. Mas, deve-se notar também que a Samsung é a empresa com política mais clara entre todos os fabricantes de Androids.


iPhone ou Samsung: Proteção de dados

Aqui novamente, a Apple ainda tem uma certa vantagem sobre os fabricantes de Android. Mas a situação não é tão clara como era no passado. E por passado, quero dizer apenas dois anos atrás. Portanto, a Samsung se beneficiou muito dos avanços de segurança que o Google fez no Android.

Quando se trata de segurança, o número de critérios a considerar é grande demais para o escopo deste artigo. É por isso que me limitei às características de privacidade e segurança de cada fabricante.

Características de privacidade da Samsung

Com a OneUI 3, a Samsung integrou as novas características de privacidade do Android 11. A primeira delas é o sistema de permissões únicas que você pode conceder ou negar a aplicativos em seu smartphone. Assim, você pode permitir que um aplicativo acesse sua localização, microfone ou câmera apenas uma vez, até que você feche o app em questão.

O fato de não ter que permitir a geolocalização em segundo plano de imediato também é uma vantagem. De agora em diante, você tem que fazê-lo a partir da página dedicada ao aplicativo em questão a partir das configurações do sistema. Passos adicionais que devem desencorajar ou pelo menos fazer você pensar duas vezes antes de deixar um aplicativo rastreá-lo, mesmo quando não estiver usando-o.

O armazenamento com isolamento (lançado no Android 10), que permite compartimentar os dados aos quais diferentes aplicações têm acesso, com uma aplicação não podendo acessar o "espaço" da outra e vice-versa. Em termos práticos, isto limita o acesso de aplicativos a apenas algumas pastas no armazenamento interno, de modo que os apps não podem ver seus outros arquivos.

Para gerenciamento de arquivos, One UI 3.0 tem uma nova permissão de "Acesso a todos os arquivos", que permite funcionar como nas versões anteriores. Entretanto, o pedido deve atender a certas condições para ter essa permissão. Todas os outros apps são limitadas ao "Acesso à mídia apenas".

permission controle Android 12
Estes indicadores de acesso de aplicativos de terceiros ao microfone e à câmera estavam disponíveis no iOS antes do Android / © Google

Características de privacidade da Apple

A principal adição do iOS 14, ou melhor, do iOS 14.5 é o famoso ATT ou App Tracking Transparency, que visa enquadrar rigorosamente o acesso de terceiros e aplicativos nativos aos seus dados pessoais.

O ATT (TRA, na sigla em português) permite que você controle quais aplicativos podem e não podem rastrear o que você faz em seu iPhone, você pode ativar uma configuração que lhe perguntará se um aplicativo quer rastreá-lo. É claro, aplicativos que não pedem sua permissão ainda podem rastreá-lo, mas este cenário ao menos lhe dá uma chance.

O iOS também oferece opções de permissão para seu microfone, câmera e geolocalização e o fez muito antes do Android. Para a geolocalização, você também tem a opção de compartilhar sua localização, mas apenas aproximadamente.

O iOS permite que você veja se alguma de suas senhas salvas está corrompida, muito fraca ou potencialmente vulnerável. Outro recurso interessante é que o navegador Safari notifica você sobre o rastreamento em vários sites ou domínios, rastreamento entre sites, e permite que você bloqueie tais rastreadores. Você pode então acessar um relatório diretamente através do Safari que mostra o número de rastreadores bloqueados para cada site.

Apple Transparencia Rastreamento Apps iOS notificacoes
iOS 14.5 oferece ainda mais controle sobre como apps acessam seus dados pessoais / © NextPit

 


Conclusão

O iOS e o Android/OneUI percorreram um longo caminho quando se trata de proteção de dados. Os fabricantes entendem que cada vez mais os usuários valorizam o tema e estão fazendo disso um critério de compra para seus novos smartphones.

Mas em qualquer caso, não importa quanto controle uma interface lhe dê sobre seus dados, o nível de ameaça depende de fatores fora de seu controle, tais como a irregularidade das atualizações e a facilidade e rapidez com que os hackers podem explorar vulnerabilidades.

A Apple oferece atualizações mais frequentes e regulares para todos os seus dispositivos, um ecossistema fechado que é mais difícil de invadir e uma loja de aplicativos com um processo de verificação mais rigoroso. Todos esses fatores ainda são mais fracos no Android. Embora o equilíbrio de poder não seja tão desequilibrado como era antes, a Apple ainda está um passo acima.


iPhone ou Samsung: Preço de revenda

Este é um critério-chave a ser considerado ao comprar um celular. Geralmente, uma pessoa média renova seu smartphone a cada 2 ou 3 anos. Revender seu antigo aparelho para bancar a compra de um novo é obviamente uma prática comum. Mas o fato é que os celulares Android se desvalorizam muito mais rápido do que os iPhones.

De acordo com um estudo encomendado e publicado em janeiro passado pela Bankmycell, os smartphones Android perderam uma média de mais de 33% de seu valor em 2020, em comparação com cerca de 16% para iPhones. Este declínio chega a mais de 50% para um smartphone intermediário.

iphone vs samsung price drops
Os Android topo de linha perdem mais de 30% de seu valor inicial um ano após o lançamento / © NextPit

Há muitas razões para esta depreciação mais rápida do Android do que da Apple. Tomemos como exemplo a Samsung. A fabricante lança mais de 10 celulares a cada ano. Em 2020, a Apple lançou apenas 5. Os modelos mais acessíveis da Samsung devem ser renovados com mais freqüência, idealmente a cada ano, se a fabricante quiser maximizar suas vendas.

Se as pessoas revendem seus smartphones mais cedo, é normal que elas percam seu valor mais rapidamente. Se você quiser renovar seu iPhone, terá que esperar mais tempo, já que a Apple só lança uma vez por ano, em média. Como os iPhones são mais caros que seus pares Android, é normal que os usuários Apple mantenham seu iPhone para revendê-lo no momento mais conveniente.


Conclusão

As vantagens da Samsung em relação à Apple:

  • capacidade de encontrar smartphones a um preço melhor apenas alguns meses após seu lançamento;
  • os flagships têm boas quedas de preços, ao contrário do iPhone;
  • o mercado de segunda-mão força os varejistas eletrônicos a fazer promoções regulares.

Vantagens da Apple em comparação com a Samsung:

  • possibilidade de revender seu iPhone a um bom preço um ou dois anos após a compra;
  • torna mais fácil a compra de um novo iPhone.

Portanto, para os poucos que leram este artigo até o final, espero que estes elementos de comparação entre a Apple e a Samsung tenham sido úteis para vocês. Sinta-se à vontade para me dar feedback sobre este formato, me dizer o que você pensa ou se gostaria de ter este tipo de guia, mas para outras marcas. Eu tentei ser o mais abrangente possível sem escrever um livro de 50 páginas, mas se eu tiver perdido algo crítico ou cometido um erro, por favor, me informe nos comentários.

ÚLTIMOS ARTIGOS

4 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Sou avesso aos dois, não teria nem um nem outro, ambos são bem caros e como sou usuário android há N opções melhores no mercado.
    Tenho familiares e amigos que usam as duas em questão, e já ouvi de tudo, no caso da Apple a famigerada bateria que não dura nada e tem que recarregar muito, na Samsung problemas de software e até de garantia e assistência técnica deficiente.
    Portanto, são dois fabricantes que eu passo com certeza!


  • As atualizações dos aparelhos Android são ridículas porque seus usuários são trouxas. Custa crer como um sistema tão caótico possa existir ainda. O ambiente android se assemelha à uma grande lixeira.


  • Acho que depende do gosto de cada um , quem gosta ou necessita de total integração dos gadgets vai de iOS , comprando Apple fora do Brasil sai mais em conta , quem gosta da "liberdade"e personalização do Android vai dele.


  • Eu sendo um fã do Android ficaria com a Samsung sem pensar.
    Ambos os sistemas estão num patamar bem próximo em termos de recursos hoje em dia, até digo que a experiência de usuário é bem próxima mas aquelas "vantagens" que o Android me oferece é que me fazem gostar do sistema em si.
    Claro que eu iria adorar ter um ecossistema interligado e totalmente otimizado como a Apple faz com seus produtos mas não se pode ter tudo né? Kkkkkkkkkkk

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.